Buscar

Maior demanda de biodiesel vai afetar portos, diz consultoria

quarta-feira, março 28, 2018


Maior demanda de biodiesel vai afetar portos, diz consultoria

O aumento do percentual de biodiesel na mistura do diesel comercializado no Brasil deverá reduzir de 5% a 15% a demanda por armazenamento de combustíveis líquidos em portos brasileiros, segundo a consultoria Terrafirma

Começou a valer no dia 1º de março uma decisão do CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) que aumentou de 8% para 10% a proporção de óleo produzido a partir de biomassa no diesel comercializado no Brasil.
Isso deverá levar a uma reversão: do déficit de 9,8 milhões de metros cúbicos de diesel importados em 2017 para um superávit de 0,4 milhão em 2030, diz Julio Favarin, sócio-diretor da consultoria.
"Haverá um alívio para a infraestrutura portuária, que estava bastante estressada com importações desde a mudança da política de preços da Petrobras", diz ele.
"Não se trata necessariamente de um movimento desejado, porque, no final, representará também perda de faturamento [para os terminais portuários]."
Entidades setoriais como a ABTL (Associação Brasileira de Terminais de Líquidos) e a ATP (Associação dos Terminais Privados) afirmam que ainda não há avaliações conclusivas sobre o impacto.
Fonte: Folha de São Paulo


Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página