Buscar

Ministro participa do 1º Congresso do Hidrogênio para a América Latina e o Caribe - H2LAC 2021

quinta-feira, abril 15, 2021



O Ministro Bento Albuquerque participou, nesta quarta-feira (14/04), do 1º Congresso do Hidrogênio para a América Latina e o Caribe - H2LAC 2021. O evento, promovido pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e pelo grupo New Energy, reúne representantes de governo e setor privado, e foi aberto pelos ministros de Energia de Brasil, Chile, Uruguai, Colômbia e Costa Rica.

Bento Albuquerque defendeu que o Brasil e a região estão bem posicionados para se tornarem atores relevantes em hidrogênio, tanto para exportação quanto para atender aos mercados internos e contribuir para a descarbonização das matrizes. “Por sermos um país com vocação para energia renovável, com 83% da nossa matriz elétrica, temos potencial para gerar hidrogênio verde de forma altamente competitiva”, declarou o ministro.

O ministro recordou que o hidrogênio não é novidade no Brasil, que há quase vinte anos desenvolve planos específicos para o combustível e conta com laboratórios especializados, como o Núcleo de Pesquisa em Hidrogênio do Parque Tecnológico de Itaipu. Grupos privados têm investido em pesquisa e desenvolvimento em hidrogênio no País, que já conta com um mapeamento para hidrogênio, que leva em consideração possíveis interfaces com os programas de biocombustíveis, de gás natural e amônia.

Neste mês de abril, o Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) deverá aprovar resolução que estabelece o prazo de 60 dias para a elaboração das diretrizes do Programa Nacional de Hidrogênio. Em fevereiro, resolução do CNPE já determinou a destinação de recursos públicos de pesquisa e desenvolvimento ao hidrogênio, entre outras áreas prioritárias. “É um sinal claro de que buscamos o desenvolvimento de um parque tecnológico e industrial próprio nesse setor”, enfatizou o ministro.

Bento Albuquerque afirmou que “o objetivo do Brasil é dominar o ciclo tecnológico completo do hidrogênio”. “Nossa meta é o desenvolvimento de capacidades tecnológicas, industriais e de infraestrutura, com a geração de empregos de qualidade”, declarou.


Parcerias com o setor privado

O setor privado tem demonstrado interesse crescente no setor de hidrogênio no Brasil, em particular, o hidrogênio verde, produzido a partir de fontes renováveis. O grupo australiano Fortescue assinou, no início deste ano, memorando de entendimento com o Porto do Açu, no Rio de Janeiro, para desenvolver projetos industriais verdes. O projeto contempla a possibilidade de construção de uma usina de hidrogênio verde com capacidade de 300 MW e com potencial para produzir 250 toneladas de amônia verde por ano.

A empresa Enegix e o governo do estado do Ceará deram os primeiros passos para estabelecer um “hub de hidrogênio verde” no Porto de Pecém. Foram anunciados estudos para o que pode vir a ser o maior empreendimento em hidrogênio verde do mundo, com investimentos estimados em US$ 5,4 bilhões.

“O hidrogênio está cada vez mais na pauta das nossas conversações com um conjunto amplo de parceiros internacionais, entre governos e empresas, independentemente das cores das rotas”, afirmou o ministro. “No Brasil, o objetivo é dominar o ciclo tecnológico completo do hidrogênio. Nossa meta é o desenvolvimento de capacidades tecnológicas, industriais e de infraestrutura, com a geração de empregos de qualidade”, disse.

Bento Albuquerque encerrou ressaltando que o sucesso da transição energética global dependerá, em grande parte, da implementação de todas as tecnologias e fontes viáveis, a fim de fazer frente à necessidade de reduzir de forma abrangente as emissões de CO2. “O hidrogênio verde está no centro das nossas atenções e tem demonstrado grande atratividade, até porque já dispomos de abundante eletricidade limpa e competitiva. Não há escolha tecnológica única, não há receita universal. Cabe a cada país identificar as suas vantagens competitivas e aproveitá-las ao máximo e, ao mesmo tempo, contribuir para o compromisso coletivo no sentido de um futuro de baixo carbono”, concluiu o ministro.

Fonte: Governo do Brasil


 

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (34) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (289) Agricultura 4.0 (6) agriculture (1) Agroenergia (130) Agroindústria (26) Agronegócio (240) Agropecuária (54) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (17) Alimentos (365) Amazônia (75) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (89) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (447) Biodefensivos (4) Biodiesel (339) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (13) Bioeconomia (124) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (210) Biofertilizantes (11) Biofuels (104) Bioinsumos (16) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (26) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (2) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (85) BNDES (2) Bolsa de Valores (30) Brasil (78) Brazil (29) Cadeia Produtiva (16) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (6) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (19) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (4) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (15) Cerrado (23) Chuvas (6) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (402) Clima e ambiente (285) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (47) Consciência Ecológica (25) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (8) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (44) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (13) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (4) Desenvolvimento Sustentável (189) Desmatamento (6) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (94) Economia Circular (13) Economia Internacional (114) Economia Sustentável (4) Economia Verde (174) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (6) Emissões de Carbono (62) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (104) energia limpa (17) Energia Renovável (256) Energia Solar Fotovoltaica (23) ESG (26) Estudo (2) Etanol (82) Europa (2) event (11) Eventos (174) Exportações (93) Extrativismo (63) FAO (6) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (3) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (28) Floresta plantada (118) Fomento (42) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (14) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (200) Instituição (1) Insumos (5) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (12) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (598) Madeira (22) Mamona (1) Manejo (1) Manejo e Conservação (114) MAPA (33) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (311) Melhoramento e Diversidade Genética (73) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (45) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (18) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (42) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (10) Oil (51) Oleaginosas (102) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (2) ONGs (1) ONU (15) Oportunidade (5) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (91) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (81) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (5) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (82) Política Ambiental (2) Políticas (1) políticas públicas (1) Preços (71) Preservação Ambiental (52) Produção Agrícola (3) Produção Animal (8) Produção Integrada (2) Produção Sustentável (65) Produção vegetal (10) Produtividade (54) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (2) Qualidade do Ar (3) químicos verdes (1) reciclagem (1) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (33) regulamentação (2) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (6) Safra (3) Saúde e Bem-Estar (133) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (160) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (8) Soil (9) Soja (82) Solos (54) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (664) Tecnologia (58) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (270) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página