Buscar

Eletricidade limpa. Um dos edifícios mais icónicos do mundo usa agora 100% energia eólica

domingo, fevereiro 07, 2021




Um dos edifícios mais emblemáticos do mundo funciona agora com eletricidade limpa. Na quarta-feira, a empresa proprietária do Empire State Building anunciou que assinou um acordo para atender às necessidades de eletricidade não só daquele edifício, mas de todo o seu portfólio, com energia eólica. 

De acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, que avançou a notícia, o Empire State Building usa agora apenas energia eólica.

O contrato de compra de energia de três anos também abrange 13 outros arranha-céus e prédios de escritórios sob a propriedade do Empire State Realty Trust, tornando-o o maior utilizador de energia renovável dos Estados Unidos.

O Empire State Building em si tem operado com energias renováveis há uma década.

A mudança para a energia eólica resultará na poupança de 204 milhões de quilogramas de dióxido de carbono, o que é igual às emissões da frota de táxis de Nova Iorque durante um ano inteiro.

Esta alteração surge depois de o arranha-céus ter anunciado no ano passado que as reformas feitas em tudo, desde janelas até a instalação de luzes LED na sua famosa torre, resultaram na redução da sua pegada de carbono em 40%.

“Continuamos a avançar o nosso compromisso com soluções que reduzem o nosso impacto ambiental”, disse Dana Robbins Schneider, vice-presidente sénior e diretora de energia e sustentabilidade do Empire State Realty Trust, em comunicado citado pelo Gizmodo. “Os nossos inquilinos agora trabalham em escritórios neutros em carbono e a comunidade de investidores pode reconhecer a nossa liderança.”

A compra de energia limpa não significa que turbinas eólicas num lugar fora da cidade irão bombear energia diretamente para o prédio. Em vez disso, os contratos assinados com a Green Mountain Energy e Direct Energy significam que os dois prestadores de serviços garantirão que a quantidade equivalente de eletricidade usada pelo Empire State Building e outros edifícios abrangidos pelo acordo sejam produzidos a partir do vento nos EUA.

“Levar a maior comunidade imobiliária em direção à energia líquida zero requer que as partes interessadas no centro das atenções, como o Empire State Building, dêem os primeiros passos e inspirem outros”, disse Cara Carmichael, diretora do Programa de Edifícios Carbon-Free do Rocky Mountain Institute. “O Empire State Building sempre foi um marco em Nova Iorque e um líder no espaço de prop-tech. Agora, está a adotar o seu papel de líder no espaço de energia”.

A descarbonização de edifícios é uma das tarefas mais assustadoras da próxima década, especialmente os mais antigos como o Empire State Building. As cidades estão cada vez mais a tomar medidas para proibir as ligações de gás em novas construções, o que pode ajudar a reduzir as emissões.

Instalar eletrodomésticos, janelas, portas e luzes mais eficientes é outro caminho para reduzir as emissões que é feito mais facilmente com edifícios mais novos.

Porém, existem cerca de 5,6 milhões de edifícios comerciais e dezenas de milhões de unidades residenciais, todos a necessitar de uma limpeza rápida para evitar os piores impactos da crise climática.

Um relatório das Nações Unidas divulgado no ano passado mostra como é urgente a necessidade de descarbonizar edifícios. As emissões de carbono aumentaram em 2019 e representam 38% das emissões globais.

Nova Iorque estabeleceu requisitos para que os edifícios reduzam as suas emissões em 40% até 2030.

Por: Maria Campos

Fonte: zap.aeiou.pt

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (31) Acrocomia aculeata (71) Agricultura (259) Agricultura 4.0 (5) agriculture (1) Agroenergia (126) Agroindústria (25) Agronegócio (224) Agropecuária (51) Água (21) Àgua (1) Alimentação Saudável (12) Alimentos (361) Amazônia (69) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (83) Arte (1) Artigo (46) Aspectos Gerais (177) Aviação (32) Aviation fuel (7) Aviation market (21) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (429) Biodefensivos (3) Biodiesel (321) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (11) Bioeconomia (114) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (25) Bioenergia (203) Biofertilizantes (10) Biofuels (103) Bioinsumos (12) Biomas (1) Biomass (7) Biomassa (88) Biomateriais (6) bioplásticos (1) Biopolímeros (15) Bioproducts (3) Bioprodutos (23) Bioquerosene (44) Biorrefinaria (2) Biotechnology (35) Biotecnologia (83) BNDES (2) Bolsa de Valores (27) Brasil (57) Brazil (29) Cadeia Produtiva (15) Capacitação (29) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (2) Carbono Neutro (7) Carbono Zero (19) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (3) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (15) Cerrado (21) Chuvas (5) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (386) Clima e ambiente (278) Clima e ambiente Preços (1) climate changed (60) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (99) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (45) Consciência Ecológica (24) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (6) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (42) Crédito Rural (17) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (10) Dados (1) Davos (4) Dendê (4) Desafios (3) Descarbonização (1) Desenvolvimento Sustentável (177) Desmatamento (6) Diesel (19) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (90) Economia Circular (12) Economia Internacional (113) Economia Sustentável (4) Economia Verde (173) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (18) Eficiência energética (54) Embrapa (2) Emissões de Carbono (55) Empreendedorismo (8) Empresas (149) Energia (98) energia limpa (13) Energia Renovável (252) Energia Solar Fotovoltaica (22) ESG (20) Estudo (2) Etanol (80) Europa (1) event (11) Eventos (152) Exportações (91) Extrativismo (61) FAO (6) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (2) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (1) Floresta (25) Floresta plantada (114) Fomento (40) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (8) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (114) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (3) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (178) Instituição (1) Insumos (3) Investimento (7) IPCC (14) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (10) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (53) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (587) Madeira (19) Mamona (1) Manejo e Conservação (109) MAPA (32) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (3) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (288) Melhoramento e Diversidade Genética (71) Mercado (4105) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (12) Mercado florestal (72) Mercado Internacional (44) Metas (4) Micotoxinas (1) Milho (17) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (48) Mudanças Climáticas (36) mudas (2) Mundo (151) Nações Unidas (4) Negócios (9) nergia limpa (1) net-zero (36) Nutrição animal (18) nutrition (9) Oil (51) Oleaginosas (99) Oleochemicals (10) Óleos (252) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (21) OMC (2) ONGs (1) ONU (15) Oportunidade (5) Oportunidades (7) other (1) Palm (2) Palma (29) palmeiras (3) Paris Agreement (93) Pecuária (88) Pegada de Carbono (103) Personal Care (3) Pesquisa (77) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (33) PIB (5) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Política (81) Política Ambiental (2) políticas públicas (1) Preços (63) Preservação Ambiental (46) Produção Agrícola (1) Produção Animal (8) Produção Integrada (1) Produção Sustentável (61) Produção vegetal (10) Produtividade (52) Produtos (150) Proteção Ambiental (11) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) químicos verdes (1) Recuperação Ambiental (6) Recuperação de área Degradada (47) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (27) regulamentação (2) Relatório (15) renewable energy (19) RenovaBio (73) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (16) Sabão (1) SAF (6) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (128) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (150) Segurança Energética (14) Selo Social (11) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (40) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (5) Soil (9) Soja (76) Solos (52) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (641) Tecnologia (51) Tempo (1) Títulos verdes (2) Transportes (5) Turismo Sustentável (6) Unica (1) Vídeo (260) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página