Buscar

CCEE lança ferramenta para aprimorar segurança de mercado

quarta-feira, janeiro 29, 2020

Resultado de imagem para energia
A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica lançou na última  quinta-feira, 23 de janeiro, os “Indicadores de Segurança do Mercado”, ferramenta que auxilia os agentes na análise das operações no mercado em um formato executivo, simples e dinâmico. 
A iniciativa faz parte da proposta da instituição de aprimoramento do mercado e ampliação da segurança nas negociações. Disponibilizados no site, os novos indicadores permitem a avaliação do comportamento dos agentes nas operações do mercado de energia e traz variáveis importantes para a análise das contrapartes. 
A ferramenta, desenvolvida na plataforma tableau, apresenta os números individualizados dos agentes, que atualmente estão disponíveis por meio das planilhas e boletins informativos ao mercado.
O objetivo é ampliar a simetria de informações, item fundamental para um mercado mais seguro. Apresentadas de maneira gráfica, as informações trazem uma fotografia das operações dos agentes ao longo dos meses. 
Ao consultar os indicadores, o agente deve levar em conta seu perfil de contratação ou venda e avaliar se aquele agente pesquisado atenderá os critérios para se tornar sua contraparte. 
De acordo com Rui Altieri, presidente do Conselho de Administração, a segurança do mercado ainda é um ponto de atenção diante do aumento das negociações e dos montantes financeiros envolvidos. Esse é o primeiro pilar que entregamos ao mercado e continuaremos estudando mecanismos que auxiliem na evolução do setor.
A ferramenta traz informações sobre o Mercado de Curto Prazo; Resultado Final; Balanço Energético; Recurso e Requisito do agente no MCP. Além disso, é possível realizar um comparativo, no horizonte de 60 meses a partir da última contabilização, do Resultado do MCP X Balanço Energético; Recurso X Requisito; Cessão X Consumo; Consumo por submercado; montante de Cargas X Total Venda; e Montante Gerado X Total Compra. 
A criação da fermenta integra uma série de iniciativas da CCEE para ampliar a segurança do mercado de energia, conforme apresentado na Nota Técnica encaminhada à Agência Nacional de Energia Elétrica – Aneel, em agosto de 2019. Os indicadores são o primeiro passo concluído das sugestões, que englobam ainda a proposta de chamada de margem semanal e os novos critérios de participação no mercado.

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (19) Abiove (6) Acordo Internacional (11) Acrocomia aculeata (35) Agricultura (30) Agroenergia (46) Agroindústria (13) Agronegócio (60) Agropecuária (22) Alimentos (257) Amazônia (7) animal nutition (1) ANP (41) Arte (1) Artigo (10) Aspectos Gerais (177) Aviação (30) Aviation market (16) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (313) Biodiesel (207) Bioeconomia (36) Bioeletricidade (13) Bioenergia (98) Biofertilizantes (3) Biofuels (102) Biomass (7) Biomassa (72) Biomateriais (2) Biopolímeros (7) Bioproducts (2) Bioprodutos (6) Bioquerosene (32) Biotechnology (34) Biotecnologia (30) Bolsa de Valores (15) Brasil (9) Brazil (28) Cadeia Produtiva (9) Capacitação (2) Carbonatação (1) Carvão Ativado (6) CBios (33) CCEE (1) Celulose (4) Cerrado (8) Ciência e Tecnologia (242) Clima e ambiente (211) climate changed (41) CNA (1) Cogeração de energia (25) Combustíveis (59) Combustíveis Fósseis (19) Comércio (10) Consciência Ecológica (15) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (23) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (15) Cultivo (100) Curso (3) Davos (3) Desenvolvimento Sustentável (61) Diesel (12) Diesel Verde (6) eco-friendly (4) Economia (53) Economia Circular (2) Economia Internacional (108) Economia Verde (166) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (13) Eficiência energética (31) Empreendedorismo (2) Empresas (7) Energia (66) Energia Renovável (214) Energia Solar Fotovoltaica (9) Etanol (46) Europa (1) event (10) Eventos (98) Exportações (52) Extrativismo (34) FAO (2) Farelos (40) farm (1) Fibras (9) Finanças (3) Floresta plantada (91) Fomento (2) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (24) Gás (1) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (1) Global warming (92) Green Economy (124) health (22) IBP (1) Incentivos (2) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (47) IPCC (14) L72 (4) L73 (6) Legislação (6) Lignina (5) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (543) Madeira (8) Mamona (1) Manejo e Conservação (62) MAPA (5) Meio Ambiente (135) Melhoramento e Diversidade Genética (62) Mercado (3968) Mercado de Combustíveis (43) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (62) Mercado Internacional (29) Metas (2) Milho (4) MME (14) Mudanças Climáticas (9) Mundo (16) Nações Unidas (1) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (57) Oleochemicals (8) Óleos (239) Óleos Essenciais (2) ONU (5) other (1) Palma (10) Paris Agreement (81) Pecuária (71) Pegada de Carbono (69) Personal Care (2) Pesquisa (18) Petrobras (6) Petróleo (22) PIB (1) pirólise (2) Plant Based (14) Política (73) Preços (18) Preservação Ambiental (8) Produção Animal (2) Produção Sustentável (29) Produtividade (12) Produtos (150) Proteção Ambiental (1) proteína vegetal (28) Recuperação de área Degradada (36) Recuperação Econômica (2) Relatório (6) renewable energy (17) RenovaBio (36) Research and Development (10) Resíduos (3) SAF (3) Saúde e Bem-Estar (88) science and technology (45) Sebo (1) Segurança Alimentar (73) Segurança Energética (8) Selo Social (2) Sistema Agroflorestal (14) Sistemas Integrados (4) Soil (9) Soja (32) Solos (13) Sustainability (48) Sustainable Energy (64) Sustentabilidade (438) Tecnologia (5) Transportes (3) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (221) World Economy (76)

Total de visualizações de página