Buscar

Raízen assume compromissos para 2030 e reforça sua agenda de sustentabilidade

terça-feira, outubro 13, 2020




Raízen assume compromissos para 2030 e reforça sua agenda de sustentabilidade


Ao anunciar metas públicas que contribuem para os ODSs da ONU, empresa alavanca sua vocação e interesse em conduzir de maneira sustentável seus negócios


A Raízen, referência em biocombustíveis e bioenergia, sempre esteve focada desde a sua formação, em 2011, em garantir crescimento em seus negócios de maneira eficiente e sustentável gerando valor para seus stakeholders, principalmente por meio do ganho de produtividade nos canaviais, uso eficiente da terra e recursos através de técnicas inovadoras no campo, além de inciativas que fortalecessem o desenvolvimento sustentável ao longo de toda cadeia produtiva, incluindo seus parceiros comerciais.


Ao completar quase 10 anos de atuação, onde a jornada de sustentabilidade ocupou um espaço importante, a empresa assume publicamente oito compromissos a serem atingidos até 2030, em linha com 14 dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), instituídos pela Organização das Nações Unidas (ONU). Com mais esse passo, a companhia busca fortalecer ainda mais sua atuação responsável e seu interesse genuíno em alavancar o desenvolvimento sustentável em toda sua cadeia.


Os compromissos são:

MUDANÇAS CLIMÁTICAS E TRANSIÇÃO ENERGÉTICA

Reduzir a pegada de carbono do etanol e açúcar em 10%;


GESTÃO HÍDRICA

Reduzir a captação de água em 10%;


USO DA TERRA

Aumentar o indicador GJ/ha em 15%, além de garantir um sistema robusto para rastreabilidade de 100% do volume de cana moído;


CANA-DE-AÇÚCAR SUSTENTÁVEL

Garantir programas de sustentabilidade internacionalmente reconhecidos para as fontes de cana-de-açúcar, assim como atingir e manter todas as unidades em operação, certificadas por um padrão internacionalmente reconhecido;


DIREITOS HUMANOS

Promover avanços na área de direitos humanos em suas operações e em sua cadeia de suprimentos;


ÉTICA E COMPLIANCE

Influenciar de maneira ativa parceiros estratégicos a eliminarem os riscos de violação dos valores de E&C da Raízen.


“Enquanto uma empresa integrada de energia, a Raízen sempre teve o compromisso de buscar soluções sustentáveis e inovadoras para os desafios energéticos por meio de investimentos na diversificação do portfólio de produtos renováveis”, destaca Marina Carlini, gerente de Desenvolvimento Sustentável da Raízen.


“Firmar esses compromissos publicamente demonstra claramente para a sociedade que o foco da Raízen é oferecer alternativas renováveis que foram produzidas de maneira sustentável, gerando assim reflexos positivos para toda cadeia produtiva e sociedade”, pontua a executiva.


Dentre algumas atuações que a Raízen já tem consolidada em seu portfólio destaca-se o Programa ELO, inciativa inédita no setor sucroenergético mundial que tem como objetivo gerar valor para os produtores rurais através de um processo robusto de engajamento para a adoção de boas práticas ambientais, trabalhistas e de gestão.


Assim como a companhia já conta com um programa sólido de gestão hidríca, o ReduZa. Em prática há quatro safras, é o programa responsável pela redução da captação de água nas unidades produtoras da Raízen. Desde seu início, a iniciativa já reduziu a captação de 10,9 bilhões de litros.


A Raízen ainda participa de programas voluntários de mercado que exigem critérios rígidos, como por exemplo Bonsucro, CARB (California Air Resources Board), EPA (United States Environmental Protection Agency) e RenovaBio. Ao atender essas exigências ambientais e sociais, a companhia fica habilitada a operar em mercados e junto a clientes que consideram aspectos de sustentabilidade em seus processos de compra.


São iniciativas como esta que garantem que o portfólio de produtos da Raízen atenda as melhores práticas de sustentabilidade do mercado. E também por entender que economia circular é a forma mais eficiente de explorar os atributos da cana-de-açúcar, a empresa investe constantemente na transformação da indústria explorando as oportunidades existentes na transição energética.


Um exemplo disso é o etanol de 2º geração (E2G) um produto fundamental para a evolução da matriz energética brasileira e global de baixo carbono. Uma tecnologia disruptiva totalmente alinhada aos princípios da sustentabilidade, produzindo mais com menos. Assim como o próprio etanol, que além de gerar uma redução significativa de emissões de gases de efeitos estufa, contribui para o programa RenovaBio, iniciativa que visa promover a descarbonização do setor de transportes no Brasil.


“Assumir compromissos sustentáveis é o movimento que precisávamos para corroborar com toda a atuação que sempre tivemos, desde a criação da Raízen. Sabemos que os desafios são inúmeros, mas a partir de todas as iniciativas que sempre permearam a nossa história somada a uma vontade de fazer ainda mais, acreditamos que conseguiremos cumprir tudo o que instituímos publicamente”, conclui Carlini.


Fonte: RPA News

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (24) Acrocomia aculeata (51) Agricultura (126) Agroenergia (120) Agroindústria (22) Agronegócio (129) Agropecuária (38) Água (4) Àgua (1) Alimentos (306) Amazônia (27) animal nutition (1) ANP (67) Arte (1) Artigo (31) Aspectos Gerais (177) Aviação (31) Aviation market (17) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (382) Biodiesel (272) Biodiversidade (3) Bioeconomia (66) Bioeletricidade (25) Bioenergia (169) Biofertilizantes (5) Biofuels (102) Bioinsumos (3) Biomass (7) Biomassa (86) Biomateriais (6) Biopolímeros (8) Bioproducts (2) Bioprodutos (16) Bioquerosene (38) Biorrefinaria (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (68) Bolsa de Valores (22) Brasil (14) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (9) Carbonatação (1) Carbono Zero (8) Carvão Ativado (6) CBios (48) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (8) Cerrado (13) Ciência e Tecnologia (300) Clima e ambiente (244) climate changed (46) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (28) Comércio (15) Consciência Ecológica (22) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (30) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (23) Culinária (1) Cultivo (120) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Dendê (2) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (132) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (170) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (15) Eficiência energética (42) Emissões de Carbono (4) Empreendedorismo (4) Empresas (34) Energia (83) Energia Renovável (237) Energia Solar Fotovoltaica (18) Etanol (68) Europa (1) event (11) Eventos (117) Exportações (69) Extrativismo (52) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (6) Floresta plantada (100) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (104) Green Economy (126) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (86) Instituição (1) Investimento (2) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (561) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (93) MAPA (12) Matéria Prima (1) matérias-primas (1) Meio Ambiente (188) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4027) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (65) Mercado Internacional (38) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (20) Mundo (44) Nações Unidas (1) net-zero (9) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (246) Óleos Essenciais (4) Óleos Vegetais (1) ONGs (1) ONU (9) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (18) Paris Agreement (87) Pecuária (78) Pegada de Carbono (81) Personal Care (3) Pesquisa (40) Petrobras (9) Petróleo (25) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (18) Política (75) Preços (30) Preservação Ambiental (25) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produção vegetal (2) Produtividade (32) Produtos (150) Proteção Ambiental (9) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação de área Degradada (43) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (1) Relatório (10) renewable energy (19) RenovaBio (51) Research and Development (10) Resíduos (5) SAF (3) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (92) science and technology (46) Sebo (5) Segurança Alimentar (90) Segurança Energética (12) Selo Social (5) Sistema Agroflorestal (21) Sistemas Integrados (10) Sociobiodiersidade (1) Soil (9) Soja (57) Solos (27) Sustainability (54) Sustainable Energy (67) Sustentabilidade (513) Tecnologia (26) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (234) World (1) World Economy (78) Zero-Carbon (1)

Total de visualizações de página