Buscar

Delegação etíope conhece experiência brasileira com solos ácidos

segunda-feira, setembro 09, 2019

Delegação etíope conhece experiência brasileira com solos ácidos 1

A Embrapa Solos recebeu (Rio de Janeiro-RJ), no dia 06 de setembro, a visita de autoridades do Ministério da Agricultura, senadores e governadores da Etiópia. O grupo esteve no centro de pesquisa carioca para trocar experiências sobre o manejo de solos ácidos, já que a acidez da terra afeta 40% dos solos agricultáveis, mais de seis milhões de hectares, do país africano. “Precisamos levar a experiência de sucesso brasileira de integração dessa terra, que aconteceu no Cerrado, para o sistema produtivo na Etiópia”, afirmou Tefera Solomon, diretor de saúde e melhoria da fertilidade do solo do Ministério da Agricultura.

“O milagre do Cerrado” também foi citado por Steffen Schulz, gerente de fertilidade do solo da Corporação Alemã para Cooperação Internacional (GIZ, da sigla em alemão), que acompanhou o grupo durante a visita. “Estivemos também na sede da Embrapa, na Embrapa Cerrados e na Embrapa Arroz e Feijão, e conversamos com a iniciativa privada e produtores de fertilizantes para ter uma visão geral. Os princípios básicos de manejo de solos ácidos são conhecidos na Etiópia, mas falta um sistema que forneça informações, de maneira sustentável, para os produtores rurais, envolvendo o governo e o setor privado, Esse é um cenário liderado pelo Brasil. Esperamos aprender com a Embrapa e transferir essa tecnologia para a Etiópia.”

A diferença na estrutura agrária entre Brasil e Etiópia foi lembrada como possível obstáculo pelo chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Solos, Vinicius Benites. “Eles terão que fazer uma adaptação para a situação deles, com embasamento no que fizemos no Brasil em relação à pesquisa, legislação e incentivos do governo.”

O projeto de apoio técnico relacionado ao manejo de solos ácidos está em fase final de ajustes entre a Embrapa e a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), financiadora das ações que preveem orientação técnica, a partir da adoção de boas práticas de correção de solo com o uso de calcário.

Segundo Benites, que lidera o projeto, há três anos a Empresa foi demandada pelo governo etíope, mas o escopo do trabalho só foi definido em 2018, quando começou a se concretizar, com a ida de pesquisadores brasileiros ao local, para encontros com as equipes técnicas estrangeiras. Além da Embrapa e da ABC, a parceria inclui o Ethiopian Institute of Agricultural Research (Eiar), instituição de pesquisa vinculada ao Ministério da Agricultura da Etiópia. 

Colaboração no texto: Kátia Marsicano – Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas (Sire)

A Embrapa Solos recebeu (Rio de Janeiro-RJ), no dia 06 de setembro, a visita de autoridades do Ministério da Agricultura, senadores e governadores da Etiópia. O grupo esteve no centro de pesquisa carioca para trocar experiências sobre o manejo de solos ácidos, já que a acidez da terra afeta 40% dos solos agricultáveis, mais de seis milhões de hectares, do país africano. “Precisamos levar a experiência de sucesso brasileira de integração dessa terra, que aconteceu no Cerrado, para o sistema produtivo na Etiópia”, afirmou Tefera Solomon, diretor de saúde e melhoria da fertilidade do solo do Ministério da Agricultura.

“O milagre do Cerrado” também foi citado por Steffen Schulz, gerente de fertilidade do solo da Corporação Alemã para Cooperação Internacional (GIZ, da sigla em alemão), que acompanhou o grupo durante a visita. “Estivemos também na sede da Embrapa, na Embrapa Cerrados e na Embrapa Arroz e Feijão, e conversamos com a iniciativa privada e produtores de fertilizantes para ter uma visão geral. Os princípios básicos de manejo de solos ácidos são conhecidos na Etiópia, mas falta um sistema que forneça informações, de maneira sustentável, para os produtores rurais, envolvendo o governo e o setor privado, Esse é um cenário liderado pelo Brasil. Esperamos aprender com a Embrapa e transferir essa tecnologia para a Etiópia.”

A diferença na estrutura agrária entre Brasil e Etiópia foi lembrada como possível obstáculo pelo chefe de pesquisa e desenvolvimento da Embrapa Solos, Vinicius Benites. “Eles terão que fazer uma adaptação para a situação deles, com embasamento no que fizemos no Brasil em relação à pesquisa, legislação e incentivos do governo.”

O projeto de apoio técnico relacionado ao manejo de solos ácidos está em fase final de ajustes entre a Embrapa e a Agência Brasileira de Cooperação (ABC), financiadora das ações que preveem orientação técnica, a partir da adoção de boas práticas de correção de solo com o uso de calcário.

Segundo Benites, que lidera o projeto, há três anos a Empresa foi demandada pelo governo etíope, mas o escopo do trabalho só foi definido em 2018, quando começou a se concretizar, com a ida de pesquisadores brasileiros ao local, para encontros com as equipes técnicas estrangeiras. Além da Embrapa e da ABC, a parceria inclui o Ethiopian Institute of Agricultural Research (Eiar), instituição de pesquisa vinculada ao Ministério da Agricultura da Etiópia.

Fonte: Agro News Brasil

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página