Buscar

Como a alta do preço do leite está afetando os produtores

quinta-feira, novembro 08, 2018


É difícil imaginar que quem produz o leite não esteja se beneficiando com a alta dos preços no setor, mas, acredite, o valor do leite que vemos nas gôndolas dos supermercados não tem chegado ao produtor.

Como a Alta do Preço do Leite está Afetando os ProdutoresEmbora os consumidores ainda estejam sentindo no bolso a alta no preço do leite, os produtores não veem melhora alguma em seus rendimentos e alguns pensam em desistir de atuar no setor.

Quer entender como isso acontece? Continue lendo.

Por que aumento no preço do leite não chega ao produtor?

Quem vê uma caixa de leite no supermercado chegando a custar quase R$ 5 não imagina que essa mesma caixa de leite sai das fazendas dos produtores custando de R$ 0,90 até no máximo R$ 1,20.
Ou seja, o reajuste repassado ao consumidor não chega ao produtor, e em boa parte dos casos os rendimentos só conseguem pagar os custos da produção.
Não bastasse isso, os produtores ainda têm enfrentado um longo período de seca que destrói pastagens e impacta negativamente na alimentação do rebanho. Sem falar que estamos em um período de entressafra.
Com menos produto disponível e cotado a valores tão baixos, o produtor encontra ainda mais dificuldades para se manter.

Fatores que contribuíram para alta no preço do leite

O leite é um produto de demanda inelástica, ou seja, não tem muitos substitutos. Por isso é possível reajustar o preço, tanto para aumentá-lo quanto para diminuí-lo, sem que a demanda seja afetada.
Quem atua no setor sabe que sempre houve oscilações com relação ao preço do leite, e isso se deve a sensibilidade do produto a diversos fatores como: clima, mercado internacional, valor dos insumos, entre outros.
A alta que enfrentamos agora se deve a toda uma junção de fatores – começando pela crise econômica, que reduziu drasticamente o consumo do leite.
Em outro momento o aumento da oferta derrubou os preços, porém, houve alta no valor dos insumos, o que significou mais custos para produção.
Não podemos nos esquecer também da greve dos caminhoneiros, onde muitas produções tiverem que ser totalmente descartadas por não haver como armazenar o leite.
Isso sem falar nos impactos causados ao rebanho, pois a falta de insumos diminuiu a produtividade; e, segundo especialistas, o tempo estimado para que o organismo dos animais volte a produzir normalmente pode levar até 1 ano.

Quem faz o preço do leite?

Levando em conta todo o cenário apresentado anteriormente, chegamos em um ponto crucial para entender por que a alta do preço do leite afeta os produtores negativamente.
Não é só o produtor que define quanto custará a caixa de leite no supermercado; quem define isso é a indústria, que é a responsável por adquirir a matéria-prima, transformar o produto, embalar, estocar e distribuir.
O cálculo usado para definir o preço do leite leva em consideração o consumo, o volume de produção e também os custos, que vão desde a aquisição do leite diretamente com produtores até a logística.
Observando todo esse caminho que o leite percorre até chegar às nossas casas fica mais fácil entender a alta do produto.
Como a Alta do Preço do Leite está Afetando os Produtores

Mercado do leite no Brasil

Embora o Brasil seja um dos maiores produtores de leite, a quantidade produzida no país não consegue atender a demanda local.
Por isso, muitos litros de leite, milhões mais especificamente, precisam ser importados de outros países para suprir toda a demanda.
O grande problema é que o preço do produto importado muitas vezes consegue chegar ao Brasil com valores mais competitivos que os produtos nacionais, e isso afeta diretamente o produtor, que tem de um lado o aumento nos custos de produção e de outro enfrenta diversos fatores que diminuem seus lucros, como baixa na produtividade devido à estiagem, entressafra, entre outros.
Além disso, é importante ressaltar que quanto menor for a produção, menor será o valor pago pela indústria no produto.
Por isso, não é difícil encontrar produtores que pretendem abandonar o mercado do leite.
No entanto, é fato que o país tem capacidade para produzir muito mais, o que falta são investimentos e maior atenção ao setor – um estudo aprofundado sobre as variáveis que fazem o preço do leite oscilar tanto poderia ser um ponto de partida para se pensar em soluções.
É preciso também encontrar uma forma de viabilizar um repasse mais justo ao produtor, que é o dono da matéria-prima, a fim de que compense produzir e investir na produção, pois o preço que o leite tem saído do campo é desmotivador para quem vive do setor.
Já para os consumidores a boa notícia é que com o fim do período da entressafra, previsto para outubro, os preços possam diminuir.
E você tem algo a complementar sobre esta alta dos preços do leite? Deixe aqui embaixo nos comentários.
Fonte: AgroComunica

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página