Buscar

Biomateriais engenheirados baseados em óleo de coco e polímeros naturais: novas rotas para desenvolvimento de produtos biomédicos com alto valor agregado

quarta-feira, abril 10, 2019

Resultado de imagem para coqueiro

Autor: Watson Loh

Resumo: Propõe-se, com o projeto Nature4Health, o desenvolvimento de biomateriais inovadores através da combinação de recursos naturais, em particular produtos agroalimentares (VCO) e polímeros de origem marinha (CHT), pelo projeto de materiais 2D (filmes) e estruturas 3D (oleogéis e esponjas ou aerogéis) com alto valor agregado para aplicações tópicas, em especial tratamento de feridas. Em função da natureza intrínseca de componentes ativos, as matrizes produzidas poderão ser usadas para acelerar a cicatrização de feridas superficiais agudas (curativos) e feridas crônicas (oleogéis), sem a necessidade de agentes antibióticos e anti-inflamatórios adicionais. 

A Estes produtos podem ter uma elevada repercussão não somente no contexto econômico, mas também no aspecto ambiental, uma vez que são obtidos de forma sustentável e processados por metodologias alinhadas à química verde. Na UMINHO, o Grupo de Pesquisa 3Bs é mundialmente reconhecido pelo desenvolvimento de novos biomateriais (hidrogéis, scaffolds, membranas, nano/micropartículas, etc.) baseados em polímeros naturais para aplicações em liberação de fármacos e engenharia de tecidos ósseos, cartilaginosos e cutâneos. Tais estratégicas são realizadas através do desenvolvimento de várias ferramentas de isolamento/purificação e métodos de processamento, que permitem a fabricação de biomateriais integrados. 

Particularmente, o Investigador Responsável por este projeto é um pesquisador mundialmente conhecido em biomateriais baseados em quitina/quitosana. Suas descobertas contribuíram para o avanço do conhecimento em sistemas marinhos para regeneração de tecidos moles. Desta forma, a ampla experiência da equipe Portuguesa no processamento e caracterização de polímeros abrangerá diferentes aspectos da proposta. A equipe Brasileira (UNICAMP), por outro lado, tem experiência em termodinâmica e vários outros aspectos da ciência de coloides e interfaces, incluindo associações entre polímeros e surfactantes, nanopartículas metálicas e nanocelulose, assim como outros aspectos de equilíbrio de fases, incluindo fluidos complexos como o petróleo. 

Assim, a equipe Brasileira tem experiência em técnicas experimentais relevantes, como técnicas calorimétricas para o estudo da energia envolvida nas interações entre tais estruturas, assim como espalhamentos de luz dinâmico e estático, SAXS e reometria. Desta forma, a parceria da equipa Brasileira será de extrema valia para o sucesso do projeto Nature4Health. (AU)

Para acessar o artigo completo, clique aqui.

Fonte: Biblioteca Virtual da FAPESP

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página