/*

Buscar

A expansão dos alimentos orgânicos para animais Pet

quinta-feira, agosto 17, 2017

Resultado de imagem para A expansão dos alimentos orgânicos para animais Pet
Há dez anos atrás, os alimentos orgânicos para animais de estimação pareciam prontos para ganhar o mundo pet, mas ainda hoje precisam de certos ajustes. Entretanto, isto está prestes a mudar, de acordo com um relatório da empresa de pesquisa de mercado Packaged Facts. Os produtos orgânicos estavam apenas começando seu aumento meteórico nas principais …
Há dez anos atrás, os alimentos orgânicos para animais de estimação pareciam prontos para ganhar o mundo pet, mas ainda hoje precisam de certos ajustes. Entretanto, isto está prestes a mudar, de acordo com um relatório da empresa de pesquisa de mercado Packaged Facts.
Os produtos orgânicos estavam apenas começando seu aumento meteórico nas principais categorias de alimentos humanos e, com a entrada simultânea de alimentos naturais para animais nos canais de animais domésticos, parecia o momento certo para opções orgânicas marcar uma presença maior no mercado Pet Food. No entanto, apesar do otimismo expresso pela Organic Trade Association (OTA) – entre outras – os alimentos orgânicos para animais de estimação ainda não acertaram o passo. Porém, isto está prestes a mudar, de acordo com a 6a Edição do relatório Natural, Organic, and Eco-Friendly Pet Products in the U.S. da Packaged Facts.


No relatório, foram identificados alguns dos principais motivos pelos quais o alimento orgânico para animais de estimação ainda não conseguiu uma significativa penetração no mercado:
  • Problemas de oferta: o recente crescimento da popularidade dos alimentos orgânicos no mercado humano significa que os fornecedores já estão sobrecarregados. Além disso, muitos ingredientes para Pet Food, como peixes e outras proteínas mais recentes, não estão prontamente disponíveis na forma orgânica, e simplesmente encontrar ingredientes suficientes pode ser problemático para fabricantes de alimentos para animais Pet que buscam entrar no segmento orgânico.
  • Altos preços: Ingredientes de alta qualidade significam preços mais elevados, e as empresas de alimentos para animais de estimação podem ser mais cautelosas sobre o marketing, o que poderia significar um produto super-superpremium em relação ao preço.
  • Regulamentações orgânicas: sem um mandato federal claro que dite o que constitui um alimento orgânico para animais de estimação, os fabricantes que desejem usar o rótulo orgânico devem aderir aos padrões de alimentos orgânicos humanos. Em vez de enfrentar o controle regulamentar, os fabricantes de Pet Food podem, em vez disso, decidir que é mais fácil rotular o produto “natural” e encerrar o assunto.
Conforme mencionado, há sinais, no entanto, de que, pelo menos, alguns dos desafios enfrentados pelos alimentos orgânicos para animais de estimação podem ser corrigidos em breve. Do ponto de vista de regulamentação, há sinais de que os padrões para esses alimentos estão se movendo através do processo de aprovação no National Organic Program. Além disso, a demanda do lado humano do mercado tem despertado maior interesse na agricultura orgânica e nas práticas de fabricação, possivelmente aumentando o suprimento de produtos orgânicos.
A Packaged Facts acredita que, à medida que os obstáculos para a alimentação orgânica de animais de estimação diminuam, a probabilidade de que se tornem o próximo “grande negócio” em alimentos naturais para animais aumente exponencialmente. Do lado humano, os varejistas Kroger e Costco assumiram a extraordinária iniciativa de investir em fazendas para garantir o fornecimento a longo prazo de produtos orgânicos de suas marcas próprias e, sob a Nestlé Purina, a bem estabelecida marca orgânica da Merrick, a Castor & Pollux, ganhou acesso para os recursos de um dos maiores produtores de alimentos para animais no planeta. Como os comerciantes de alimentos naturais para animais de estimação procuram distinguir-se dos demais, oferecer opções orgânicas em breve deverá ser o próximo passo.

Sobre o relatório
Com base nas análises apresentadas nas cinco edições anteriores deste relatório, esta sexta edição, totalmente atualizada, Natural, Organic and Eco-Friendly Pet Products nos EUA cobre estimativas históricas e projetadas de vendas no varejo até 2021, estratégias competitivas dos principais players e tendências no desenvolvimento de novos produtos, tais como alimentos sem grãos, grass-feed, super-food, human-grade e alimentos crus (incluindo liofilizados e desidratados), produtos ecológicos não alimentares para animais de estimação, iniciativas de sustentabilidade corporativa e tendências dos canais de varejo. Apresentando dados exclusivos da Packaged Facts’ National Pet Owner Survey, o relatório aborda as tendências de compras de alimentos e não alimentos em várias categorias, bem como atitudes e características demográficas dos compradores de produtos naturais e orgânicos para animais. Informações adicionais sobre Natural, Organic, and Eco-Friendly Pet Products in the U.S., 6th Edition, incluindo opções de compra, resumo, índice e relatórios relacionados no site do Packaged Facts.

Fonte: Global Pets

Curta nossa página no Facebook!

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário!

Categorias

Total de visualizações de página