Buscar

Estado vai sediar 3º Bahia Energy Meeting

quarta-feira, setembro 25, 2019

Na foto, Luís Carlos Lima (Ecoluz), Eduardo Aragon (BrainMarket) e Rafael Valverde (Eolus Consultoria) - Foto: Rafael Martins | Ag. A TARDE
Na foto, Luis Carlos Lima (Ecoluz), Eduardo Aragon (BrainMarket) e Rafael Valverde (Eolus Consultoria)
A Bahia vai sediar em dezembro o maior evento de energia renovável a ser realizado na região Nordeste. A 3ª edição do Bahia Energy Meeting será lançada oficialmente nesta quarta-feira, 25, no Hotel Quality, no bairro do Stiep, em Salvador.

Este ano, a grande novidade é que as discussões, antes focadas na energia solar, serão agora mais abrangentes, tratando também do segmento eólico.

“Para 2020, gás natural e biomassa também já entram na programação”, como antecipou à reportagem de A TARDE o empresário Eduardo Aragon, CEO da BrainMarket. Juntamente com a Eolus Consultoria e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a empresa assina a organização do evento, contando com parceiros como a Ecoluz e o apoio do Grupo A TARDE, parceiro de mídia oficial.

Em relação à energia solar, as discussões técnicas deverão passar também pela análise conjuntural do setor, que hoje se mobiliza em campanha contra a tentativa do governo de taxar em 28% a geração de produtores independentes. A ideia é que a taxa seja repassada para as grandes concessionárias que monopolizam os mercados estaduais.

Monopólio

“Por outro lado, outro panorama atual muito forte é a pressão do mercado para a quebra do monopólio da energia”, frisa Luiz Carlos Lima, diretor-executivo da Ecoluz.

Ele destaca que, mesmo em meio à expectativa de mudança na regulamentação do setor, atualmente 15 mil empresas já atuam e geram empregos no País.

No caso da Bahia, as potencialidades são cada vez mais crescentes, como sinaliza: “É, por um lado, o primeiro produtor de energia solar do Brasil, mas ainda estamos na 18ª colocação quanto à geração distribuída, como é chamada a produção por sistemas solares particulares que é lançada na rede tradicional das concessionárias, que, por sua vez, abatem da fatura mensal dos produtores”.

“A realidade da energia distribuída deve ser o futuro também no segmento eólico do Brasil, o que já é comum em outros países”, completou Aragon.

No caso do segmento eólico, a Bahia ainda perde em produção para o Rio Grande do Norte, embora lidere em projetos para instalação de empreendimentos na área.

Vitrine

Para o CEO da Eolus Consultoria, Rafael Valverde, o evento será “uma grande vitrine para toda a cadeia, reunindo grandes empresas produtoras, fabricantes de equipamentos, investidores, fornecedores em geral, inclusive da área de tecnologia”. Ele destacou a importância da participação do Sebrae, alertando as micro e pequenas empresas sobre as oportunidades diversas na área.

Valverde lembrou o quanto o setor vem movimentando as pequenas empresas de serviços nos municípios de Guanambi, Caetité e Bom Jesus da Lapa, que abrigam parques eólicos.

“A cadeia abre campo também para soluções criativas de negócios em cases que também serão apresentados no evento”, frisou. As inscrições para o Bahia Energy Meeting serão abertas no próximo mês de outubro no site do evento.

Fonte: A Tarde

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (2) Alimentos (217) animal nutition (1) Aspectos Gerais (172) Aviação (24) Aviation market (13) Biocombustíveis (166) Biodiesel (68) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (82) Biomass (7) Biomassa (49) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (19) Cerrado (1) Ciência e Tecnologia (172) Clima e ambiente (180) climate changed (20) Cogeração de energia (9) COP24 (75) COP25 (13) Cosméticos (19) Crédito de Carbono (25) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (60) Economia Verde (154) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (4) Energia (26) Energia Renovável (149) event (6) Eventos (70) Extrativismo (19) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (62) Food (40) food security (1) Fuels (16) Global warming (77) Green Economy (111) health (21) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (17) Macaúba (491) Manejo e Conservação (37) Meio Ambiente (78) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3830) Mercado florestal (42) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (42) Óleos (209) other (1) Paris Agreement (56) Pecuária (59) Pegada de Carbono (40) pirólise (1) Plant Based (6) Política (49) Produtos (140) proteína vegetal (21) Recuperação de área Degradada (22) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (72) science and technology (25) Segurança Alimentar (34) Soil (7) Solos (8) Sustainability (34) Sustainable Energy (52) Sustentabilidade (284) Vídeo (193) World Economy (62)

Total de visualizações de página