Buscar

Projeto 'Juruti Up' incentiva jovens a empreender negócios da floresta amazônica

terça-feira, maio 28, 2019

Projeto 'Juruti Up' incentiva jovens a empreender negócios da floresta amazônica
Foto: IJUS/Divulgação
Cerca de 150 jovens participaram no fim de semana em Juruti, oeste do Pará, da primeira edição do workshop Despertar, uma das atividades do projeto Juruti UP, iniciativa que tem a participação de diversas instituições, dentre elas o Centro de Empreendedorismo da Amazônia (CEAMA) que executa o programa, com incentivo financeiro da Alcoa Foundation.

A programação realizada no Sítio Oásis, com jovens que desenvolvem atividades de incentivo ao empreendedorismo sustentável, contou com apresentação de oportunidades relacionadas aos recursos naturais, culturais e sociais da Amazônia, aliada a dinâmicas comportamentais e atividades em equipe.

Para o secretário de Educação de Juruti, Jonas Moraes, parcerias como essas possibilitam que Juruti, que já tem o título de cidade empreendedora, possa fazer muito mais pelos jovens. “Nós queremos que os nossos jovens sejam também empreendedores e a partir deste programa, certamente sairão aptos a fazer um trabalho efetivo, visto que já tem jovens aqui em Juruti que estão atuando nessa área”, destacou.

Projeto Juruti Up desenvolvem atividades de incentivo ao empreendedorismo sustentável junto a jovens de Juruti — Foto: IJUS/Divulgação
Projeto Juruti Up desenvolvem atividades de incentivo ao empreendedorismo sustentável junto a jovens de Juruti — Foto: IJUS/Divulgação
A expectativa é que as primeiras edições das oficinas do projeto neste ano reúnam em torno de 300 jovens da cidade e de Juruti Velho. Ao todo, 14 grupos foram formados, com 7 cadeias produtivas importantes para a região. O programa busca despertar e alavancar ideias de negócios sustentáveis com foco na floresta, biodiversidade e agricultura sustentável. Por meio do projeto, durante dois anos serão realizados workshops e eventos de empreendedorismo sustentável e inovação, levando os participantes a desenvolverem ações concretas de empreendedorismo.

O gerente de Relações Institucionais da Alcoa Juruti, Rogério Ribas ressaltou que os investimentos da Alcoa Foundation e todas as iniciativas voluntárias da Alcoa são o legado de sustentabilidade que a empresa está construindo e deixando para Juruti, com o olhar no futuro e no fortalecimento do município, independentemente da atividade mineral. “Então, esses jovens, através da criatividade, vão trazer esse olhar que vai definir muitos projetos de negócios para Juruti. O Juruti UP quer realmente levar Juruti pra cima, através desses jovens”, esclareceu.

Primeira edição do projeto Juruti Up, em Juruti, oeste do Pará, reuniu 150 jovens — Foto: IJUS/Divulgação
Primeira edição do projeto Juruti Up, em Juruti, oeste do Pará, reuniu 150 jovens — Foto: IJUS/Divulgação

Empreendedorismo sustentável

O Juruti Up busca estimular o empreendedorismo nos jovens, para que eles possam criar ideias de negócios que valorizem os recursos naturais e humanos da região e gerar impacto positivo na cidade.

Segundo o diretor executivo do Centro de Empreendedorismo da Amazônia – Ceama-, Raphael Medeiros, o objetivo é despertar para o empreendedorismo e ajudar os jovens a ter ideias de negócios que ganhem dinheiro, conservem a floresta e respeitem as pessoas, enquanto desenvolvem a região economicamente.

“Nós estamos hoje na maior floresta tropical do mundo, que detém a maior biodiversidade do planeta e precisamos fazer com que os jovens abram seu campo de visão para essa região, que é a mais rica do mundo, porém não é enxergada por nós, amazônicos. Pensamos ter oportunidades em outros locais, quando nós estamos no lugar que o mundo inteiro quer estar", disse Raphael Medeiros.

Ideias de negócios da floresta foram apresentadas durante o workshop do projeto Juruti Up — Foto: IJUS/Diulgação
Ideias de negócios da floresta foram apresentadas durante o workshop do projeto Juruti Up — Foto: IJUS/Diulgação
Alex Alves, estudante universitário participante da oficina, resumiu que no encontro foram abordados temas que são bastante presentes na vida de Juruti, como a pesca, agricultura, o artesanato e como explorar isso de forma sustentável, sem agredir o meio ambiente, gerando economia para as famílias. “Esse evento é para abrir os olhos e despertar para essa riqueza que nós temos e muitas vezes deixamos de lado”.

O diretor de Juventude do Instituto Juruti Sustentável – IJUS, Feliph Rocha, observou que a iniciativa converge com a atuação do IJUS Jovem e que cada vez mais a juventude de Juruti demonstra que quer empreender. “Nós temos oportunidades aqui na nossa terra e não precisamos ir longe para ter algo. O resultado de hoje no Despertar vem comprovar o interesse do jovem de Juruti com o desenvolvimento do município”.

O projeto conta com apoio do Instituto Juruti Sustentável (Ijus), Prefeitura de Juruti por meio das secretarias de Educação, de Produção e de Cultura, Universidade da Amazônia, Casa do Empreendedor de Juruti, Escola Diamante, Universidade Federal do Oeste do Pará e Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Emanuel Salgado Vieira. A Fundação Alcoa investe cerca de R$ 800 mil neste projeto em Juruti.

Fonte: G1

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página