Buscar

Hidrogênio verde pode atrair investimentos para o Brasil

segunda-feira, abril 26, 2021


O Brasil tem tudo para ser líder na produção de uma nova fonte de energia renovável: o hidrogênio verde, que pode ser obtido da eletrólise da água ou da biomassa e biocombustíveis, como etanol e o metano. O país tem abundância de todos esses recursos, o que facilita o avanço dessa produção. A constatação foi feita por especialistas que participaram da reunião do Conselho Temático de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Coemas) da Confederação Nacional da Indústria (CNI) nesta segunda-feira (26).

De acordo com o presidente do Coemas, Marcelo Thomé, essa nova fonte energética pode contribuir com a transição energética e consolidação da economia de baixo carbono. No entanto, ele alerta que ainda existem algumas barreiras, como questões tecnológicas, custos, dificuldade de transporte e armazenamento e a necessidade de desenvolvimento de arcabouços institucionais, legais e regulatórios.

“Apesar dos desafios, o país precisa se preparar para desenvolver essa tecnologia promissora, que promete gerar novas oportunidades de novos negócios e benefícios sociais”, afirmou Thomé.

E ele tem razão. Para se ter uma ideia, mesmo incipiente, em 2019, o mercado mundial de hidrogênio gerou entre US$ 118 bilhões e US$ 136 bilhões, segundo a Empresa de Pesquisa Energética (EPE). O deputado Arnaldo Jardim (Cidadania-SP) disse que é importante o Poder Legislativo estar preparado para trazer normas que facilitem e agilizem a incorporação de tecnologias verdes. “O hidrogênio é realmente um potencial para o futuro”, declarou Jardim.

O vice-presidente do Coemas, Jorge Parente, que preside a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) contou que lá foi lançado um hub do hidrogênio verde para reduzir as emissões de poluentes e impulsionar a economia do Estado. Para isso, a federação fechou parceria com a Universidade Federal do Ceará e o Complexo do Pecém. “O porto do Estado está em posição estratégica para enviar hidrogênio para a Europa”, complementou.


Brasil será imbatível no mercado de hidrogênio, destaca executivo da Siemens

Para o diretor-geral da Siemens Energy Brasil, André Clark, o país tem aspectos podem torna-lo “imbatível” na produção de hidrogênio, como o grande potencial para a geração de energias eólica e solar, ser o maior produtor de energia hidrelétrica, ter um sistema regulatório bem avançado em geração de energias renováveis e ter seus principais parceiros comerciais, como Estados Unidos, União Europeia e China, com planos de recuperação verde.

“O Brasil já é campeão mundial nesse jogo. Imagina se resolver investir dinheiro nisso?”, questionou Clark.

Luciano Oliveira, consultor técnico da Diretoria de Estudos Econômico-Energéticos e Ambientais da EPE, ressaltou a importância de se destinar recursos de pesquisa e desenvolvimento para identificar e ultrapassar barreiras técnicas para a produção de hidrogênio no país.

Fonte: Portal da Indústria

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (31) Acrocomia aculeata (70) Agricultura (258) Agricultura 4.0 (5) agriculture (1) Agroenergia (126) Agroindústria (25) Agronegócio (223) Agropecuária (51) Água (21) Àgua (1) Alimentação Saudável (12) Alimentos (361) Amazônia (69) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (82) Arte (1) Artigo (46) Aspectos Gerais (177) Aviação (32) Aviation fuel (7) Aviation market (21) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (2) Biochemistry (5) Biocombustíveis (426) Biodefensivos (3) Biodiesel (320) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (11) Bioeconomia (114) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (25) Bioenergia (203) Biofertilizantes (10) Biofuels (103) Bioinsumos (12) Biomas (1) Biomass (7) Biomassa (88) Biomateriais (6) bioplásticos (1) Biopolímeros (15) Bioproducts (2) Bioprodutos (22) Bioquerosene (44) Biorrefinaria (2) Biotechnology (35) Biotecnologia (83) BNDES (2) Bolsa de Valores (27) Brasil (55) Brazil (29) Cadeia Produtiva (15) Capacitação (29) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (2) Carbono Neutro (7) Carbono Zero (19) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (3) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (15) Cerrado (21) Chuvas (5) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (386) Clima e ambiente (277) Clima e ambiente Preços (1) climate changed (60) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (98) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (45) Consciência Ecológica (24) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (6) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (42) Crédito Rural (17) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (10) Dados (1) Davos (4) Dendê (4) Desafios (3) Descarbonização (1) Desenvolvimento Sustentável (177) Desmatamento (6) Diesel (19) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (90) Economia Circular (12) Economia Internacional (113) Economia Sustentável (4) Economia Verde (173) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (18) Eficiência energética (54) Embrapa (2) Emissões de Carbono (55) Empreendedorismo (8) Empresas (147) Energia (97) energia limpa (13) Energia Renovável (252) Energia Solar Fotovoltaica (22) ESG (20) Estudo (2) Etanol (80) Europa (1) event (11) Eventos (152) Exportações (91) Extrativismo (61) FAO (6) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (2) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (1) Floresta (25) Floresta plantada (114) Fomento (39) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (8) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (114) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (3) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (174) Instituição (1) Insumos (3) Investimento (7) IPCC (14) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (10) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (53) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (586) Madeira (19) Mamona (1) Manejo e Conservação (109) MAPA (32) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (2) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (288) Melhoramento e Diversidade Genética (71) Mercado (4102) Mercado de Combustíveis (66) Mercado Financeiro (12) Mercado florestal (72) Mercado Internacional (44) Metas (4) Micotoxinas (1) Milho (17) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (48) Mudanças Climáticas (36) mudas (2) Mundo (150) Nações Unidas (4) Negócios (9) nergia limpa (1) net-zero (36) Nutrição animal (18) nutrition (9) Oil (51) Oleaginosas (99) Oleochemicals (10) Óleos (250) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (21) OMC (2) ONGs (1) ONU (15) Oportunidade (5) Oportunidades (7) other (1) Palm (1) Palma (29) palmeiras (3) Paris Agreement (93) Pecuária (88) Pegada de Carbono (103) Personal Care (3) Pesquisa (77) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (32) PIB (5) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Política (81) Política Ambiental (2) políticas públicas (1) Preços (62) Preservação Ambiental (46) Produção Agrícola (1) Produção Animal (8) Produção Integrada (1) Produção Sustentável (61) Produção vegetal (10) Produtividade (52) Produtos (150) Proteção Ambiental (11) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) químicos verdes (1) Recuperação Ambiental (6) Recuperação de área Degradada (47) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (27) regulamentação (2) Relatório (14) renewable energy (19) RenovaBio (73) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (16) Sabão (1) SAF (6) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (127) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (150) Segurança Energética (14) Selo Social (11) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (40) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (5) Soil (9) Soja (76) Solos (52) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (640) Tecnologia (51) Tempo (1) Títulos verdes (2) Transportes (5) Turismo Sustentável (6) Unica (1) Vídeo (260) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página