Buscar

F1: plano apresentado para eliminar a pegada de carbono

terça-feira, novembro 12, 2019


A F1 não quer ficar de fora do novo movimento verde e pretende reduzir drasticamente o impacto ambiental. Foi apresentado um plano que pretende eliminar por completo a sua pegada de carbono até 2030.

O plano passa por aproveitar a eficiência das actuais unidades motrizes híbridas dando-lhe um papel de maior relevo. Também as actividades dentro e fora de pista serão revistas de forma a eliminar desperdícios e o impacto ambiental. Medidas como a eliminação de plásticos de uso único, uso de energia renovável nos edifícios e fábricas ligadas à F1, e uso de meios mais “verdes” para chegar às provas, são algumas das ideias que começarão a ser implementadas de imediato.

Chase Carey explicou a ideia para este plano:

“Nos seus 70 anos de história, a F1 foi pioneira em inúmeras tecnologias e inovações que contribuíram positivamente para a sociedade e ajudaram a combater as emissões de carbono. Desde aerodinâmica inovadora até projectos de travões aprimorados, o progresso liderado pelas equipas de F1 beneficiou centenas de milhões de carros na estrada hoje.

“Poucas pessoas sabem que a atual unidade de potência híbrida F1 é a mais eficiente do mundo, fornecendo mais energia usando menos combustível e, portanto, emitindo menos CO2, do que qualquer outro carro. Acreditamos que a F1 pode continuar a ser líder na indústria automobilística e no trabalho com o sector de energia para fornecer o primeiro motor de combustão interna híbrida com zero emissão total de carbono, que reduz enormemente as emissões de carbono em todo o mundo.

“Ao lançar a primeira estratégia de sustentabilidade da F1, reconhecemos o papel crítico que todas as organizações devem desempenhar para resolver esse problema global. Ao alavancar o imenso talento, paixão e desejo de inovação de todos os membros da comunidade F1, esperamos causar um impacto positivo significativo no meio ambiente e nas comunidades em que operamos. As ações que estamos implementando a partir de hoje reduzirão nossa pegada de carbono e garantirão que chegaremos até 2030 com uma pegada de carbono neutra. ”

Fonte: AutoSport

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página