Buscar

Projetos universitários maximizam utilização de frutos nativos

segunda-feira, outubro 21, 2019

Resultado de imagem para Projetos universitários maximizam utilização de frutos nativos
Os estudantes da Fatec introduziram a palma em receitas simples, como mousse e sorvetes. FOTO: ANTONIO RODRIGUES
O objetivo é aproveitar frutas do Cariri como pequi, babaçu e macaúba. Além disso, a palma forrageira, geralmente utilizada na alimentação animal, é vista como alternativa saborosa e nutritiva para o consumo humano

Por quase dois séculos, o discurso de "combate à seca" foi política no Sertão nordestino. Os longos períodos de estiagem representavam pouca produção no campo. A partir das políticas de convivência com o Semiárido, um novo olhar transformou o chão que, por muitos anos, foi visto como lugar de pobreza. É nessa lógica que dois projetos da Faculdade de Tecnologia do Cariri (Fatec), em Juazeiro do Norte, objetivam aproveitar ao máximo e por um longo período frutos nativos e comuns da região. Além disso, a palma forrageira, geralmente utilizada na alimentação animal, é vista como alternativa saborosa e nutritiva para o consumo humano.

O professor Erlânio Oliveira, do curso de Tecnologia de Alimentos, que coordena um projeto de extração de óleo e farinha do pequi, babaçu e macaúba, explica que quase tudo destes frutos é aproveitado. "Da polpa, a gente extrai o óleo. A partir do resíduo que resta, usa para produzir farinhas. Dela, poderá trabalhar algum produto alimentício", explica. Com isso, foram criadas receitas de bolos e biscoitos que já passam por análise sensorial, ou seja, foram provadas pelas pessoas.

Cada farinha determina o tipo de receita que pode ser feita. Da macaúba, por exemplo, por causa da coloração, é ideal para ser usada na fabricação de pães. Já com a amêndoa da macaúba pode ser utilizada na fabricação de biscoitos. "A partir da obtenção da farinha, abre os horizontes para os produtos", acrescenta Erlânio. O professor ressalta que a composição feita com frutos nativos possui uma variedade nutricional maior que a farinha de trigo, utilizada convencionalmente.

Além da safra

Ampliar a utilização destes frutos para o ano inteiro é uma das propostas do projeto. "A gente levantou estudos e percebeu muitos desperdícios. Não tem muita exploração. O pequi e o babaçu, por exemplo, são mais consumidos nas safras. A gente gostaria que perdurasse por mais tempo", explica a estudante da Fatec, Raquel Vicente Paulo.

Agora, o projeto tem duas etapas: criar um plano de negócio para tentar colocar alguns produtos no mercado; e visitar comunidades da Chapada do Araripe, onde os frutos são colhidos, para ensinar como funciona o processamento destes alimentos. "Como é simples, dá para as pessoas implementarem e conseguirem uma renda extra", completa Erlânio Oliveira.


Adaptação

Outra iniciativa do mesmo curso na Fatec, desenvolvida desde maio, está utilizando a polpa da palma forrageira em receitas de sorvetes e mousse. "Uma planta comum na região e muito rica em nutrientes, a gente escolheu a palma porque ela é utilizada, simplesmente, para o consumo animal. O objetivo é introduzi-la na alimentação humana", explica a professora Cícera Gomes, que coordena o outro projeto. Rica em vitaminas A e C, e minerais como fósforo, ferro e cálcio, além de proteínas, a palma agrega um valor nutritivo às duas sobremesas comuns do cotidiano. As receitas são bem simples.

Fonte: Diário do Nordeste

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página