Buscar

Agricultura familiar deverá suprir 100% da alimentação escolar em escolas paranaenses

segunda-feira, março 26, 2018

Todos os dias, mais de um milhão de refeições são servidas a alunos de escolas estaduais no Paraná. Agora, a boa notícia é que todas essas refeições passarão a ser fornecidas por agricultores familiares de nosso estado.
Os alimentos, adquiridos de 144 associações e cooperativas, abastecerão nada menos que 2.146 escolas espalhadas por todos os nossos 399 municípios. A formalização do acordo aconteceu nesta segunda-feira (19/03/2018), na sede do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (FUNDEPAR).
“Essa negociação vem sendo conduzida desde 2011”, conta o Secretário da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara. Segundo ele, o Paraná é o primeiro estado do Brasil a se adequar às diretrizes do Plano Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). “O que vem da roça é bom para a criançada”, diz Ortigara. “Deixa de ser alimento enlatado para ser natural, vindo diretamente da terra.”
Ortigara disse almejar também um cenário em que, futuramente, toda a alimentação escolar seja fornecida por agricultores familiares orgânicos ou agroecológicos do estado. “Temos esse desafio”, antecipou o secretário. “Enquanto isso, nosso dever é minimizar o uso de insumos químicos, cuidar bem do solo, da água e rumar para a conversão de novas áreas, para que possamos um dia promover, de forma sustentável, orgânica e agroecológica, toda a alimentação escolar.”
Resultado de imagem para alimentação escolar
Mas atingir esse objetivo não será fácil. Por isso, a cerimônia no FUNDEPAR marcou também o lançamento de um Grupo de Trabalho Intersetorial Estadual — que se dedicará ao estudo dos possíveis caminhos para o cumprimento dessa audaciosa meta. O plano é que, até 2030, 100% da alimentação escolar paranaense seja orgânica ou agroecológica.
À esquerda, assinatura do contrato em cerimônia no FUNDEPAR; à direita, o secretário Norberto Ortigara fala sobre a importânica da agricultura familiar para o estado do Paraná [Foto: Henrique Kugler]
Fazem parte desse grupo de estudos o Centro Paranaense de Referência em Agroecologia (CPRA); o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER); o Instituto Agronômico do Paraná (IAPAR); o Ministério Público; o Instituto Ambiental do Paraná (IAP); a Comissão da Produção Orgânica (CPOrg) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA); o Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar (CEDRAF); secretarias estaduais; entre outras entidades.
“Estamos muito contentes em poder garantir a nossos estudantes um alimento rico, nutritivo e fresco; pois aprender a comer e a se nutrir com qualidade também faz parte do processo educativo”, comenta a diretora-técnica do FUNDEPAR, Maria Teresinha Ritzmann. “Além disso, uma iniciativa pública como essa é excelente oportunidade para aprimorarmos o desenvolvimento rural sustentável de nosso estado a partir de uma boa política de planejamento.”
Para o engenheiro agrônomo João Carlos Zandoná, diretor-presidente do CPRA, esse momento deve ser celebrado como importante marco para a agricultura paranaense. “Mesmo professores, em sala de aula, poderão abordar o assunto de modo a ensinar a importância de uma boa formação nutricional e, ainda, mostrar aos alunos que a produção orgânica ou agroecológica é uma forma viável de se produzir alimentos e preservar o meio ambiente”, diz. “Pela alimentação de qualidade, podemos formar cidadãos de qualidade.”
Fonte: Emater

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (2) Alimentos (217) animal nutition (1) Aspectos Gerais (172) Aviação (24) Aviation market (13) Biocombustíveis (166) Biodiesel (68) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (82) Biomass (7) Biomassa (49) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (19) Cerrado (1) Ciência e Tecnologia (172) Clima e ambiente (180) climate changed (20) Cogeração de energia (9) COP24 (75) COP25 (13) Cosméticos (19) Crédito de Carbono (25) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (60) Economia Verde (154) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (4) Energia (26) Energia Renovável (149) event (6) Eventos (70) Extrativismo (19) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (62) Food (40) food security (1) Fuels (16) Global warming (77) Green Economy (111) health (21) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (17) Macaúba (491) Manejo e Conservação (37) Meio Ambiente (78) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3830) Mercado florestal (42) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (42) Óleos (209) other (1) Paris Agreement (56) Pecuária (59) Pegada de Carbono (40) pirólise (1) Plant Based (6) Política (49) Produtos (140) proteína vegetal (21) Recuperação de área Degradada (22) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (72) science and technology (25) Segurança Alimentar (34) Soil (7) Solos (8) Sustainability (34) Sustainable Energy (52) Sustentabilidade (284) Vídeo (193) World Economy (62)

Total de visualizações de página