Buscar

Representantes do Mercosul debatem políticas para agricultura familiar em 2021

quarta-feira, agosto 18, 2021


Os coordenadores nacionais da Reunião Especializada sobre Agricultura Familiar do Mercosul (Reaf) se reuniram, nesta terça-feira (17), em evento virtual para consolidar o planejamento das atividades que serão realizadas até dezembro de 2021, durante a 35ª Reaf, e os temas condutores dos debates. Participaram do encontro representantes da Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Paraguai e Uruguai.

O evento é o primeiro após o Brasil assumir, em julho, a Presidência Pro Tempore da Reaf. Na reunião, o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e atual presidente da Reaf, César Halum, reafirmou o compromisso do Brasil com o andamento das atividades.

“Agradeço a todos os coordenadores nacionais pela receptividade e quero dizer que vamos dar continuidade àquilo que vinha sendo proposto. A Década da Agricultura Familiar se encerra em 2028, até lá temos que ter conquistado todas as nossas proposituras. Como a Presidência Pro Tempore da Reaf é semestral, precisamos estar muito bem alinhados para que cada país dê continuidade ao planejamento e aos pilares que vão definir o futuro”, afirmou César Halum.

Dentre os temas centrais a serem trabalhados durante a presidência brasileira está o fortalecimento e a inovação das políticas públicas de financiamento para a agricultura familiar no Mercosul, para que promovam o desenvolvimento do pequeno produtor, contribuindo para a redução da pobreza rural, melhoria da qualidade de vida e recuperação daqueles prejudicados pela pandemia do Coronavírus.

As políticas públicas brasileiras de crédito, como por exemplo o Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), chamam a atenção dos integrantes do Mercosul e são consideradas modelo de referência. Atualmente, o Brasil desempenha um importante papel na disseminação de boas práticas para países que não possuem uma estrutura de financiamento para a agricultura familiar. 

O cooperativismo e o associativismo também têm espaço garantido nos debates da 35ª Reaf e são vistos como potenciais ferramentas propulsoras da agricultura familiar, capazes de contribuir na geração de conhecimento, na organização de suas cadeias produtivas, na prestação de assistência técnica e no processo de comercialização e acesso a mercados. Para discutir o tema, está prevista para o dia 31 de agosto uma reunião de articulação entre a Reaf e a Reunião Especializada de Cooperativas do Mercosul (RECM) com o objetivo de elaborar uma agenda conjunta.

O secretário técnico da Reaf, Lautaro Viscay, explicou como o cooperativismo e o associativismo serão trabalhados no âmbito da Reunião. “A ideia é que sejam produzidos estudos, envolvendo todos os países da região, a partir dos quais possamos identificar os gargalos e as soluções propostas para as cadeias que identificarmos como prioritárias. Possivelmente começando com a do queijo artesanal e também outras cadeias que vamos debater e priorizar para poder estudar e propor políticas concretas”.

Outro tema condutor será o Decênio da Agricultura Familiar (2019-2028), lançado pela Organização das Ações Unidas (ONU), com o objetivo de colocar em prática um plano de ação global para promover processos de desenvolvimento sustentável, que contribuam para a erradicação da fome e da pobreza na América Latina e Caribe. Neste sentido, o compromisso da 35ª Reaf é definir, junto à Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e ao Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), uma metodologia de trabalho para ser adotada pela agricultura familiar no Mercosul, que contribua para a construção do plano global.

A sanidade e inocuidade dos produtos da agricultura familiar estão na pauta dos países do Mercosul.  Durante os encontros da Reaf, serão discutidas ações práticas e recomendações para reforçar a capacidade de promoção da inocuidade dos alimentos na região. 


Reaf

Criada em 2004, a Reaf é um espaço para o diálogo participativo entre agricultores familiares, organizações, instituições rurais, academia e governos, com objetivo de pensar políticas públicas específicas para a agricultura familiar dos países integrantes do Mercosul. A criação da Reaf foi iniciada por uma demanda da Confederação dos Produtores Familiares do Mercosul (Coprofam), com apoio de governos e organizações internacionais.

De acordo com as normativas do Mercosul, a presidência é rotativa e trocada semestralmente, seguindo a ordem alfabética dos Estados Partes: Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, garantindo o equilíbrio entre os países que formam o bloco. Além desses, participam ativamente da Reaf outros estados associados como o Chile.

Informações à imprensa

Adriana Rodrigues

imprensa@agricultura.gov.br

Fonte: Governo do Brasil

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (34) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (289) Agricultura 4.0 (6) agriculture (1) Agroenergia (130) Agroindústria (26) Agronegócio (243) Agropecuária (57) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (18) Alimentos (365) Amazônia (75) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (89) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (447) Biodefensivos (4) Biodiesel (339) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (13) Bioeconomia (124) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (210) Biofertilizantes (11) Biofuels (104) Bioinsumos (16) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (26) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (2) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (85) BNDES (2) Bolsa de Valores (30) Brasil (78) Brazil (29) Cadeia Produtiva (16) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (6) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (19) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (4) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (15) Cerrado (24) Chuvas (6) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (403) Clima e ambiente (285) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (47) Consciência Ecológica (25) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (8) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (44) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (13) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (4) Desenvolvimento Sustentável (190) Desmatamento (6) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (97) Economia Circular (13) Economia Internacional (115) Economia Sustentável (4) Economia Verde (174) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (6) Emissões de Carbono (62) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (105) energia limpa (17) Energia Renovável (256) Energia Solar Fotovoltaica (23) ESG (26) Estudo (2) Etanol (82) Europa (2) event (11) Eventos (174) Exportações (93) Extrativismo (63) FAO (7) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (3) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (28) Floresta plantada (118) Fomento (42) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (14) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (200) Instituição (1) Insumos (5) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (12) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (598) Madeira (22) Mamona (1) Manejo (1) Manejo e Conservação (114) MAPA (34) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (311) Melhoramento e Diversidade Genética (74) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (45) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (19) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (42) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (10) Oil (51) Oleaginosas (102) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (2) ONGs (1) ONU (16) Oportunidade (6) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (91) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (81) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (6) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (84) Política Ambiental (2) Políticas (1) políticas públicas (2) Preços (71) Preservação Ambiental (53) Produção Agrícola (3) Produção Animal (8) Produção Integrada (2) Produção Sustentável (65) Produção vegetal (10) Produtividade (55) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (2) Qualidade do Ar (3) químicos verdes (1) reciclagem (1) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (33) regulamentação (3) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (6) Safra (3) Saúde e Bem-Estar (133) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (162) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (8) Soil (9) Soja (82) Solos (55) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (664) Tecnologia (60) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (270) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página