Buscar

La Niña tem 60% de continuar até o outono de 2022

terça-feira, janeiro 04, 2022


Em sua última atualização, no dia 9 de dezembro, a NOAA-CPC (National Oceanic and Atmospheric Administration, Climate Prediction Center) divulgou que a La Niña tem 95% de chance de continuar durante o verão (dez-jan-fev) e de 60% de ir até o outono de 2022.

De acordo com os dados divulgados pelo Irga, o sistema acoplado oceano-atmosfera, consistente com a La Niña, continua persistindo. Outro fator que pode estar favorecendo a La Niña é o fenômeno de escala interdecadal, chamado Oscilação Interdecadal do Pacífico (ODP). Ele também possui duas fases e, no momento, está em sua fase negativa. Com o ENOS e a ODP em fases negativas, as forças se somam e os efeitos da La Niña podem ser potencializados e/ou favorecidos.

A Temperatura da Superfície do Mar na região Niño 3.4 esteve em -0,8°C no trimestre set-out-nov e em -0,9°C em novembro, na região Niño 3.4. Observa-se que a região do Niño 3.4, em novembro, esteve com anomalias predominantemente negativas, reforçando que a La Niña está ativa, e na sua forma Clássica. A região Niño 1+2 também esteve com anomalias negativas (anomalia de -1,0°C em novembro), desfavorecendo as chuvas no RS. Estas duas regiões, com águas com anomalias negativas de temperatura, desfavorecem a passagem de frentes frias mais potentes e continentais. Com isso, o volume das precipitações diminuiu.

As águas no Oceano Atlântico Sul apresentaram, em novembro, temperatura entre valores normais e acima do normal. Possivelmente, devido à maior força do Pacífico no momento, este fator não favoreceu as chuvas no RS. Mas, é importante acompanhar sua evolução durante o período do verão.

As anomalias negativas da temperatura das águas subsuperficiais na região do Oceano Pacífico Equatorial se mantiveram ativas em novembro. Essa bolha de águas frias subsuperficiais continuará aflorando em superfície, dando sustentação à La Niña nos próximos meses.

Resumindo, o sistema acoplado é condizente com o da La Niña e, assim, deverá permanecer nos próximos meses. Com isso, as precipitações deverão continuar em baixos volumes ainda durante dezembro de 2021. Espera-se que o pico da La Niña ocorra entre dezembro e meados de janeiro e, depois, inicie o processo de desintensificação.

Relembrando que o efeito do ENOS (El Niño-Oscilação Sul) ocorre durante a primavera. Durante o verão, outros fatores interferem nas chuvas e, no caso do RS, a temperatura da água do Oceano Atlântico Sul influencia bastante.

Fonte: Agrolink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (27) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (43) Acrocomia aculeata (78) Agricultura (364) Agricultura 4.0 (13) agriculture (1) Agroenergia (156) Agroindústria (44) Agronegócio (311) Agropecuária (70) Água (25) Àgua (1) Alimentação Saudável (24) Alimentos (374) Amazônia (78) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (107) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (36) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (498) Biodefensivos (12) Biodiesel (367) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (17) Bioeconomia (126) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (213) Biofertilizantes (12) Biofuels (104) Bioinsumos (24) Biomas (7) Biomass (7) Biomassa (91) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (28) Bioquerosene (51) Biorrefinaria (3) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (89) BNDES (2) Bolsa de Valores (38) Brasil (135) Brazil (29) Cadeia Produtiva (21) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (13) Carbono Neutro (10) Carbono Zero (22) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (8) CBios (69) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (17) Cerrado (29) Chuvas (16) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (442) Clima e ambiente (307) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (2) Cogeração de energia (30) Combustíveis (111) Combustíveis Fósseis (41) Combustíveis verde (5) Comércio (49) Consciência Ecológica (27) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (25) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (56) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (26) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (3) Curso (14) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (18) Desenvolvimento Sustentável (228) Desmatamento (19) Diesel (22) Diesel Verde (23) eco-friendly (5) Economia (131) Economia Circular (14) Economia Internacional (142) Economia Sustentável (5) Economia Verde (182) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (31) Emissões de Carbono (63) Empreendedorismo (9) Empresas (170) Energia (106) energia limpa (23) Energia Renovável (261) Energia Solar Fotovoltaica (24) ESG (27) Estudo (4) Etanol (97) Europa (2) event (11) Eventos (176) Exportações (108) Extrativismo (64) FAO (10) Farelos (48) farm (1) Fertilidade (9) Fibras (10) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (39) Floresta plantada (119) Fomento (42) Food (42) food security (9) forest (1) Fruticultura (25) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (4) Gastronomia (1) GEE (31) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (12) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (213) Instituição (1) Insumos (22) Investimento (12) Investimentos (2) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (27) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (59) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (607) Madeira (26) Mamona (1) Manejo (11) Manejo e Conservação (125) MAPA (47) Máquinas e equipamentos (3) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (4) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (349) Melhoramento e Diversidade Genética (94) Mercado (4141) Mercado de Combustíveis (73) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (77) Mercado Internacional (71) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (39) Minas Gerias (1) MMA (2) MME (55) Mudanças Climáticas (80) mudas (4) Mundo (188) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (12) Oil (51) Oleaginosas (128) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (29) OMC (3) ONGs (1) ONU (20) Oportunidade (9) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (34) palmeiras (7) Paris Agreement (95) Pecuária (117) Pegada de Carbono (107) Personal Care (3) Pesquisa (118) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (8) pirólise (3) Plano Safra (2) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (93) Política Ambiental (10) Políticas (1) políticas públicas (2) Preços (76) Preservação Ambiental (59) Produção Agrícola (42) Produção Animal (17) Produção Integrada (3) Produção Sustentável (79) Produção vegetal (33) Produtividade (100) Produtos (151) Proteção Ambiental (19) proteína vegetal (28) Qualidade (7) Qualidade do Ar (10) químicos verdes (1) reciclagem (3) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (50) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (35) regulamentação (3) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (84) Report (2) Research and Development (12) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (8) Safra (10) Saúde e Bem-Estar (143) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (177) Segurança Energética (15) Selo Social (14) sementes (11) silvicultura (3) Sistema Agroflorestal (43) Sistemas Integrados (27) Sociobiodiersidade (9) Soil (9) Soja (137) Solos (66) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (701) Tecnologia (73) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (7) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (271) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página