Buscar

Produção de castanha-do-brasil, pirarucu e guaraná ganha incentivo do Mapa

sábado, janeiro 30, 2021




O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou, nesta quinta-feira (28), iniciativa para fortalecer as cadeias produtivas da castanha-do-brasil, do pirarucu selvagem e do guaraná nativo no Amazonas. A ação integra o programa Bioeconomia Brasil – Sociobiodiversidade, coordenado pela Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF) do Mapa e é uma parceria com o governo estadual. Pequenos agricultores, agricultores familiares, povos e comunidades tradicionais e seus empreendimentos são o público-alvo.

Serão alocados pelo Mapa R$ 2 milhões para atividades de capacitação e gestão de empreendimentos, sistematização de informações do extrativismo e da sociobiodiversidade, estimular o desenvolvimento de soluções tecnológicas e ampliação do acesso ao crédito, por exemplo, por meio da linha Pronaf Bioeconomia. Os recursos serão aplicados até dezembro de 2022.

A parceria visa desenvolver um protótipo de sistema que trata informações sobre o mercado de produtos da sociobiodiversidade e do extrativismo, estabelecer mecanismos para ampliar o acesso ao crédito, como também garantir a obtenção de certificações e implantar processos de rastreabilidade inovadores nas cadeias produtivas.

Outro objetivo é estruturar e fortalecer as redes de relações entre todos os envolvidos nessas cadeias e também aqueles que têm interesse nelas, além de estimular arranjos produtivos de comercialização entre os empreendimentos e os setores produtivos apoiados.

“O programa Bioeconomia Brasil chegou para promover a articulação de parcerias como essa com o estado do Amazonas, focadas na promoção e estruturação de sistemas baseados no uso sustentável dos recursos da sociobiodiversidade e do extrativismo. Com isso, queremos fomentar essas cadeias produtivas e prepará-las para acessarem mercados com agregação de valor aos produtos”, destaca o secretário de Agricultura Familiar e Cooperativismo, Fernando Schwanke.

Dentre os principais pontos a serem solucionados ao longo das cadeias produtivas da castanha-do-brasil, do pirarucu selvagem e do guaraná nativo, e que serão trabalhadas no novo projeto, estão o baixo grau de tecnologia e inovação, a pouca agregação de valor, o acesso reduzido a mercados diferenciados e a necessidade de uma melhor estruturação dos mercados da bioeconomia no estado.

Ao mesmo tempo, a iniciativa buscará promover a diversificação da matriz econômica necessária para o desenvolvimento sustentável e inclusivo no Amazonas. Para isso, serão desenvolvidas atividades para diminuir as assimetrias de informação ao longo dessas cadeias produtivas – quando uma das partes tem mais informações acerca de um produto ou serviço do que a outra.

A importância das parcerias entre órgãos federais e estaduais é destacada pelo coordenador-geral de Extrativismo da SAF, Marco Pavarino. “As articulações com as estruturas estaduais são fundamentais para o desenvolvimento de projetos de Bioeconomia como este. Na região amazônica, especialmente, com um pouco mais estrutura e informação, o uso sustentável da biodiversidade, que já é feito pelos extrativistas e agricultores familiares, tem um enorme potencial de gerar mais renda e mais qualidade de vida para as populações tradicionais”.

As atividades serão focadas na promoção da bioeconomia pautada na ciência e na tecnologia, visando a interiorização do desenvolvimento e o fomento aos arranjos produtivos e de comercialização de suprimentos dos produtos da sociobiodiversidade e do extrativismo.


Fonte: Portal R3

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (33) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (289) Agricultura 4.0 (5) agriculture (1) Agroenergia (129) Agroindústria (26) Agronegócio (238) Agropecuária (54) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (17) Alimentos (365) Amazônia (74) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (89) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (446) Biodefensivos (4) Biodiesel (339) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (13) Bioeconomia (123) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (210) Biofertilizantes (11) Biofuels (104) Bioinsumos (16) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (26) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (2) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (85) BNDES (2) Bolsa de Valores (30) Brasil (78) Brazil (29) Cadeia Produtiva (16) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (6) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (19) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (4) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (15) Cerrado (22) Chuvas (5) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (402) Clima e ambiente (284) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (47) Consciência Ecológica (25) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (8) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (44) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (1) Curso (13) Dados (1) Davos (4) Dendê (4) Desafios (3) Descarbonização (4) Desenvolvimento Sustentável (188) Desmatamento (6) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (93) Economia Circular (13) Economia Internacional (114) Economia Sustentável (4) Economia Verde (174) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (4) Emissões de Carbono (62) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (104) energia limpa (17) Energia Renovável (255) Energia Solar Fotovoltaica (22) ESG (26) Estudo (2) Etanol (82) Europa (2) event (11) Eventos (174) Exportações (93) Extrativismo (63) FAO (6) Farelos (45) farm (1) Fertilidade (2) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (27) Floresta plantada (118) Fomento (42) Food (42) food security (8) forest (1) Fruticultura (14) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (3) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (200) Instituição (1) Insumos (5) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (14) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (12) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (598) Madeira (22) Mamona (1) Manejo (1) Manejo e Conservação (114) MAPA (32) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (311) Melhoramento e Diversidade Genética (72) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (45) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (17) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (41) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (9) Oil (51) Oleaginosas (102) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (2) ONGs (1) ONU (15) Oportunidade (5) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (90) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (80) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (5) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (82) Política Ambiental (2) Políticas (1) políticas públicas (1) Preços (71) Preservação Ambiental (52) Produção Agrícola (3) Produção Animal (8) Produção Integrada (1) Produção Sustentável (64) Produção vegetal (10) Produtividade (53) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (1) Qualidade do Ar (3) químicos verdes (1) reciclagem (1) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (33) regulamentação (2) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (11) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (6) Safra (3) Saúde e Bem-Estar (133) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (160) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (2) silvicultura (2) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (7) Soil (9) Soja (81) Solos (54) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (662) Tecnologia (55) Tempo (1) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (270) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página