Buscar

Chamada de negócios de impacto da Plataforma Parceiros pela Amazônia recebe 201 inscrições

quinta-feira, agosto 22, 2019

Voltada a negócios amazônicos, iniciativa contabiliza mais do que o dobro de inscritos em relação a 2018


A Chamada de Negócios da PPA 2019 recebeu 201 inscrições em pouco mais de um mês. É mais do que o dobro em relação à edição do ano passado, que contabilizou 81 inscrições.

Realizada pela Plataforma Parceiros pela Amazônia (PPA) com apoio técnico da Pipe Social, a Chamada é voltada a empreendedores, startups, organizações, negócios de base comunitária, redes de pessoas/coletivos, instituições e empresas em estágio inicial voltados à conservação da floresta, valorização da biodiversidade e ao desenvolvimento sustentável na Amazônia.

A iniciativa recebeu inscrições de todas as regiões do Brasil, com grande concentração no norte do país – 30% dos inscritos são do estado do Amazonas e 26% do Pará, e há também propostas do Mato Grosso, Rondônia, Tocantins, Amapá e Acre. A Chamada abriu a possibilidade de inscrição de iniciativas de outras regiões, desde que assumissem o compromisso de iniciar operação na Amazônia nos próximos seis meses.

Os negócios inscritos atuam nas áreas de agricultura e pecuária sustentável (24%),manejo e produção florestal sustentável (23%), produtos e serviços ambientais (20%), educação para conservação do meio ambiente (9%), mitigação/adaptação das mudanças climáticas (4%), tratamento de resíduos/lixo com benefícios para populações e comunidades rurais (14%) e monitoramento/combate a atividade ilegais (1%). 

Boa parte das iniciativas estão em fase de organização para ganho de escala, mas há empreendimentos em todas as fases, desde a ideação, validação, prototipagem, piloto, tração, pré-escala e escala. 

Os negócios também se relacionam com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), com maior concentração nos ODS de número 12 (Produção e Consumo Sustentável), 08 (Trabalho Decente e Crescimento Econômico), 11 (Cidades e Comunidades Sustentáveis), 13 (Ação Contra a Mudança Global do Clima) e 02 (Fome Zero e Agricultura Sustentável). 

Para Mariano Cenamo, Diretor de Novos Negócios do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam) e Coordenador Executivo da PPA, o resultado da Chamada surpreendeu não só pela quantidade, mas pela diversidade de negócios inscritos. “A qualidade e o estágio de desenvolvimento desses negócios são surpreendentes. Tivemos desde negócios bem pequenos e promissores de associações e cooperativas comunitárias de produtores rurais, startups em estágio inicial, com ideias extremamente inovadoras, até empresas já consolidadas, com faturamento acima de R$ 5 milhões, que trabalham com cadeias de valor fundamentais para promover o desenvolvimento sustentável na Amazônia. Foi um desafio muito grande selecionar os negócios que irão para a próxima fase do processo seletivo, mas estamos seguros que o resultado já é extremamente impactante”, disse.


Anna Tonnes, Diretora Interina da USAID/Brasil, avalia que o aumento do número de inscritos na Chamada é um claro sinal de que o ambiente de negócios de impacto é pujante e existe a busca pelas oportunidades por parte dos empreendedores. “Sempre existiu a dúvida se em áreas remotas como a Amazônia iniciativas como essa fariam sentido. Os resultados estão aí e afirmam que sim. Para a USAID/Brasil é um privilégio poder fazer parte da Plataforma de Parceiros pela Amazônia e contribuir, por meio da Chamada de Negócios da PPA, para o desenvolvimento sustentável da Amazônia e a conservação da sua biodiversidade”, afirma Tonnes. 

Do total de 201 inscritos, 36 negócios foram classificados para a próxima fase da Chamada - que inclui entrevistas e visitas aos empreendimentos – e concorrem à participação em rodada de negócios com investidores para aporte financeiro de até R$ 800 mil e a vagas no Programa de Aceleração da PPA, que inclui capacitações temáticas presenciais, mentorias personalizadas, coworking, assessorias jurídica, contábil, marketing e branding, além de bolsas para participação em formações e eventos. 

A soma do faturamento anual dos negócios inscritos dá um valor da ordem de R$ 44 milhões, e a demanda total de investimento dos negócios inscritos é de R$ 187 milhões. Dos 201 negócios, 47% se inscreveram para participar do Programa de Aceleração e da rodada de negócios. 

Para Livia Hollerbach, da Pipe.Social, o aumento do número de negócios inscritos traz “mais oportunidades para fomentar uma economia de floresta sustentável e mais inovação para enfrentar desafios sociais e ambientais na região Amazônica. E para o setor de Negócios de Impacto, celebramos o fortalecimento da região Norte do país, que começa a atrair atenção de investidores e organizações de apoio aos empreendedores de impacto. Uma conquista importante da plataforma PPA que pode e deve inspirar iniciativas em outras regiões do Brasil."

A Chamada de Negócios PPA 2019 é uma realização da PPA, com coordenação do Idesam e apoio financeiro de USAID, CIAT, Instituto Humanize e Fundo Vale. Conta com a parceria da Pipe Social, Centro de Empreendedorismo da Amazônia, Instituto Centro de Vida (ICV), Fundação CERTI, Fundação Rede Amazônica, FIIMP, Sitawi, ICE e Conexsus e apoio das seguintes empresas e organizações: Natura, Instituto Peabiru, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) Bemol, DD&L, Whirpool Cervejaria Ambev, Beraca, Agropalma, Abrapalma, Althelia e Grupo Rede Amazônica.

Fonte: Portal Amazônia

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (24) Acrocomia aculeata (51) Agricultura (126) Agroenergia (120) Agroindústria (21) Agronegócio (128) Agropecuária (38) Água (4) Àgua (1) Alimentos (306) Amazônia (26) animal nutition (1) ANP (66) Arte (1) Artigo (31) Aspectos Gerais (177) Aviação (31) Aviation market (17) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (381) Biodiesel (271) Biodiversidade (3) Bioeconomia (64) Bioeletricidade (25) Bioenergia (168) Biofertilizantes (5) Biofuels (102) Bioinsumos (3) Biomass (7) Biomassa (86) Biomateriais (6) Biopolímeros (8) Bioproducts (2) Bioprodutos (16) Bioquerosene (38) Biorrefinaria (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (68) Bolsa de Valores (22) Brasil (14) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (9) Carbonatação (1) Carbono Zero (8) Carvão Ativado (6) CBios (47) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (8) Cerrado (13) Ciência e Tecnologia (300) Clima e ambiente (244) climate changed (45) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (28) Comércio (15) Consciência Ecológica (22) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (30) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (22) Culinária (1) Cultivo (120) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Dendê (1) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (130) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (170) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (15) Eficiência energética (42) Emissões de Carbono (4) Empreendedorismo (4) Empresas (33) Energia (83) Energia Renovável (237) Energia Solar Fotovoltaica (18) Etanol (67) Europa (1) event (11) Eventos (117) Exportações (69) Extrativismo (51) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (6) Floresta plantada (100) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (103) Green Economy (126) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (86) Instituição (1) Investimento (2) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (560) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (93) MAPA (12) Matéria Prima (1) matérias-primas (1) Meio Ambiente (186) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4027) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (65) Mercado Internacional (38) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (19) Mundo (44) Nações Unidas (1) net-zero (9) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (246) Óleos Essenciais (4) Óleos Vegetais (1) ONGs (1) ONU (9) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (18) Paris Agreement (87) Pecuária (78) Pegada de Carbono (81) Personal Care (3) Pesquisa (39) Petrobras (9) Petróleo (25) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (18) Política (74) Preços (29) Preservação Ambiental (25) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produção vegetal (2) Produtividade (32) Produtos (150) Proteção Ambiental (9) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação de área Degradada (43) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (1) Relatório (8) renewable energy (19) RenovaBio (50) Research and Development (10) Resíduos (5) SAF (3) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (92) science and technology (46) Sebo (5) Segurança Alimentar (90) Segurança Energética (12) Selo Social (5) Sistema Agroflorestal (21) Sistemas Integrados (10) Sociobiodiersidade (1) Soil (9) Soja (57) Solos (27) Sustainability (54) Sustainable Energy (67) Sustentabilidade (512) Tecnologia (26) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (234) World (1) World Economy (78) Zero-Carbon (1)

Total de visualizações de página