Buscar

Tecnologia de sensoriamento remoto traz ganhos de produtividade para o campo e a indústria

terça-feira, setembro 11, 2018


Resultado de imagem para sensoriamento remoto agro

Resultados de aplicações em granjas-piloto serão apresentados durante o SAP Forum Brasil 2018

Plataformas baseadas em Internet das Coisas (IoT), Machine Learning, Big Data e Inteligência Artificial (IA) estão gerando inteligência competitiva tanto para o agronegócio quanto para a indústria. No campo, um exemplo dessa reinvenção é o uso da tecnologia de sensoriamento remoto para monitoramento de ambiência em aviários. Lançada em 2017 no SAP Forum Brasil, a solução Gestão Avícola, da SPRO IT Solutions, apresenta este ano seus primeiros resultados. Em 12 meses de aplicação em granjas-piloto no Paraná, a rentabilidade média dos lotes de frango aumentou em 25%.
A solução possibilita o diagnóstico de possíveis problemas, desvios ou desperdícios em curso na produção, para correções em tempo real, melhorando a produtividade do lote de aves. A tecnologia, que pode beneficiar também a suinocultura, piscicultura ou bovinocultura de leite, foi a 1ª certificada da América Latina em SAP Leonardo, plataforma na nuvem da SAP - empresa alemã líder no mercado mundial de softwares corporativos. Também conquistou outras aprovações importantes, como no Programa Startup Focus e SAP App Center.
Já na indústria, os sensores inteligentes monitoraram dados variáveis de processos industriais, bem como condições físicas de ambientes, também com correção em tempo real de qualquer desvio de processo. “Com a criação de rotinas ágeis, a indústria ganha eficiência operacional em toda a cadeia de produção, reduz perdas e custos e aumenta a produtividade”, afirma o presidente-executivo da SPRO IT Solutions, Almir Meinerz.
Inteligência Artificial no campo
Outro diferencial que será destacado no SAP Forum, maior evento de negócios e tecnologia da América Latina - que será realizado em São Paulo (SP) nos dias 11 e 12 de setembro -, é a utilização da Inteligência Artificial. Os dados gerados em IoT transformam-se, com auxílio de IA, em informações que ajudam o produtor e a agroindústria a gerenciarem online determinadas variações. O IA processa um alto volume de dados e cruza as mais diversas variáveis para identificar desvios e realizar análises preditivas. É possível, assim, fazer antecipações e atuar em ações efetivas no manejo. Estes dados geram, também em tempo real, indicadores importantes, como taxas de conversão alimentar.
“Todas estas tecnologias, baseadas em SAP Cloud Platform (SCP), irão determinar o futuro da atividade, trazendo a nova dinâmica da economia digital ao agronegócio brasileiro. O produtor agora deve estar focado em decisões ainda mais relevantes, tendo um perfil mais analítico, planejador e competitivo”, explica Meinerz. Em todo mundo houve crescimento de 24% na busca pelo SCP, movimentando €421 milhões em 2017, segundo dados divulgados pela SAP.
Fonte: AgroLink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página