Buscar

Exportações de grãos rumo a novos recordes

sexta-feira, agosto 11, 2017

Resultado de imagem para Exportações de grãos rumo a novos recordes
O volume das exportações brasileiras de soja e milho continuam a confirmar as expectativas e a caminhar para novos recordes neste ano. Embalados por colheitas recorde no país na safra 2016/17, os embarques da oleaginosa vão superar com folga a marca de 60 milhões de toneladas, ao passo que os do cereal tendem a somar, …
O volume das exportações brasileiras de soja e milho continuam a confirmar as expectativas e a caminhar para novos recordes neste ano. Embalados por colheitas recorde no país na safra 2016/17, os embarques da oleaginosa vão superar com folga a marca de 60 milhões de toneladas, ao passo que os do cereal tendem a somar, na pior das hipóteses, 30 milhões.
Levantamento da Associação Nacional dos Exportadores (Anec) baseado nas cargas que efetivamente já partiram dos portos apontou que, em julho, os envios de soja ao exterior atingiram 6,4 milhões de toneladas, 1,5 milhão a mais que no mesmo mês de 2017, e já alcançaram 51,9 milhões de toneladas nos primeiros sete meses do ano, aumento de 17% sobre igual intervalo de 2016.
A entidade estima que os embarques vão chegar a entre 61 milhões e 62 milhões de toneladas neste ano, mas o volume poderá ser até maior. A Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove), que representa grandes tradings, elevou sua projeção para 64 milhões de toneladas em relatório divulgado na sexta-feira, 1 milhão a mais que o previsto no fim de junho e volume 24% superior ao do ano passado.
Nos cálculos da Abiove, as exportações do grão vão render US$ 23,4 bilhões em 2017, um incremento de 22,8% em relação a 2016. Somando-se farelo e óleo, os embarques do chamado “complexo soja” deverão chegar a US$ 29,7 bilhões neste ano, 16,9% acima do ano passado.
Enquanto os volumes das exportações de soja começam a diminuir, dado o forte ritmo dos últimos meses, os de milho colhido na segunda safra já apresentam aumento expressivo. Segundo a Anec, somaram 3,3 milhões de toneladas em julho, ante mesmo de 1 milhão em junho e 2,3 milhões em julho de 2016. Segundo a entidade, foi o maior volume de milho já embarcado em um mês de julho, e as exportações totais tendem a chegar a 30 milhões de toneladas no ano. Algumas consultorias, porém, já preveem 34 milhões.
Fonte: Valor Econômico
 
Curta nossa página no Facebook!

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário!

Categorias

Total de visualizações de página