Buscar

Mudanças climáticas podem reduzir em até 10% o plantio de milho safrinha no Brasil

quarta-feira, julho 29, 2020

Colheita do milho 2ª safra em Mato Grosso do Sul tem estimativa de ...

As mudanças climáticas podem afetar em até 10% o plantio de milho segunda safra no Brasil até 2035. A conclusão é de um estudo liderado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Ambientais (Nepam) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp) em âmbito internacional.

A pesquisa faz parte de um acordo de cooperação com o Belmont Forum, iniciativa internacional entre organizações e conselhos composta por cientistas em todo o mundo. Por sua vez, esse estudo integra um grande projeto com 25 pesquisadores internacionais de Estados Unidos, China, Reino Unido e outros.
Para chegar a conclusão sobre o grão brasileiro, foram analisados os dados de produtividade dos 10 maiores Estados produtores de milho e soja entre 2001 e 2018 através de um modelo baseado em agentes para mudanças no uso da terra. Nos 17 anos, a área plantada registrou um aumento médio de 1,75% ao ano.

No caso do milho safrinha, o problema é que a produção, ao final da colheita da soja, ocorre em março, período em que há uma redução da disponibilidade d’água com o menor volume das chuvas.

"E se a duração da estação chuvosa no Mato Grosso for insuficiente para a produção de duas safras? Ou mesmo no Matopiba, área que sai do Cerrado e pega parte da Caatinga? Eventos como a seca podem ser mais drásticos nessas regiões", analisa Mateus Batistella, pesquisador da Unicamp e da Embrapa Informática Agropecuária.
Crescimento exponencial

Mateus Batistella lembra que, há 15 anos, o plantio do milho segunda safra era incipiente no Brasil. No entanto, a produção do grão (segundo maior grão da produção brasileira) cresceu e a área plantada na segunda safra saiu de 3,1 milhões de hectares para 13,6 milhões de hectares.

Além disso, o montante decorrente da entressafra somou 73,5 milhões das 100 milhões de toneladas de milho produzidas no país em 2019/2020. “Com o aperfeiçoamento dos sistemas tecnológicos, foi possível acomodar duas safras no sistemas produtivos”, ressalta. Batistella lembra, no entanto, que a incidência de fenômenos naturais vem ocorrendo com maior frequência nos últimos anos, a exemplo do El Niño, fator que pode comprometer o futuro da produção brasileira.

Um exemplo mais claro das mudanças climáticas foi a estiagem na agricultura gaúcha entre dezembro de 2019 e janeiro deste ano. Cálculos da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) estimam que a quebra de safra foi de 27% para o cultivo de milho e de 39% para as áreas de soja, com prejuízos de R$ 36 bilhões para a economia gaúcha.

Segundo o pesquisador, os riscos apontados no levantamento indicam a necessidade de ações de governança regional e local da produção. Para evitar possíveis problemas, ele sugere medidas como a ampliação dos sistemas de irrigação nas propriedades rurais e o aumento de variedades de sementes resistentes à seca - o que pode reverter possíveis prejuízos.Outra solução, diz ele, é a diversificação de diferentes culturas em uma mesma propriedade, com a adoção da integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF), sistema desenvolvido em 2005 visando a manutenção da saudabilidade da produção, o aumento de produtividade e a eliminação de pragas.

Não menos importante é a preservação ambiental dos biomas brasileiros, o que ajuda a manter limpa a água utilizada no sistema produtivo e os nutrientes necessários no solo para boas produtividades no longo prazo. “A relação entre clima e chuva afeta o capital do solo. Essa curva pode ter maior oscilação, gerando imprevisibilidade nos sistemas produtivos”, avalia Batistella.



Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (25) Acrocomia aculeata (51) Agricultura (127) Agroenergia (120) Agroindústria (22) Agronegócio (129) Agropecuária (38) Água (4) Àgua (1) Alimentos (308) Amazônia (28) animal nutition (1) ANP (67) Arte (1) Artigo (31) Aspectos Gerais (177) Aviação (31) Aviation market (17) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (382) Biodiesel (272) Biodiversidade (3) Bioeconomia (66) Bioeletricidade (25) Bioenergia (169) Biofertilizantes (5) Biofuels (102) Bioinsumos (3) Biomass (7) Biomassa (86) Biomateriais (6) Biopolímeros (8) Bioproducts (2) Bioprodutos (16) Bioquerosene (38) Biorrefinaria (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (68) Bolsa de Valores (22) Brasil (14) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (9) Carbonatação (1) Carbono Zero (9) Carvão Ativado (6) CBios (48) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (8) Cerrado (13) Ciência e Tecnologia (301) Clima e ambiente (245) climate changed (46) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (28) Comércio (15) Consciência Ecológica (22) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (31) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (23) Culinária (1) Cultivo (120) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Dendê (2) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (132) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (170) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (15) Eficiência energética (43) Emissões de Carbono (4) Empreendedorismo (4) Empresas (34) Energia (83) Energia Renovável (238) Energia Solar Fotovoltaica (19) Etanol (68) Europa (1) event (11) Eventos (117) Exportações (69) Extrativismo (52) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (7) Floresta plantada (100) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (104) Green Economy (126) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (86) Instituição (1) Investimento (2) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (561) Madeira (12) Mamona (1) Manejo e Conservação (93) MAPA (13) Matéria Prima (1) matérias-primas (1) Meio Ambiente (189) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4027) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (65) Mercado Internacional (38) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (21) Mundo (44) Nações Unidas (1) net-zero (10) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (246) Óleos Essenciais (4) Óleos Vegetais (1) ONGs (1) ONU (9) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (18) Paris Agreement (87) Pecuária (78) Pegada de Carbono (81) Personal Care (3) Pesquisa (40) Petrobras (9) Petróleo (25) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (20) Política (75) Preços (30) Preservação Ambiental (26) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produção vegetal (2) Produtividade (32) Produtos (150) Proteção Ambiental (9) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação de área Degradada (43) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (1) Relatório (10) renewable energy (19) RenovaBio (51) Research and Development (10) Resíduos (5) SAF (3) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (92) science and technology (46) Sebo (5) Segurança Alimentar (92) Segurança Energética (12) Selo Social (5) silvicultura (1) Sistema Agroflorestal (21) Sistemas Integrados (10) Sociobiodiersidade (1) Soil (9) Soja (57) Solos (27) Sustainability (54) Sustainable Energy (67) Sustentabilidade (515) Tecnologia (26) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (234) World (1) World Economy (78) Zero-Carbon (1)

Total de visualizações de página