Buscar

Deputado Estadual Fernando Pacheco promove reunião com empresários sobre Projeto Minas Macaúba

quarta-feira, julho 31, 2019

Araponga, MG. Plantio de macaúba, Unidade UFV. Arquivo: Lindemberg Caetano
O deputado estadual Fernando Pacheco vai apresentar aos membros do Cezom – Conselho Empresarial da Zona da Mata – a Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata (PbioZM) – Projeto Minas Macaúba. A iniciativa pretende utilizar o fruto para produzir combustível verde para a aviação civil, servir de vetor econômico e contribuir para a recuperação, principalmente, de pastagens degradadas e também de reserva legal e áreas de proteção permanente (APP).

O projeto será apresentado aos empresários cataguasenses no próximo dia 1º de agosto, a partir das 15 horas, no auditório da FIC, quando será realizada uma apresentação técnica sobre os principais pontos daquele projeto. Segundo explica o deputado, sua função é a de “abrir as portas para que as lideranças políticas e a sociedade conheçam esse projeto que já conta com o apoio de importantes parceiros. Essa iniciativa – completa – alia pilares essenciais para nossa região: impacto social positivo, com geração de renda e trabalho principalmente para o pequeno e médio produtor, além da sustentabilidade”, afirmou Fernando Pacheco.

Lançado oficialmente no ano passado, o projeto da Plataforma de Bioquerosene e Renováveis da Zona da Mata está na fase de engajamento e começa a ganhar contornos mais concretos este ano, com a perspectiva de implantação das primeiras Unidades Técnicas de Demonstração (UTDs) do plantio, uma espécie de modelo do que se pretende fazer em escala, além da primeira biorrefinaria, a ser instalada em Juiz de Fora, neste segundo semestre. A ALMG também já informou que em agosto vai realizar uma audiência pública para debater esse tema, cuja data divulgada posteriormente, completou aquele deputado.

Também está programado, para este ano, o lançamento do edital para adesão de produtores interessados em plantar macaúba, consorciada com outros gêneros alimentícios. Se tudo der certo e o projeto vingar, a expectativa é que, em 2031, a Zona da Mata esteja produzindo cerca de 230 milhões de litros de bioquerosene de aviação, a partir do plantio inicial de 66 mil hectares do fruto. A meta é consorciar o plantio da macaúba com cultivos sazonais, como o feijão e a banana, seguindo a diretriz de aproveitamento do terreno também para produção alimentar. Além disso, pretende envolver mais de 40 municípios da Zona da Mata onde foram identificados 130 mil hectares aptos a receber o plantio de macaúba.

A primeira safra da macaúba, capaz de produzir óleo para biorrefino ou matéria-prima para as indústrias de alimentação e cosméticos, é de cinco anos. Deste modo a expectativa é que, em dez anos, seja possível produzir 230 milhões de litros de combustível. Com alvo de US$ 60 centavos de dólar – R$ 3,77 pela cotação de desta sexta-feira –, Rômulo Veiga estima que, na próxima década, é possível movimentar uma economia em mais de R$ 500 milhões. “Estamos criando um processo de economia circular, com o máximo de eficiência possível de uso de território”, frisou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Turismo e Agropecuária.

Fonte: Rádio Jornal Leopoldina

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página