Buscar

Com oferta abundante de biomassas sustentáveis, biocombustíveis de aviação precisam decolar no Brasil

sexta-feira, abril 12, 2019

Para o diretor de Biocombustíveis de Aviação da Ubrabio, Pedro Sacorza, o Brasil tem um papel fundamental a desempenhar na descarbonização da aviação internacional - Foto: Arquivo/Ubrabio.
O Brasil conta com condições privilegiadas para estabelecer uma cadeia de biocombustíveis para aviação e contribuir significativamente para a descarbonização do setor. Além de sua tradição como um dos maiores produtores globais de combustíveis renováveis como biodiesel e etanol, o país conta com uma rica biodiversidade capaz de fornecer matérias-primas sem concorrer com a produção de alimentos ou provocar desmatamento.

Os desafios econômicos e logísticos para a produção de bioquerosene (o equivalente renovável ao querosene de aviação) foram apresentados pelo diretor de Biocombustíveis para Aviação da Ubrabio, Pedro Scorza, no Workshop sobre BioQAV e Diesel Verde promovido na Unicamp nesta quarta-feira (10/04).

Scorza apresentou dados da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), mostrando que, só no Brasil, o consumo de querosene deve crescer 2,8% ao ano, saltando de cerca de 7,1 bilhões de litros em 2018 para 9,2 bilhões de litros em 2028. Entretanto, já a partir de 2020, o setor aéreo internacional precisa ter crescimento neutro de carbono, ou seja, não poderá aumentar suas emissões, o que representará um grande desafio.

É neste contexto que o Brasil entra para desempenhar um papel fundamental, explica o diretor da Ubrabio, com uma indústria capaz de fornecer um combustível mais limpo para ser utilizado em misturas com o querosene fóssil.

“Para isso, precisamos resolver alguns gargalos logísticos, distribuição e de preço. Também uma estrutura tributária equivalente a do biodiesel e etanol deve ser considerada, melhorando a competitividade com o querosene fóssil. Um exemplo é que as biomassas com custo mais acessível estão concentradas em regiões menos densas e distantes dos grandes mercados, enquanto os grandes mercados consumidores estão concentrados próximos ao litoral”, pontua. “O ideal é que a biomassa esteja próxima à biorrefinaria, que, por sua vez, deve estar próxima aos aeroportos”, explica Scorza.

Ainda em fase de discussão e estruturação, a Plataforma Brasileira de Bioquerosene adota esta questão como uma de suas premissas, indicando diferentes biomassas para cada região brasileira, respeitando a biodiversidade e as especificidades locais.

“Em Minas Gerais, por exemplo, a Plataforma Mineira tem como matéria-prima a macaúba, que além de ser uma palmeira nativa, ajuda na recuperação de áreas degradadas e está sendo utilizada para a revitalização do Rio São Francisco”, conta.

Óleo de soja

Maior exportador de soja em grão do mundo, o Brasil pode encontrar na produção de biocombustíveis uma oportunidade para expandir a industrialização interna e aumentar a oferta de proteínas — já que 80% da soja industrializada vira farelo.

Hoje, o óleo de soja é a principal matéria-prima para o biodiesel e pode também ser utilizada na produção de bioquerosene.

“A safra 2017/2018 de soja do Brasil atingiu o recorde de 120 milhões de toneladas. Desse total, apenas 43 milhões de toneladas recebeu agregação de valor internamente. A maior parte – 84 milhões de toneladas – foi exportada em grão. Isso mostra que ainda temos muito espaço para crescer e com sustentabilidade”, conclui o diretor da Ubrabio.

Fonte: Ubrabio

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (24) Acrocomia aculeata (51) Agricultura (125) Agroenergia (120) Agroindústria (21) Agronegócio (127) Agropecuária (38) Água (4) Àgua (1) Alimentos (306) Amazônia (26) animal nutition (1) ANP (66) Arte (1) Artigo (30) Aspectos Gerais (177) Aviação (31) Aviation market (17) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (381) Biodiesel (271) Biodiversidade (3) Bioeconomia (64) Bioeletricidade (25) Bioenergia (168) Biofertilizantes (5) Biofuels (102) Bioinsumos (3) Biomass (7) Biomassa (86) Biomateriais (6) Biopolímeros (8) Bioproducts (2) Bioprodutos (16) Bioquerosene (38) Biorrefinaria (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (68) Bolsa de Valores (22) Brasil (14) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (9) Carbonatação (1) Carbono Zero (8) Carvão Ativado (6) CBios (47) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (8) Cerrado (13) Ciência e Tecnologia (298) Clima e ambiente (244) climate changed (45) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (28) Comércio (15) Consciência Ecológica (22) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (30) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (22) Culinária (1) Cultivo (120) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Dendê (1) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (129) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (170) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (15) Eficiência energética (42) Emissões de Carbono (4) Empreendedorismo (4) Empresas (33) Energia (83) Energia Renovável (237) Energia Solar Fotovoltaica (18) Etanol (67) Europa (1) event (11) Eventos (116) Exportações (69) Extrativismo (51) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (6) Floresta plantada (100) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (102) Green Economy (126) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (85) Instituição (1) Investimento (2) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (560) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (93) MAPA (12) Matéria Prima (1) matérias-primas (1) Meio Ambiente (186) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4027) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (65) Mercado Internacional (38) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (18) Mundo (44) Nações Unidas (1) net-zero (9) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (246) Óleos Essenciais (4) Óleos Vegetais (1) ONGs (1) ONU (9) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (18) Paris Agreement (87) Pecuária (78) Pegada de Carbono (81) Personal Care (3) Pesquisa (39) Petrobras (9) Petróleo (25) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (18) Política (74) Preços (29) Preservação Ambiental (25) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produção vegetal (2) Produtividade (32) Produtos (150) Proteção Ambiental (9) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação de área Degradada (43) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (1) Relatório (8) renewable energy (19) RenovaBio (50) Research and Development (10) Resíduos (5) SAF (3) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (92) science and technology (46) Sebo (5) Segurança Alimentar (90) Segurança Energética (12) Selo Social (5) Sistema Agroflorestal (21) Sistemas Integrados (10) Sociobiodiersidade (1) Soil (9) Soja (57) Solos (27) Sustainability (54) Sustainable Energy (67) Sustentabilidade (511) Tecnologia (26) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (234) World (1) World Economy (78) Zero-Carbon (1)

Total de visualizações de página