Buscar

Avaliação de antioxidantes naturais na estabilidade de biodiesel de soja

sexta-feira, junho 19, 2020

Este popular aceite utilizado para freír entra en la 'lista negra ...

Autores: Erissandro dos Santos Silva (PPGCNB/UFCG, quimikaa@gmail.com), Marta Maria da Conceição (DTA/UFPB, martamaria8@yahoo.com), Franklin Damião Xavier (PPGQ/UFPB, franklind19@gmail.com), Denise Domingos da Silva (CES/UFCG, dedomingos@gmail.com), Angela Maria Tribuzy Magalhães Cordeiro (DTA/UFPB, atribuzycordeiro@gmail.com), Maristela Alves Alcantara (PPGCTA/UFPB, maristelalves@gmail.com), Ieda Maria Garcia dos Santos (CCEN/UFPB, ieda@quimica.ufpb.br)

Resumo: O processo oxidativo do biodiesel durante o armazenamento gera compostos indesejáveis, a exemplo de peróxidos e hidroperóxidos, alterando suas propriedades, reduzindo o tempo de vida útil e ocasionando problemas no motor, como a corrosão (CREMONEZ et al., 2016). Para inibir o processo oxidativo do biodiesel podese adicionar antioxidantes, os quais podem ser sintéticos ou obtidos de extratos de plantas. Os antioxidantes naturais apresentam várias vantagens em relação aos antioxidantes sintéticos, tais como: são de origem natural, apresentam elevada biodegradabilidade, podem ser obtidos com menores custos (ZHOU et al., 2017). O maracujá é uma planta de flores exóticas, do gênero Passiflora, que engloba, aproximadamente, 450 espécies. A Passiflora edulis é uma das espécies mais conhecidas, popularmente chamada de maracujá amarelo, tem fácil adaptação a regiões de climas tropicais. Sua aplicabilidade é vasta, pode ser utilizado, por exemplo, como um relaxante suave e apresenta atividade antioxidante (SILVA et al., 2014). O nim é uma árvore de origem indiana, pertencente à família das Meliáceas e cientificamente é conhecida como Azadirachta índica. Apresenta múltiplas aplicações, tais como: controle de pragas, produtos farmacêuticos, cosméticos e produção de madeira (TAKASE et al., 2015). Diante desse contexto, este trabalho objetivou analisar a eficiência dos extratos das folhas de maracujá e nim no controle do processo oxidativo do biodiesel metílico de soja durante 60 dias de armazenamento.

Trabalho completo: 7° Congresso da Rede Brasileira de Tecnologia e Inovação de Biodiesel, p. 100

Fonte: Ubrabio

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (23) Abiove (8) Acordo Internacional (19) Acrocomia aculeata (42) Agricultura (70) Agroenergia (94) Agroindústria (19) Agronegócio (87) Agropecuária (26) Alimentos (271) Amazônia (11) animal nutition (1) ANP (52) Arte (1) Artigo (17) Aspectos Gerais (177) Aviação (30) Aviation market (16) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (349) Biodiesel (243) Bioeconomia (46) Bioeletricidade (21) Bioenergia (133) Biofertilizantes (4) Biofuels (102) Biomass (7) Biomassa (81) Biomateriais (3) Biopolímeros (7) Bioproducts (2) Bioprodutos (13) Bioquerosene (36) Biotechnology (34) Biotecnologia (51) Bolsa de Valores (20) Brasil (11) Brazil (28) Cadeia Produtiva (12) Capacitação (4) Carbonatação (1) Carvão Ativado (6) CBios (40) CCEE (1) Celulose (6) Cerrado (9) Ciência e Tecnologia (265) Clima e ambiente (235) climate changed (41) CNA (1) Cogeração de energia (27) Combustíveis (73) Combustíveis Fósseis (23) Comércio (15) Consciência Ecológica (19) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (25) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (18) Cultivo (105) Curso (3) Davos (3) Desenvolvimento Sustentável (96) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (61) Economia Circular (3) Economia Internacional (108) Economia Verde (167) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (14) Eficiência energética (34) Empreendedorismo (2) Empresas (18) Energia (72) Energia Renovável (227) Energia Solar Fotovoltaica (13) Etanol (58) Europa (1) event (10) Eventos (106) Exportações (60) Extrativismo (42) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (3) Floresta plantada (96) Fomento (4) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (2) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (96) Green Economy (124) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (59) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (549) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (82) MAPA (8) Meio Ambiente (159) Melhoramento e Diversidade Genética (65) Mercado (3991) Mercado de Combustíveis (49) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (62) Mercado Internacional (31) Metas (2) Milho (9) MME (20) Mudanças Climáticas (13) Mundo (26) Nações Unidas (1) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (74) Oleochemicals (8) Óleos (241) Óleos Essenciais (2) ONU (7) other (1) Palma (14) Paris Agreement (82) Pecuária (72) Pegada de Carbono (73) Personal Care (2) Pesquisa (19) Petrobras (6) Petróleo (22) PIB (1) pirólise (3) Plant Based (14) Política (73) Preços (25) Preservação Ambiental (17) Produção Animal (4) Produção Sustentável (33) Produtividade (24) Produtos (150) Proteção Ambiental (5) proteína vegetal (28) Recuperação de área Degradada (38) Recuperação Econômica (3) Relatório (7) renewable energy (17) RenovaBio (43) Research and Development (10) Resíduos (3) SAF (3) Saúde e Bem-Estar (88) science and technology (45) Sebo (3) Segurança Alimentar (75) Segurança Energética (11) Selo Social (3) Sistema Agroflorestal (18) Sistemas Integrados (6) Soil (9) Soja (47) Solos (18) Sustainability (49) Sustainable Energy (64) Sustentabilidade (465) Tecnologia (15) Transportes (4) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (228) World Economy (76)

Total de visualizações de página