Buscar

HVO desponta como tendência para produção de diesel renovável

quarta-feira, março 11, 2020


Resultado de imagem para Biodiesel
Paralelamente ao aumento da participação de outras matérias-primas na produção do biodiesel, o gradual aumento da substituição de diesel por outros tipos de biocombustíveis de fontes renováveis é apontado como um fator importante para aumento da capacidade de produção e atendimento ao mercado.
Neste cenário, o chamado diesel verde obtido a partir do hidrotratamento de óleo vegetal (HVO, na sigla em inglês) desponta como a principal opção nesta corrida tecnológica.
“A Ubrabio já vem participando ativamente das discussões com a ANP que está debruçada na estruturação do diesel verde e seu uso combinado com o biodiesel. Esperamos já para março que a ANP coloque em consulta pública essa regulamentação”, explica Donizete Tokarski, superintendente da União Brasileira do Biodiesel e Bioquerosene (Ubrabio).
A nova resolução para especificação do HVO começou a ser elaborada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) em agosto de 2019. A agência entende que, com o RenovaBio, há uma tendência de entrada de novos biocombustíveis matriz energética brasileira.
Tokarski aposta na utilização do HVO para formar uma mistura de três combustíveis, com diesel de petróleo e biodiesel convencional. O crescimento do uso dessa mistura ternária pode ser potencializada pelo RenovaBio, segundo ele.
“A ideia é que o biodiesel seja usado sempre em forma de misturas, seja com o diesel fóssil ou com o diesel verde. Defendemos essa evolução gradual da mistura e a inserção do diesel verde na matriz de combustíveis, para garantir cada vez mais sustentabilidade”, explica.
Atualmente, os HVOs representam o terceiro maior biocombustível em volume produzido no mundo e sua produção está crescendo a uma taxa mais rápida do que as observadas nas indústrias de etanol e do biodiesel convencional (tecnicamente classificados como éster).
De acordo com a Empresa de Pequisa Energética (EPE), entre 2011 e 2018, a produção de éster cresceu 1,7% ao ano (a.a.) no mercado europeu, enquanto o HVO avançou a um ritmo de 37,1% a.a. O Brasil ainda não possui plantas para a produção do diesel verde.
Em uma nota técnica publicada esta semana, a EPE aborda oportunidades para a inserção do HVO no mercado nacional e indica que poderia ser uma solução para a instabilidade da mistura de biodiesel e diesel, ajudando a evitar a formação de depósitos em filtros e injetores de veículos pesados.
A discussão ganha força com a elevação do teor de biodiesel para 15% (B15), já programada para ocorrer até 2023.
“O uso do diesel verde, HVO, poderia contribuir para a melhoria da estabilidade da mistura que compõe o diesel B. Este biocombustível pode ser utilizado em motores diesel da frota atual sem quaisquer modificações, assim como em motores a serem comercializados a partir de 2023”, explicam os especialistas da EPE.
O diesel verde também contribui para a redução das emissões de gases de efeito estufa em cerca de 50%, em relação ao diesel fóssil, podendo atingir até 90%, segundo os produtores.
O que é o diesel verde?
  • HVO, sigla em inglês para hidrotratamento de óleo vegetal: é o combustível obtido da hidrogenação de óleos, que pode ser de soja, de palma ou, apesar do nome, gordura animal. Por esse processo, podem também ser fabricados combustível para aviação, bionafta e biopropano.Apresenta maior estabilidade de armazenamento, melhores propriedades de fluxo a frio e pode ser usado em motores a diesel sem os limites ou modificações de mistura exigidos pelo éster de ácidos graxos [o biodiesel convencional]
  • Fischer-Tropsch: é uma tecnologia para a produção de combustíveis sintéticos, amplamente utilizada na Alemanha, durante a Segunda Guerra Mundial, sendo posteriormente aprimorada. Envolve a síntese química a partir de matérias-primas renováveis ou não, como biomassa (biomass-to-liquid, BTL), carvão (coal-to-liquid, CTL) e gás natural (gas-to-liquid, GTL). Para ser considerado diesel verde, é claro, precisa ser produzido a partir de biomassa renovável.
  • Fermentação: os processos fermentativos convertem material orgânico em diversos produtos, incluindo similares aos derivados de petróleo. Um exemplo é o uso da levedura Saccharomyces cerevisiae, utilizada para transformar o caldo de cana em etanol, durante o processo de fermentação nas usinas. Possibilita o uso desse microrganismo para produção de uma substância chamada farneseno, hidrocarboneto similar ao diesel – também é chamado de diesel de cana.
  • Oligomerização de álcool etílico ou isobutílico: para o caso dos biocombustíveis, o exemplo de oligomerização é a formação de combustíveis renováveis, de estrutura similar aos fósseis, a partir de álcool de cadeia curta. Esta rota é conhecida comercialmente como ATJ (alcohol to jet), usada na produção de diesel e querosene de aviação renováveis.

Informações adaptadas da nota técnica Combustíveis renováveis para uso emmotores do ciclo Diesel, publicada em março de 2020, pela EPE.
Em regra, biodiesel é todo combustível derivado de biomassa renovável, como a soja. O diesel verde é, portanto, um tipo de biodiesel, mas obtido a a partir de outros processos de fabricação, como o hidrotratamento de óleo vegetal, o HVO.
Explica a EPE: “diesel verde é um combustível renovável, formado por uma mistura de hidrocarbonetos com composição química semelhante à do combustível fóssil” ou drop in, isto é, são equivalentes aos combustíveis de petróleo.
Já o que é comumente chamado de biodiesel – esse que vai na mistura obrigatório –, são os ésteres metílicos. Para manter a convenção, neste texto, são chamados de biodiesel.
O diesel verde pode ser obtido por diferentes processos. São eles:
Fonte: EPBR

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (2) Acordo Internacional (1) Acrocomia aculeata (26) Agroenergia (3) Agronegócio (4) Agropecuária (1) Alimentos (236) animal nutition (1) ANP (5) Arte (1) Artigo (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (14) Biochemistry (2) Biocombustíveis (224) Biodiesel (118) Bioeconomia (22) Bioeletricidade (7) Bioenergia (21) Biofertilizantes (2) Biofuels (96) Biomass (7) Biomassa (67) Biomateriais (1) Biopolímeros (5) Bioprodutos (1) Bioquerosene (21) Biotechnology (29) Biotecnologia (16) Brasil (4) Brazil (28) Cadeia Produtiva (3) Carvão Ativado (5) CBios (3) CCEE (1) Cerrado (5) Ciência e Tecnologia (206) Clima e ambiente (196) climate changed (34) Cogeração de energia (13) Combustíveis (18) Consciência Ecológica (6) COP24 (76) COP25 (19) COP26 (1) Cosméticos (22) Crédito de Carbono (37) Créditos de Descarbonização (2) Cultivo (96) Davos (2) Desenvolvimento Sustentável (17) Diesel Verde (1) eco-friendly (4) Economia (32) Economia Internacional (81) Economia Verde (166) Economy (29) Ecosystem (2) Efeito estufa (9) Eficiência energética (15) Empreendedorismo (1) Empresas (1) Energia (36) Energia Renovável (185) Etanol (14) Europa (1) event (6) Eventos (84) Exportações (5) Extrativismo (23) FAO (1) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (75) Food (41) food security (6) forest (1) Fuels (22) Gastronomia (1) GEE (1) Global warming (85) Green Economy (123) health (22) IBP (1) Industry 4.0 (1) Inovação (6) IPCC (14) Legislação (3) Lignina (2) livestock (4) Low-Carbon (42) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (532) Mamona (1) Manejo e Conservação (50) MAPA (1) Meio Ambiente (101) Melhoramento e Diversidade Genética (57) Mercado (3917) Mercado florestal (55) Mercado Internacional (1) Mundo (3) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (49) Oleaginosas (15) Oleochemicals (6) Óleos (223) Óleos Essenciais (1) other (1) Palma (3) Paris Agreement (73) Pecuária (66) Pegada de Carbono (63) Personal Care (1) Petrobras (1) Petróleo (2) pirólise (2) Plant Based (14) Política (60) Preservação Ambiental (2) Produção Animal (1) Produção Sustentável (11) Produtos (150) Proteção Ambiental (1) proteína vegetal (28) Recuperação de área Degradada (32) Relatório (1) renewable energy (15) RenovaBio (1) Research and Development (8) SAF (2) Saúde e Bem-Estar (85) science and technology (41) Segurança Alimentar (62) Sistema Agroflorestal (6) Soil (8) Soja (1) Solos (11) Sustainability (45) Sustainable Energy (63) Sustentabilidade (380) Tecnologia (1) Transportes (1) Turismo Sustentável (1) Vídeo (206) World Economy (73)

Total de visualizações de página