Buscar

Natura &Co enfrenta aquecimento global com novo compromisso

quarta-feira, julho 31, 2019

O grupo Natura &Co inclui as marcas Natura, Aesop e The Body Shop. (Foto: © Jane Mingay / AFP)
A gigante da beleza Natura &Co quer contribuir a combater o aquecimento global com um novo compromisso. O grupo brasileiro, que inclui as marcas Natura, Aesop e The Body Shop, se compromete a limitar significativamente a sua contribuição para o aumento das temperaturas globais no mundo. O compromisso, que faz parte da campanha Business Ambition for 1.5°C: Our Only Future, também inclui o objetivo mais ambicioso de alcançar as emissões líquidas de zero o mais tardar até 2050.

"Para o bem da próxima geração, não podemos ignorar a emergência climática que enfrentamos hoje", disse Roberto Marques, presidente executivo da Natura &Co. "Empresas, governos, sociedade civil e indivíduos devem agir juntos e devemos ser mais ambiciosos. Porque quando se trata disso, não podemos administrar negócios em um planeta morto."

Um total de 28 empresas, incluindo a Levi Strauss & Co, a Telia, a Unilever e a Vodafone Group PLC, assumiram o mesmo compromisso.

"É muito encorajador ver estes líderes climáticos na comunidade global de negócios a agirem, tanto para ajudar a lidar com a emergência climática quanto porque a ação climática apresenta grandes oportunidades para os primeiros participantes”, disse o embaixador Luis Alfonso de Alba, enviado especial do Secretário-Geral da ONU para a Cimeira de Ação Climática.

Reserva do Médio Juruá, no Amazonas, onde alguns dos fornecedores da Natura estão localizados
O compromisso segue um relatório recente do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), que alertou sobre as consequências potencialmente catastróficas se o aquecimento global exceder 1,5 ° C.

Recentemente, a indústria da beleza tem visto uma onda de iniciativas sustentáveis. Em junho, a L’Oréal anunciou que adquiriu uma participação minoritária na Carbios, uma startup que se concentra em soluções bioindustriais para reinventar o ciclo de vida de polímeros plásticos e têxteis, visando financiar uma tecnologia que utiliza enzimas específicas a fim de reciclar plásticos PET (tereftalato de polietileno) e fibras de poliéster. Enquanto isso, em abril, o conglomerado de cosméticos Unilever revelou um plano para combater o uso de plástico nos EUA.

Fonte: Brazil Beauty News

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (20) Alimentos (227) animal nutition (1) Aspectos Gerais (177) Aviação (27) Aviation market (13) Biocombustíveis (177) Biodiesel (76) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (88) Biomass (7) Biomassa (54) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (3) Ciência e Tecnologia (182) Clima e ambiente (190) climate changed (28) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (16) Cosméticos (20) Crédito de Carbono (30) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (62) Economia Verde (159) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (7) Energia (28) Energia Renovável (158) event (6) Eventos (79) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (64) Food (41) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (79) Green Economy (123) health (22) Industry 4.0 (1) IPCC (14) livestock (4) Low-Carbon (40) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (515) Manejo e Conservação (44) Meio Ambiente (90) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3846) Mercado florestal (46) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (44) Oleochemicals (1) Óleos (213) other (1) Paris Agreement (64) Pecuária (62) Pegada de Carbono (42) pirólise (1) Plant Based (7) Política (55) Produtos (149) proteína vegetal (25) Recuperação de área Degradada (25) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (80) science and technology (26) Segurança Alimentar (37) Soil (7) Solos (8) Sustainability (39) Sustainable Energy (53) Sustentabilidade (305) Vídeo (193) World Economy (68)

Total de visualizações de página