Buscar

Elaboração de maionese a partir da polpa de macaúba: caracterização fisíco-química, estabilidade e valor energético.

quinta-feira, novembro 07, 2019

Resultado de imagem para maionese amarela
Fonte: Google

Autores: Marcelly César de Oliveira e Graciele da Silva Campelo Borges

Resumo: A incidência de mortes por doenças cardiovasculares, no ano de 2016 representou cerca e 31% da causa de todas as mortes globais, onde tal fato está relacionado ao alto consumo de gorduras saturadas e hidrogenadas. Devido a estes dados a indústria alimentícia têm enfoque em desenvolver novos produtos com uma redução do conteúdo de gorduras saturadas e hidrogenadas, e sódio. Por outro lado, a indústria visa produzir produtos com algum beneficio e/ou apelo funcional a saúde. A maionese é um molho tradicionalmente consumido no mundo no preparo de diferentes alimentos, como acompanhamento de saladas, sanduíches, hambúrgueres, entre outros. Entretanto este molho apresenta um alto teor lipídico, cerca de 70 a 80% de óleo na composição e é rico em colesterol. A macaúba é um fruto rico em lipídios (18,6 %) dos quais mais de 50 % são ácidos graxos insaturados, majoritariamente ácido oleico ( 61,09%) e linoléico (13,35%) e também um fruto com alto teor de fibras (13,76%) e carotenoides. O objetivo deste trabalho, foi desenvolver formulações de maioneses, com redução do óleo de soja, e adicionando a polpa da macaúba, rica em ácidos graxos poli-insaturados, também foi desenvolvida uma formulação vegana, substituindo a gema pelo emulsificante de linhaça. Neste trabalho foram desenvolvidas três formulações: a formulação 1 com 40 % de óleo/ 20,40 % de polpa de macaúba/ 8 % de gema, ,na formulação 1 foi reduzido a quantidade de oleo de soja, acrescentando a polpa da macaúba e aumentado a porcentagem de água. Na formulação 2 com 40 % de óleo/ 14,30 % de polpa de macaúba/ 8 % de gema, e a formulação 3 com 40 % de óleo/ 14,30 % de polpa de macaúba/ 8 % de goma de linhaça. A polpa de macaúba foi caracterizada quanto o conteúdo de umidade, de lipídios totais, pH, atividade de água e acidez. Todas as maioneses elaboradas foram avaliadas quanto aos parâmetros de acidez titulável, pH, atividade água, índice de acidez, índice de peróxido, cor e estabilidade. A utilização da macaúba aumentou o percentual da cor amarela, representando os caratenoides. A formulação 1 mostrou-se mais estável (92,6%) em comparações as outras, onde não houve diluição da polpa. As formulações apresentavam acidez dentro do legislação aceitavel. As maionese obtiveram um valor calórico maior do que a comercializada, por outro lado ela é uma fonte uma fonte de ácidos graxos poli-insaturados, de cratenoides que podem trazer benéficios sobres os níveis de colesterol, diminuindo assim o risco a doenças cardiovasculares. Nos resultados obtidos observa-se que a macaúba pode ser utilizada como fonte lipidica na maionese, seu rendimento foi cerca de 38,71%, a formulação 1 mostrou-se mas satisfatória no parâmentro de estabilidade e menor valor energético. Para a formulação vegana deve-se adicionar algum espessante.Todas as maioneses são fontes de ácidos graxos poli-insaturados, que por sua vez são beneficos para a saúde.

Para acessar o documento completo, clique aqui

Fonte: Repositório UFPB

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página