Buscar

Como a tecnologia está impactando no marketing de alimentos

sexta-feira, junho 29, 2018

Marcas de alimentos agora possuem uma nova forma de se conectar com clientes e oferecer melhores experiências de compra
A realidade aumentada possui um grande potencial para aumentar exponencialmente a quantidade de informações que consumimos ao longo dos dias. Agora, com a ajuda de óculos específicos ou até de um celular, somos capazes de ver além do que nossos olhos normalmente nos mostrariam.
Isso tem diversas aplicações: imagine a quantidade de informações que um consumidor em potencial pode ter ao olhar para a embalagem de um produto. Ao olhar para um rótulo de comida, por exemplo, ele pode vivenciar experiências complementares as tradicionais que envolvem o alimento. Se antes a estratégia das marcas era colocar receitas atrás (ou no verso) das embalagens de alimentos para deixar os consumidores com água na boca, agora podem conectar o cliente a receitas de vídeo com a ajuda de um QR CODE e um celular.
Como consequência, o marketing está ganhando ainda mais espaço e novas formas de conectar uma marca ao consumidor e encantá-lo. E isso é excelente para empresas: se há novas tecnologias capazes de melhorar o resultado das empresas e aproximá-las de seus clientes, por que não aplicar ao negócio?
Além dos rótulos, a realidade aumentada também está presente em restaurantes. Já existem startups que transformam cardápios, adicionando imagens 3D e a tecnologia para que os consumidores visualizem os pratos como são na hora de escolhê-los.
A tecnologia está atuando no setor de alimentação inclusive para promover uma melhor experiência de compra, possibilitando a criação de programas de fidelidade e de descontos para os consumidores. Agora, as marcas conseguem alcançar seus clientes seja nas estantes dos supermercados – utilizando iniciativas como a própria realidade aumentada como conexão – ou em seus celulares ao oferecer promoções em aplicativos.
Mas não só existem aplicações apenas para os clientes finais, não. O Walmart, por exemplo, está usando a realidade virtual nos Estados Unidos para auxiliar no treinamento de seus colaboradores. A iniciativa se tornou possível após uma parceria com a startup de realidade social STRIVR.

Iniciativa no Brasil

Ciente do potencial das startups na inovação também no setor de alimentos, a M. Dias Branco está realizando o “Germinar”, seu primeiro programa de conexão com startups. A empresa líder nacional nas categorias de biscoitos e massas está em busca de startups com soluções de marketing que engajem os consumidores.
A corporação está à procura de startups de trade marketing que ofereçam uma experiência de compra diferenciada, como as próprias realidades virtual e aumentada, imagens 3D até soluções de comparativos de preços por algoritmo de imagem.
A M. Dias Branco também busca soluções de fidelização de clientes, para que estes continuem conectados com a marca mesmo após a compra de um produto – seja por aplicativos de desconto ou pontos.
A empresa está presente em todo o Brasil e é dona de marcas como Adria, Piraquê, Fortaleza, Vitarella, Isabela e Richester. Atualmente, a M. Dias Branco conta com cerca de 20 mil colaboradores e também busca estratégias que possam aprimorar ainda mais a comunicação entre suas equipes, principalmente no setor de vendas.
Startups que possuam sinergia com estes desafios e que possuam um MVP validado podem se inscrever aqui – as inscrições vão até 29 de julho. As startups selecionadas terão a chance de trabalhar com uma empresa líder nacional e as que tiverem melhores resultados poderão se tornar fornecedoras ou parceiras da companhia. Conheça mais sobre o programa Germinar e leia o regulamento aqui.
Fonte: StartSe

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página