Buscar

RS: semana do Alimento Orgânico valoriza a sustentabilidade na produção

domingo, maio 30, 2021
















Realizada no período de 25 a 31 de maio, a Semana dos Alimentos Orgânicos tem por objetivo difundir os produtos orgânicos e seus benefícios nutricionais, ambientais e sociais. Desde 2011, todos os produtos orgânicos passaram a ser garantidos pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade Orgânica (SisOrg) e existindo diferentes formas para a certificação dessa produção como a Organização de Controle Social (OCS), Organismo Participativo de Avaliação da Conformidade Orgânica (OPAC) e a certificação de Terceira Parte (auditagem).

No Rio Grande do Sul, conforme dados da Emater/RS-Ascar, vinculada à Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), existem cerca de 360 unidades de produção certificadas via OCS, 2.278 unidades de produção certificadas via OPACs e 877 unidades de produção via certificadoras de terceira parte (auditagem).

A extensionista rural Agropecuária da Emater/RS-Ascar, Djeimi Janisch, explica que a produção orgânica vai além do cultivo sem o uso de defensivos e adubação química. "É uma questão de não só de não utilizar insumos químicos, mas leva em consideração a interação da propriedade, dos produtores e das plantas com o meio ambiente, com a comunidade e a sociedade e que traga uma vida digna à família".

Residentes em Linha Boa Esperança, interior do município de Mato Leitão, os agricultores Rosana Stange e Antônio José Oss viram na produção orgânica a fonte de renda da família e a sucessão da propriedade rural com o filho Luiz Gustavo. "A nossa produção sempre foi orgânica. Antes de pensar em produzir para vender, o agricultor deve pensar em produzir para comer e assim ofertar produtos de maior qualidade aos consumidores, observou Rosana. A família trabalhava na cidade e tinha o cultivo de hortaliças como atividade dos fins de semana. Como tínhamos para o nosso consumo começamos a comercializar o excedente para amigos. Com o tempo a demanda aumentou, outras pessoas começaram a fazer as suas encomendas e nós percebemos a necessidade de focar nessa atividade", lembra a agricultora.

Em uma área de um hectare a família cultiva citros, verduras como alface e repolho, cenoura, beterraba, batata doce, batata inglesa, mandioca, entre outros. "Fizemos a diversificação da produção, o escalonamento e rodízio do plantio. Os produtores precisam diversificar, ter várias opções. As vezes você possui um produto diferente que chama o consumidor e acaba vendendo o produto básico também", comenta Antônio.

Gustavo, que há dois anos retornou à propriedade rural, viu na produção uma forma de vida. "No campo você tem uma rotina, mas ao voltar a origem a gente sente que consegue dar o teu melhor, fazer aquilo que se gosta, o contato com a natureza, uma melhor qualidade de vida e um sonho para realizar. Isso me motivou a voltar para o campo".

Uma das técnicas adotadas pela família é o rodízio dos plantios. "Isso ajuda a evitar pragas e doenças nas plantas. Às vezes até tem algum problema naquela produção, mas com a troca da espécie cultivada no plantio seguinte esse problema é resolvido", avalia Gustavo. Rosana também lembra que é necessária a persistência para essa forma de produção. "Às vezes encontramos alguma dificuldade num cultivo, mas persistimos e plantamos duas, três vezes até pegar o jeito. Até dar certo".

Outra ação importante adotada pela família é a recuperação e conservação do solo. "Um solo mais nutritivo evita doenças e cria plantas mais resistentes. Construir um solo dá menos trabalho que corrigir um problema depois. Nosso trabalho é preventivo", destaca Rosana que lembra que também são usadas a compostagem e a palhada para os plantios. "Se você pode produzir os insumos na sua propriedade por que vai comprar?!", conclui.

A comercialização da produção é feita nas residências dos consumidores nos municípios de Mato Leitão e Venâncio Aires. "A pandemia nos ajudou a organizar melhor as entregas. Levamos os produtos nas casas dos clientes, produtos frescos, colhidos pouco antes", observa Rosana.

A extensionista rural explica ainda que a Emater/RS-Ascar, no trabalho de extensão rural junto às famílias, prima pela produção para o consumo e essa produção da forma mais limpa possível. Com isso, alguns produtores veem na produção orgânica uma alternativa não só de alimentação da família, mas também de renda. "Para comercializar produtos e dizer que ele é orgânico é necessária a certificação. A Emater, além da parte produtiva, trabalha com os agricultores formas de certificação seja via OCS, onde essas famílias vendem seus produtos nos mercados institucionais e na venda direta ao consumidor seja ela nas feiras ou em forma de cestas entregues nas residências, ou em OPACs. As OPACs permitem a utilização de selos de produto orgânico emitido pelo MAPA. Isso permite comercializar para qualquer tipo de mercado tanto na venda direta assim como para terceiros como supermercados, restaurantes. Isso amplia o mercado da venda de produtos orgânicos", esclarece Djeimi.

A certificação da produção da família de Rosana, José e Gustavo aconteceu em 2017 por meio da auditagem. A partir de 2019 a família passou a integrar a OCS Orgânicos Terra Forte. Fundada em 2018 a OCS conta com 19 integrantes dos municípios Santa Cruz do Sul, Venâncio Aires, Vale Verde, Passo do Sobrado e Mato Leitão. "São dois trabalhos diferentes. A certificação por auditagem é nós, família, e o auditor. Já na OCS a gente interage mais com a comunidade, tem a troca de conhecimento entre os agricultores e os consumidores", pondera Rosana. "O trabalho em grupo permite a troca de experiências, a troca de sementes, de mudas, de técnicas e facilita a comercialização por parte dos agricultores", conclui Djeimi.

Fonte: Portal Agrolink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (37) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (297) Agricultura 4.0 (8) agriculture (1) Agroenergia (130) Agroindústria (32) Agronegócio (252) Agropecuária (58) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (22) Alimentos (367) Amazônia (77) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (93) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (451) Biodefensivos (10) Biodiesel (346) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (15) Bioeconomia (126) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (211) Biofertilizantes (12) Biofuels (104) Bioinsumos (19) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (26) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (3) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (86) BNDES (2) Bolsa de Valores (35) Brasil (100) Brazil (29) Cadeia Produtiva (17) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (7) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (20) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (6) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (16) Cerrado (25) Chuvas (10) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (415) Clima e ambiente (288) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (47) Consciência Ecológica (26) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (14) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (48) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (2) Curso (14) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (5) Desenvolvimento Sustentável (206) Desmatamento (12) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (100) Economia Circular (14) Economia Internacional (125) Economia Sustentável (5) Economia Verde (175) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (13) Emissões de Carbono (62) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (105) energia limpa (17) Energia Renovável (257) Energia Solar Fotovoltaica (23) ESG (26) Estudo (2) Etanol (84) Europa (2) event (11) Eventos (176) Exportações (94) Extrativismo (63) FAO (7) Farelos (46) farm (1) Fertilidade (3) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (30) Floresta plantada (119) Fomento (42) Food (42) food security (9) forest (1) Fruticultura (15) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (8) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (202) Instituição (1) Insumos (7) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (14) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (599) Madeira (23) Mamona (1) Manejo (2) Manejo e Conservação (114) MAPA (35) Máquinas e equipamentos (2) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (313) Melhoramento e Diversidade Genética (78) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (52) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (24) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (55) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (10) Oil (51) Oleaginosas (103) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (3) ONGs (1) ONU (18) Oportunidade (8) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (92) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (87) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (6) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (87) Política Ambiental (4) Políticas (1) políticas públicas (2) Preços (72) Preservação Ambiental (55) Produção Agrícola (10) Produção Animal (9) Produção Integrada (2) Produção Sustentável (73) Produção vegetal (13) Produtividade (60) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (3) Qualidade do Ar (4) químicos verdes (1) reciclagem (2) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (35) regulamentação (3) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (12) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (8) Safra (4) Saúde e Bem-Estar (135) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (166) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (6) silvicultura (3) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (8) Soil (9) Soja (94) Solos (57) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (673) Tecnologia (63) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (271) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página