Buscar

F1: biocombustível abre novas portas

sexta-feira, março 27, 2020

A F1 irá começar o seu trabalho para chegar à sustentabilidade ambiental, com medidas para diminuir a sua pegada de carbono. O biocombustível é uma das medidas anunciadas, com potencial para novas oportunidades.
A F1 quer que a sua pegada de carbono se torne neutra e para isso irá também usar combustíveis diferentes. Uma das mudanças nos novos regulamentos, que serão aplicados a partir de 2022, é o uso de uma mistura de combustível com 10% de etanol obtido de forma sustentável. A Shell admitiu que esta nova solução abre portas interessantes:
O responsável da Shell (parceira da Ferrari) pelo desenvolvimento na F1, Benoit Poulet, disse ao  Motorsport.com: “O aspecto interessante da performance do carro é similar a quando se coloca um gel refrescante [de etanol] nos seus dedos – consegue-se sentir o efeito. E será o mesmo com o motor. Será possível arrefecer partes da unidade motriz, e isso pode ser muito benéfico. Estamos a trabalhar para isso”.
“As propriedades são certamente interessante para a combustão, e acho que podemos fazer coisas interessantes. Podemos afirmar que esse efeito de arrefecimento é bom para o motor”.
O etanol tem esse benefício do arrefecimento porque vaporiza até três vezes mais rápido que o combustível regular – o que significa que tem um efeito de arrefecimento para o próximo ciclo de combustão. Com o motor arrefecido, a potência deve aumentar e o desgaste das peças deve diminuir.
Os fabricantes de motores podem procurar ganhos em potência, ou podem mudar o design e características de arrefecimento para operar o motor em uma temperatura diferente. Isso pode ter um efeito direto na aerodinâmica do carro.
Benoit disse que a Shell está a trabalhar no novo biocombustível desde que o regulamento foi divulgado no ano passado.
“Tem sido um grande desafio, mas estamos felizes de mudar para o combustível E10 – e, honestamente, ficaríamos ainda mais felizes se ele fosse além dos 10%”, disse. “Temos pessoas a trabalhar no projeto, que estão familiarizadas com o E10. E é uma grande mudança porque o etanol vem com propriedades diferentes dos outros hidrocarbonetos”.
“Por causa disso, decidimos começar a trabalhar cedo. É um pouco como o trabalho da equipa de chassis; começamos logo que o regulamento foi publicado.”
Um dos exemplos em que esta tecnologia pode ser útil é fácil de entender. Algumas entradas de ar que são adicionadas ao chassis servem apenas para arrefecer o motor, com perdas a nível da eficiência aerodinâmica. Com este tipo de tecnologia, essas entradas de ar poderão ser simplesmente eliminadas e com isso a eficiência aerodinâmica dos carros ser melhorada. É mais uma oportunidade que se abre e que a F1 fará questão de aproveitar.
Fonte: Autosport

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (23) Acrocomia aculeata (48) Agricultura (102) Agroenergia (119) Agroindústria (20) Agronegócio (115) Agropecuária (34) Água (1) Àgua (1) Alimentos (284) Amazônia (19) animal nutition (1) ANP (64) Arte (1) Artigo (26) Aspectos Gerais (177) Aviação (30) Aviation market (16) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (378) Biodiesel (268) Bioeconomia (57) Bioeletricidade (25) Bioenergia (165) Biofertilizantes (4) Biofuels (102) Bioinsumos (1) Biomass (7) Biomassa (85) Biomateriais (5) Biopolímeros (7) Bioproducts (2) Bioprodutos (15) Bioquerosene (36) Biotechnology (34) Biotecnologia (63) Bolsa de Valores (22) Brasil (11) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (7) Carbonatação (1) Carbono Zero (4) Carvão Ativado (6) CBios (47) CCEE (1) Celulose (6) Cerrado (12) Ciência e Tecnologia (284) Clima e ambiente (242) climate changed (42) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (26) Comércio (15) Consciência Ecológica (20) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (27) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (22) Cultivo (113) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (118) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (169) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (14) Eficiência energética (40) Empreendedorismo (3) Empresas (26) Energia (82) Energia Renovável (235) Energia Solar Fotovoltaica (16) Etanol (66) Europa (1) event (10) Eventos (113) Exportações (67) Extrativismo (49) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (1) Floresta plantada (97) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (98) Green Economy (125) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (78) Instituição (1) Investimento (1) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (556) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (90) MAPA (10) Matéria Prima (1) Meio Ambiente (171) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4021) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (64) Mercado Internacional (36) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (16) Mundo (35) Nações Unidas (1) net-zero (2) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (242) Óleos Essenciais (3) ONGs (1) ONU (7) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (16) Paris Agreement (85) Pecuária (73) Pegada de Carbono (77) Personal Care (3) Pesquisa (33) Petrobras (9) Petróleo (24) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (15) Política (74) Preços (28) Preservação Ambiental (20) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produtividade (31) Produtos (150) Proteção Ambiental (6) proteína vegetal (28) Recuperação de área Degradada (41) Recuperação Econômica (3) Relatório (8) renewable energy (18) RenovaBio (50) Research and Development (10) Resíduos (3) SAF (3) Safra (1) Saúde e Bem-Estar (90) science and technology (46) Sebo (4) Segurança Alimentar (78) Segurança Energética (12) Selo Social (4) Sistema Agroflorestal (20) Sistemas Integrados (8) Soil (9) Soja (57) Solos (22) Sustainability (51) Sustainable Energy (66) Sustentabilidade (492) Tecnologia (24) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (233) World Economy (76)

Total de visualizações de página