Buscar

Nestlé e 29 empresas se unem para ajudar mais de 40 mil jovens do Mercosul a entrar no mercado de trabalho

sexta-feira, dezembro 07, 2018

Acordo foi anunciado durante o 1º Mercosul Youth Summit em Montevidéu, Uruguai, com a presença do Ministro do Trabalho e Previdência Social do país sede, Ernesto Murro

As empresas participantes confirmaram seu compromisso de apoiar o desenvolvimento profissional de mais de 40 mil jovens da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai

Com o objetivo de promover a empregabilidade e o empreendedorismo jovem, foi realizado, nos dias 3 e 4 de dezembro, o 1º Encontro de Jovens do Mercosul, na cidade de Montevidéu, Uruguai. Liderado pela Nestlé, o evento contou com a participação de 29 empresas que assinaram o Acordo pela Empregabilidade dos Jovens do Mercosul, em que se comprometem a oferecer mais de 40 mil oportunidades de desenvolvimento profissional aos jovens da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, até 2020.

"É importante que os futuros líderes tenham acesso às orientações, apoio e oportunidades nas organizações de hoje. Na Nestlé, acreditamos que o desafio da empregabilidade dos jovens é multidimensional e que é necessário o esforço coletivo de todos os setores da sociedade para ter um impacto positivo em maior escala. Com a assinatura deste Acordo pela Empregabilidade dos Jovens do Mercosul, unimos forças com nossos colegas do setor privado para dar um grande passo em direção ao emprego dos jovens", explicou Laurent Freixe, CEO da Nestlé para as Américas.



O problema do emprego hoje afeta particularmente os jovens. Segundo a Organização Internacional do Trabalho, a taxa de desemprego entre os jovens até 24 anos é de 18,5% na América Latina e Caribe. Nesse sentido, os signatários do Acordo pela Empregabilidade dos Jovens do Mercosul reconhecem que o desemprego entre os jovens é um grande desafio para a sociedade e que têm um papel fundamental em sua solução.

As empresas participantes do Acordo pela Empregabilidade dos Jovens do Mercosul são ADBlick, Adecco Group, Adecoagro, Andreani, APEXAmérica, Arla Foods, Braskem, BUNGE, Cargill, CIEE, Clariant, Facebook, FarmaShop, Ferrere, Givaudan, GS1, Kuehne & Nagel, Luis Deyfrus Co., Manpower, Mercer, Mc Cain, Nielsen, Nuestra Señora de la Asunción, Owen Illinois, Publicis, Roche, Sodexo, Syngenta e TetraPack.

Com a presença de Ernesto Murro, Ministro do Trabalho e Previdência Social do Uruguai, representantes dos Ministérios e Secretários de Trabalho, Educação e Juventude da Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai, Governo da Suíça, Organização Internacional do Trabalho, Organização Internacional de Juventude para a Iberoamérica, empresários e jovens, o encontro teve como foco o papel da educação dual como instrumento fundamental para a transformação da sociedade, perspectivas sobre os empregos do futuro, bem como modelos de negócios de sucesso para empreendedores e agroempreendedores.

Por meio de seu programa global Iniciativa pelos Jovens, a Nestlé contribuirá com o Acordo pela Empregabilidade dos Jovens com mais de 5,3 mil oportunidades até o final de 2020 nos países que fazem parte do Mercosul. A empresa também continuará proporcionando capacitação para preparar os jovens para o mercado de trabalho nesses países durante o mesmo período, com foco em empregabilidade, empreendedorismo e agroempreendedorismo.

Iniciativas no Brasil

Pesquisas mostram que os jovens ainda são os que mais sofrem com o desemprego no Brasil. De acordo com dados do IBGE divulgados em agosto de 2018, a taxa de desemprego dos jovens de 18 a 24 anos é mais que o dobro da taxa geral nacional. Diante desse cenário, a Nestlé investe constantemente em diversas iniciativas para ampliar a formação e empregabilidade dos jovens no País, por meio de programas como Jovem Aprendiz, Estágio e Trainee.

No Brasil, a companhia também mantém a Aliança pelos Jovens, junto com outras 18 empresas (Barry Callebaut, Bemis, Braskem, Bunge, Cargil, CIEE, CSN, Dairy Partners Americas, Engie, Galderma, Givaudan, Google, GRSA, Klabin, Nielsen, Owens-Illinois, Sodexo e Tetra Pak). Lançada em agosto de 2017, tem como objetivo aumentar a empregabilidade dos jovens. Em um ano de funcionamento, já impactou mais de 98.000 jovens com suas ações e criou mais de 20.000 oportunidades para esses profissionais ao longo dos últimos 12 meses.

A meta da Aliança pelos Jovens no Brasil agora é criar 26 mil postos de trabalho em 2019. Desse universo, serão 20 mil vagas para jovens até 30 anos e 6 mil oportunidades de primeiro emprego para aprendizes, estagiários e trainees. Também tem o compromisso de impactar diretamente ao menos 110 mil jovens com conteúdos de preparação para o trabalho.

Fonte: SEGS

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página