Buscar

Solidariedade e sustentabilidade como diferenciais competitivos

quinta-feira, dezembro 24, 2020





No mundo corporativo, empresas e profissionais procuram, cada vez mais, deixar uma marca diferenciada, construir um legado e poder fazer algo além das suas atividades rotineiras, que possa contribuir para um mundo melhor. E, neste ano, em função da pandemia da Covid-19, ficou mais que visível, fora e dentro das organizações, o quanto o espírito colaborativo e de ajuda ao próximo é essencial. Nesse aspecto, a solidariedade ganha destaque, especialmente porque as pessoas vivem em sociedade e dependem sempre umas das outras.

Sendo assim, é importante observar, em primeiro lugar, que estamos falando de um valor humano universal, presente em todas as culturas. Inclusive, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu, na Assembleia Geral de 2005, o Dia Internacional da Solidariedade Humana, comemorado dezembro. A celebração tem como objetivo destacar a importância da ação coletiva para superar os problemas globais e alcançar as metas mundiais de desenvolvimento, de forma a construir um mundo melhor e mais seguro para todos.

Boa parte das empresas já tem aprimorado essa percepção e incorporado o tema à cultura organizacional. Afinal, se discutimos tanto sobre legado, ser solidário é também pensar nesse viés, uma vez que é importante se sensibilizar com a dor do outro e estender a mão para ajudá-lo de alguma maneira. Ou seja, é ser empático e ter escuta ativa, duas competências e habilidades (soft skills) cada vez mais exigidas, do estagiário ao presidente, dentro das corporações, assim como o espírito colaborativo e cocriativo. Além disso, praticando a solidariedade, todos os envolvidos se apropriam de situações positivas. Quer dizer que quem recebe o apoio é beneficiado, da mesma forma que quem oferece também tem muito a ganhar ao promover o bem-estar do próximo.

Com esse entendimento e após todos os graves impactos provocados pela pandemia à população desde os primeiros meses de 2020, o Terceiro Setor está em ascensão. As companhias perceberam as muitas necessidades da sociedade a partir daquele momento e a importância da colaboração de todos: poder público, iniciativa privada e pessoas físicas para superar a crise. Em todas as esferas, uma nova consciência surgiu. E as pessoas se engajaram em todo tipo de doações, não apenas pela causa, que é de todas as camadas sociais, mas também para ter a consciência tranquila de participar da construção de algo positivo para a sociedade.

Além disso, é importante lembrar que, em termos de carreira, atuar no Terceiro Setor agrega credibilidade ao currículo do profissional, que se mostra socialmente responsável. Quando a solidariedade está presente no dia a dia do indivíduo, a forma como ele enxerga a vida costuma ser diferente. Isso porque entende que tudo e todos estão conectados e cada qual tem uma missão e um propósito no mundo. Ninguém avança sozinho. Ao contrário, sempre precisamos uns dos outros mutuamente.

Dessa forma, independentemente do nível hierárquico ocupado na empresa, o colaborador pode promover ações solidárias genuínas, seja destinando seu tempo livre para apoiar pessoas, seja fornecendo suporte financeiro ou mesmo empreendendo seus conhecimentos técnicos para auxiliar organizações não governamentais (ONGs), por exemplo. De qualquer modo, uma coisa é certa: as empresas estão em constante busca por profissionais sustentáveis, o que vai muito além de tratar apenas do meio ambiente.

Por sua vez, as companhias têm a grande oportunidade de transformar essa corrente de generosidade inédita em algo permanente. Aquelas que não avançarem ainda mais na sustentabilidade – o que significa respeitar os aspectos socioambientais, a diversidade e agora também se mostrarem adeptas da solidariedade – serão cobradas e, dificilmente sobreviverão. Vale lembrar que os resultados de uma instituição não estão mais focados somente nos indicadores financeiros. Buscar a evolução da organização, das pessoas e da sociedade é uma das principais características da liderança sustentável.


Fonte: Jornal do Oeste

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (31) Acrocomia aculeata (64) Agricultura (225) Agricultura 4.0 (3) agriculture (1) Agroenergia (123) Agroindústria (25) Agronegócio (203) Agropecuária (50) Água (18) Àgua (1) Alimentação Saudável (9) Alimentos (347) Amazônia (60) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (75) Arte (1) Artigo (44) Aspectos Gerais (177) Aviação (32) Aviation fuel (4) Aviation market (20) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (413) Biodefensivos (1) Biodiesel (309) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (9) Bioeconomia (99) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (25) Bioenergia (196) Biofertilizantes (9) Biofuels (103) Bioinsumos (9) Biomass (7) Biomassa (88) Biomateriais (6) bioplásticos (1) Biopolímeros (15) Bioproducts (2) Bioprodutos (21) Bioquerosene (42) Biorrefinaria (2) Biotechnology (35) Biotecnologia (79) BNDES (2) Bolsa de Valores (27) Brasil (39) Brazil (29) Cadeia Produtiva (15) Capacitação (25) CAR (3) Carbonatação (1) Carbono Neutro (2) Carbono Zero (17) Carvão Ativado (8) carvão vegetal (2) CBios (67) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (12) Cerrado (21) Chuvas (4) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (363) Clima e ambiente (265) climate changed (52) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (95) Combustíveis Fósseis (38) Comércio (45) Consciência Ecológica (24) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (39) Crédito de Carbono (41) Crédito Rural (13) Créditos de Descarbonização (24) Culinária (1) Cultivo (121) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (5) Dados (1) Davos (4) Dendê (4) Desafios (3) Desenvolvimento Sustentável (166) Desmatamento (4) Diesel (17) Diesel Verde (21) eco-friendly (5) Economia (84) Economia Circular (10) Economia Internacional (112) Economia Sustentável (4) Economia Verde (172) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (18) Eficiência energética (51) Emissões de Carbono (42) Empreendedorismo (7) Empresas (111) Energia (95) energia limpa (6) Energia Renovável (250) Energia Solar Fotovoltaica (21) ESG (11) Estudo (1) Etanol (79) Europa (1) event (11) Eventos (143) Exportações (87) Extrativismo (59) FAO (5) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (2) Fibras (9) Finanças (5) Floresta (23) Floresta plantada (107) Fomento (32) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (6) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (113) Green Economy (127) health (23) História (1) IBP (1) ILPF (1) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (148) Instituição (1) Insumos (2) Investimento (4) IPCC (14) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (9) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (51) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (580) Madeira (16) Mamona (1) Manejo e Conservação (104) MAPA (27) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (2) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (261) Melhoramento e Diversidade Genética (71) Mercado (4095) Mercado de Combustíveis (64) Mercado Financeiro (10) Mercado florestal (72) Mercado Internacional (43) Metas (4) Micotoxinas (1) Milho (16) Minas Gerias (1) MME (42) Mudanças Climáticas (33) mudas (2) Mundo (122) Nações Unidas (3) Negócios (5) net-zero (27) Nutrição animal (18) nutrition (9) Oil (51) Oleaginosas (96) Oleochemicals (10) Óleos (250) Óleos Essenciais (7) Óleos Vegetais (18) OMC (2) ONGs (1) ONU (14) Oportunidade (5) Oportunidades (6) other (1) Palm (1) Palma (27) palmeiras (1) Paris Agreement (93) Pecuária (88) Pegada de Carbono (97) Personal Care (3) Pesquisa (70) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (31) PIB (5) pirólise (3) Plant Based (27) Política (81) Política Ambiental (2) Preços (56) Preservação Ambiental (43) Produção Animal (7) Produção Integrada (1) Produção Sustentável (56) Produção vegetal (7) Produtividade (48) Produtos (150) Proteção Ambiental (11) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação Ambiental (4) Recuperação de área Degradada (45) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (21) regulamentação (2) Relatório (13) renewable energy (19) RenovaBio (70) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (11) Sabão (1) SAF (6) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (119) science and technology (47) Sebo (5) Segurança Alimentar (133) Segurança Energética (13) Selo Social (11) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (36) Sistemas Integrados (19) Sociobiodiersidade (3) Soil (9) Soja (70) Solos (49) Sustainability (58) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (606) Tecnologia (45) Tempo (1) Títulos verdes (2) Transportes (5) Turismo Sustentável (6) Unica (1) Vídeo (251) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página