Buscar

Variabilidade de genótipos de macaúba quanto às características físicas de fruto e rendimento em óleo

quarta-feira, julho 31, 2019

Resultado de imagem para macaúba óleo biodiesel

Autores: Rosemar Antoniassi; Nilton Tadeu Vilela Junqueira; Adelia Ferreira De Faria Machado; Léo Duc Haa Carson Schwartshaupt Conceição; Joice Barbosa Rogério; Iara Duprat Duarte

Resumo: A palmeira de macaúba (Acrocomia aculeata) que pode atingir 16 metros de altura e apresentar alta produtividade em cachos e em óleo, hoje é objeto de seleção de genótipos na Embrapa para produção de biodiesel. São palmeiras rústicas, amplamente distribuídas em áreas de vegetação aberta ou alterada em todas as regiões do território nacional. Neste trabalho, foram avaliados os rendimentos das partes do fruto e do óleo de polpa e de amêndoa de 153 amostras de genótipos de macaúba.

Observou-se variabilidade para todos os parâmetros avaliados. O peso de frutos variou de 24 a 66 gramas (Tabela 1), mas não houve correlação entre maior peso e maior rendimento em óleo, em virtude das perdas quanto à presença de epicarpo (casca externa e endocarpo) que variou de 38,2 a 64% do peso do fruto. Mesmo para os genótipos mais promissores, as perdas atingiram de 38 a 60%.

Concluiu-se que houve grande variabilidade entre os genótipos de macaúba estudados sendo os resultados apresentados muito promissores considerando-se que foi possível selecionar genótipos com 20% de rendimento em óleo (BU), considerando-se peso total de fruto. 

Para ter acesso ao artigo completo, clique aqui.

Fonte: Embrapa

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página