Buscar

Pesquisa que desenvolve biscoitos a partir do pequi é destaque em revista acadêmica

segunda-feira, setembro 21, 2020



Há pelo menos dois anos, um grupo de pesquisadores desenvolve produtos alimentícios do pequi e outros frutos como babaçu e macaúba.


A pesquisa científica da Faculdade de Tecnologia Centec (Fatec Cariri), em Juazeiro do Norte, que desenvolve biscoitos a partir do pequi — fruto típico da região — foi destaque na edição de setembro da Agrotec, revista  agropecuária técnica, da Universidade Federal da Paraíba (UFPB). Este trabalho é desenvolvido há pelo menos dois anos, através do Grupo de Pesquisa em Biotecnologia de Produtos Naturais (BPN), do curso superior de Tecnologia em Alimentos.  


O professor Erlânio Oliveira, que coordena o trabalho, explica que o projeto se propõe a elaborar biscoito tipo “cookies”, enriquecidos com a torta da amêndoa do pequi, que geralmente são descartadas no meio ambiente após a extração de óleo. 


“O objetivo foi dar direcionamento a estes resíduos, com valor nutricional significativo e amenizar a perda de uma matéria-prima que contém nutrientes fundamentais a saúde”, justifica.  


Em atividades desde 2018, o Grupo de Pesquisa em Biotecnologia de Produtos Naturais (BPN), liderado pelos professores Erlânio Oliveira e Cícera Gomes, conta com a participação de pesquisadores e colaboradores do Cariri, que se interessam pelo estudo e divulgação de temas relacionados a caracterização nutricional de produtos vegetais in natura e processados e o reaproveitamento de subprodutos para uso em desenvolvimento de novos produtos alimentícios.


Ampliação

Além do tradicional pequi, o BPN trabalha com babaçu e macaúba, aproveitando quase tudo destes frutos. Da polpa, extrai o óleo e, do resíduo que resta, produz farinhas, que acabam gerando outros produtos de gênero alimentício, como bolos e biscoitos, que já passaram por análise sensorial em feiras e eventos.  


Cada farinha determina o tipo de receita que pode ser feita. Da macaúba, por exemplo, por causa da coloração, é ideal para ser usada na fabricação de pães. Já com a amêndoa da macaúba pode ser utilizada na fabricação de biscoitos. Segundo o professor Erlânio, a composição feita com frutos nativos possui uma variedade nutricional maior que a farinha de trigo, utilizada convencionalmente. 


O projeto possui outras duas etapas: criar um plano de negócio para tentar colocar alguns produtos no mercado; e visitar comunidades da Chapada do Araripe, onde os frutos são colhidos, para ensinar como funciona o processamento destes alimentos, para que os extrativistas tenho uma renda extra.  


O artigo publicado com o título “Elaboração e qualidade de biscoitos tipo cookie enriquecidos com torta da prensagem da amêndoa de Caryocar coriacium Wittm” pode ser acessado aqui


Fonte: Diário do Nordeste

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (37) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (297) Agricultura 4.0 (8) agriculture (1) Agroenergia (130) Agroindústria (32) Agronegócio (252) Agropecuária (58) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (22) Alimentos (367) Amazônia (77) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (93) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (451) Biodefensivos (10) Biodiesel (346) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (15) Bioeconomia (126) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (211) Biofertilizantes (12) Biofuels (104) Bioinsumos (19) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (27) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (3) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (86) BNDES (2) Bolsa de Valores (35) Brasil (101) Brazil (29) Cadeia Produtiva (17) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (7) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (20) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (6) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (16) Cerrado (25) Chuvas (10) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (415) Clima e ambiente (288) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (48) Consciência Ecológica (26) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (16) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (48) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (2) Curso (14) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (5) Desenvolvimento Sustentável (206) Desmatamento (12) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (100) Economia Circular (14) Economia Internacional (126) Economia Sustentável (5) Economia Verde (176) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (13) Emissões de Carbono (63) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (105) energia limpa (17) Energia Renovável (257) Energia Solar Fotovoltaica (23) ESG (26) Estudo (2) Etanol (84) Europa (2) event (11) Eventos (176) Exportações (94) Extrativismo (63) FAO (7) Farelos (46) farm (1) Fertilidade (3) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (30) Floresta plantada (119) Fomento (42) Food (42) food security (9) forest (1) Fruticultura (15) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (9) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (202) Instituição (1) Insumos (7) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (14) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (599) Madeira (23) Mamona (1) Manejo (2) Manejo e Conservação (114) MAPA (35) Máquinas e equipamentos (2) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (313) Melhoramento e Diversidade Genética (78) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (52) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (24) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (56) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (11) Oil (51) Oleaginosas (105) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (3) ONGs (1) ONU (19) Oportunidade (8) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (92) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (87) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (6) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (87) Política Ambiental (4) Políticas (1) políticas públicas (2) Preços (73) Preservação Ambiental (56) Produção Agrícola (11) Produção Animal (9) Produção Integrada (2) Produção Sustentável (73) Produção vegetal (13) Produtividade (61) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (3) Qualidade do Ar (4) químicos verdes (1) reciclagem (2) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (35) regulamentação (3) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (12) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (8) Safra (5) Saúde e Bem-Estar (135) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (166) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (6) silvicultura (3) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (8) Soil (9) Soja (96) Solos (57) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (673) Tecnologia (64) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (271) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página