Buscar

Composto pode revolucionar a bioeconomia

quarta-feira, setembro 30, 2020











Para transformar nossa economia baseada em combustíveis fósseis em uma bioeconomia sustentável, devemos substituir os recursos fósseis por matérias-primas renováveis, afirmou Vitaly Sushkevich, cientista do Laboratório de Catálise e Química Sustentável do Instituto Paul Scherrer (PSI), o maior centro de pesquisas em ciências naturais e engenharia da Suíça. 

Mas o petróleo, matéria-prima de muitos produtos da indústria química, não pode ser trocado simplesmente por madeira, milho e palha, pois as plantas consistem em tipos de moléculas completamente diferentes do "ouro negro". Junto com colegas da PSI e da ETH Zurich, eles estão trabalhando para mover a pesquisa de zeólitos para frente desse impasse. 

Para desenvolver catalisadores para processar biomassa em produtos de interesse da sociedade, pesquisadores em todo o mundo estão trabalhando em zeólitas que também contêm átomos de estanho, titânio ou zircônio. No entanto, seu desempenho não pode continuar melhorando.  

Portanto, a equipe de Sushkevich recomenda voltar às zeólitas clássicas, que são compostas apenas de silício, alumínio e oxigênio. “Eles são catalisadores muito eficientes”, diz Sushkevich. “O que é especial é que eles podem ser modificados e adaptados conforme necessário para fins específicos. Eles podem até catalisar várias reações químicas em série, uma após a outra. Neste caso, o produto D desejado é convenientemente criado a partir do material de partida A por meio das etapas intermediárias B e C”, completa. 

Os átomos de alumínio são um elemento importante nessas zeólitas. Originalmente, eles estão firmemente ancorados na estrutura do zeólito. Com o calor e outras técnicas, eles podem ser liberados desse composto e, assim, ser capazes de catalisar reações importantes para a bioeconomia. 

Fonte: Portal Agrolink 

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) Acordo Internacional (24) Acrocomia aculeata (51) Agricultura (126) Agroenergia (120) Agroindústria (21) Agronegócio (128) Agropecuária (38) Água (4) Àgua (1) Alimentos (306) Amazônia (26) animal nutition (1) ANP (66) Arte (1) Artigo (31) Aspectos Gerais (177) Aviação (31) Aviation market (17) B12 (3) B13 (2) Bebidas (1) Bioativo (1) Biochemistry (5) Biocombustíveis (381) Biodiesel (271) Biodiversidade (3) Bioeconomia (64) Bioeletricidade (25) Bioenergia (168) Biofertilizantes (5) Biofuels (102) Bioinsumos (3) Biomass (7) Biomassa (86) Biomateriais (6) Biopolímeros (8) Bioproducts (2) Bioprodutos (16) Bioquerosene (38) Biorrefinaria (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (68) Bolsa de Valores (22) Brasil (14) Brazil (28) Cadeia Produtiva (14) Capacitação (9) Carbonatação (1) Carbono Zero (8) Carvão Ativado (6) CBios (47) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (8) Cerrado (13) Ciência e Tecnologia (300) Clima e ambiente (244) climate changed (45) CNA (1) Cogeração de energia (29) Combustíveis (84) Combustíveis Fósseis (28) Comércio (15) Consciência Ecológica (22) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (4) Copolímeros (2) Cosméticos (30) Crédito de Carbono (38) Crédito Rural (2) Créditos de Descarbonização (22) Culinária (1) Cultivo (120) Curso (3) Dados (1) Davos (3) Dendê (1) Desafios (1) Desenvolvimento Sustentável (130) Desmatamento (1) Diesel (13) Diesel Verde (13) eco-friendly (4) Economia (65) Economia Circular (6) Economia Internacional (109) Economia Verde (170) Economy (30) Ecosystem (6) Efeito estufa (15) Eficiência energética (42) Emissões de Carbono (4) Empreendedorismo (4) Empresas (33) Energia (83) Energia Renovável (237) Energia Solar Fotovoltaica (18) Etanol (67) Europa (1) event (11) Eventos (117) Exportações (69) Extrativismo (51) FAO (2) Farelos (45) farm (1) Fibras (9) Finanças (4) Floresta (6) Floresta plantada (100) Fomento (9) Food (42) food security (7) forest (1) Fuels (26) Gás (3) Gasolina (1) Gastronomia (1) GEE (2) Glicerina (2) Global warming (103) Green Economy (126) health (22) IBP (1) Incentivos (4) Industry 4.0 (1) Ìnovaç (1) Inovação (86) Instituição (1) Investimento (2) IPCC (14) L72 (4) L73 (7) Legislação (6) Lignina (7) livestock (4) Low-Carbon (45) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (560) Madeira (11) Mamona (1) Manejo e Conservação (93) MAPA (12) Matéria Prima (1) matérias-primas (1) Meio Ambiente (186) Melhoramento e Diversidade Genética (67) Mercado (4027) Mercado de Combustíveis (57) Mercado Financeiro (9) Mercado florestal (65) Mercado Internacional (38) Metas (2) Milho (13) MME (25) Mudanças Climáticas (19) Mundo (44) Nações Unidas (1) net-zero (9) Nutrição animal (17) nutrition (9) Oil (50) Oleaginosas (81) Oleochemicals (8) Óleos (246) Óleos Essenciais (4) Óleos Vegetais (1) ONGs (1) ONU (9) Oportunidade (1) Oportunidades (1) other (1) Palma (18) Paris Agreement (87) Pecuária (78) Pegada de Carbono (81) Personal Care (3) Pesquisa (39) Petrobras (9) Petróleo (25) PIB (2) pirólise (3) Plant Based (18) Política (74) Preços (29) Preservação Ambiental (25) Produção Animal (6) Produção Sustentável (38) Produção vegetal (2) Produtividade (32) Produtos (150) Proteção Ambiental (9) proteína vegetal (28) Qualidade do Ar (2) Recuperação de área Degradada (43) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (1) Relatório (8) renewable energy (19) RenovaBio (50) Research and Development (10) Resíduos (5) SAF (3) Safra (2) Saúde e Bem-Estar (92) science and technology (46) Sebo (5) Segurança Alimentar (90) Segurança Energética (12) Selo Social (5) Sistema Agroflorestal (21) Sistemas Integrados (10) Sociobiodiersidade (1) Soil (9) Soja (57) Solos (27) Sustainability (54) Sustainable Energy (67) Sustentabilidade (512) Tecnologia (26) Transportes (5) Turismo Sustentável (3) Unica (1) Vídeo (234) World (1) World Economy (78) Zero-Carbon (1)

Total de visualizações de página