Buscar

Fundo britânico quer investir R$ 370 milhões no Brasil até 2023

sexta-feira, julho 19, 2019

Resultado de imagem para inglaterra

O governo do Reino Unido investirá 80 milhões de libras esterlinas (cerca de R$ 370 milhões) no Brasil até 2023. Os recursos serão utilizados para projetos de desenvolvimento econômico no país. 

A informação foi divulgada nesta quarta-feira (17) pelo embaixador do Reino Unido no Brasil, Vijay Rangarajan. Segundo o diplomata, Londres investirá o montante no País através do Fundo Prosperidade (Prosperity Fund).

Entre os principais focos de atenção do programa está o setor de energia. Apenas esse setor receberá 25 milhões de libras (R$ 115 milhões). O objetivo é investir em projetos de transição para uma economia de baixo carbono.

Um dos projetos-pilotos do programa está situado em Juiz de Fora (MG), onde será instalada uma biorrefinaria. A planta será utilizada para a produção de bioquerosene e outros combustíveis renováveis para transportes terrestre e aéreo. 


Fundo de cooperação do governo do Reino Unido 

O Prosperity Fund é um fundo de cooperação do governo britânico. O fundo foi criado em 2015 para apoiar o desenvolvimento econômico e reformas em países parceiros do Reino Unido. No total, serão investidos cerca de 1,2 bilhão de libras esterlinas no mundo, sem que os países destinatários tenham que reembolsá-los.

“O intuito [do fundo] é aumentar a produtividade, reduzir a pobreza e expandir oportunidades para parcerias de negócios internacionais, incluindo com o Reino Unido”, explicou Rangarajan. 

Segundo o embaixador, os projetos são selecionados por meio de um processo de contratação pública aberta. Além disso, os projetos não precisam contemplar necessariamente a encomenda de bens e serviços de empresas britânicas. Entretanto, a  expectativa é que o fundo gere oportunidades de ampliação de comércio e investimentos entre os países. 

O Prosperity Fund atua em uma série de áreas, além daquela da energia, entre elas: 

  • iniciativas em infraestrutura sustentável, 
  • tecnologias para cidades inteligentes, 
  • eficiência no sistema de saúde,
  • melhorias na educação.

O governo do Reino Unido já assinou um acordo com a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa). O documento faz parte do Programa de Cidades Inteligentes, e prevê o investimento de 5 milhões de libras no estudo e implementação de alternativas para a gestão de perdas de água nos sistemas de abastecimento de água da área metropolitana do Recife.

Outro exemplo é o Programa de Finanças Verdes. Nesse caso, o fundo do Reino Unido tem como objetivo impulsionar investimentos em infraestrutura sustentável. Um memorando de entendimento para a cooperação na área entre o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o governo do Reino Unido foi foi assinado em abril.

Fonte: Suno Research

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Abastecimento (26) Abiove (8) acordo (1) Acordo Internacional (36) Acrocomia aculeata (77) Agricultura (295) Agricultura 4.0 (8) agriculture (1) Agroenergia (130) Agroindústria (28) Agronegócio (248) Agropecuária (58) Água (22) Àgua (1) Alimentação Saudável (20) Alimentos (367) Amazônia (76) Ambiente (1) animal nutition (1) ANP (92) Arte (1) Artigo (47) Aspectos Gerais (177) Aviação (35) Aviation fuel (8) Aviation market (24) B12 (3) B13 (2) Bebidas (2) Bioativo (3) Biochemistry (5) Biocombustíveis (450) Biodefensivos (8) Biodiesel (344) Biodiesel Empresas (1) Biodiversidade (15) Bioeconomia (125) Bioeconomia Agronegócio (1) Bioeletricidade (26) Bioenergia (210) Biofertilizantes (12) Biofuels (104) Bioinsumos (17) Biomas (3) Biomass (7) Biomassa (90) Biomateriais (6) bioplásticos (3) Biopolímeros (16) Bioproducts (3) Bioprodutos (26) Bioquerosene (48) Biorrefinaria (3) Biorrenováveis (1) Biotechnology (35) Biotecnologia (86) BNDES (2) Bolsa de Valores (33) Brasil (91) Brazil (29) Cadeia Produtiva (17) Capacitação (31) CAR (4) Carbonatação (1) Carbono (6) Carbono Neutro (9) Carbono Zero (20) Carvão Ativado (10) carvão vegetal (6) CBios (68) CCEE (1) cellulose (1) Celulose (16) Cerrado (25) Chuvas (7) Cidades (1) Ciência e Tecnologia (410) Clima e ambiente (287) Clima e ambiente Preços (2) climate changed (66) CNA (1) Cogeração de energia (30) Combustíveis (105) Combustíveis Fósseis (40) Combustíveis verde (1) Comércio (47) Consciência Ecológica (26) COP24 (76) COP25 (20) COP26 (12) Copolímeros (2) Cosméticos (40) Crédito de Carbono (48) Crédito Rural (20) Créditos de Descarbonização (25) Culinária (1) Cultivo (122) Culturas Perenes. Agricultura (2) Curso (14) Dados (1) Davos (4) Dendê (5) Desafios (3) Descarbonização (5) Desenvolvimento Sustentável (200) Desmatamento (10) Diesel (21) Diesel Verde (22) eco-friendly (5) Economia (99) Economia Circular (13) Economia Internacional (121) Economia Sustentável (5) Economia Verde (174) Economy (32) Ecosystem (6) Educação (1) Efeito estufa (19) Eficiência energética (55) Embrapa (12) Emissões de Carbono (62) Empreendedorismo (8) Empresas (170) Energia (105) energia limpa (17) Energia Renovável (257) Energia Solar Fotovoltaica (23) ESG (26) Estudo (2) Etanol (83) Europa (2) event (11) Eventos (175) Exportações (93) Extrativismo (63) FAO (7) Farelos (46) farm (1) Fertilidade (3) Fibras (9) Finanças (5) Financiamento (2) Floresta (30) Floresta plantada (119) Fomento (42) Food (42) food security (9) forest (1) Fruticultura (15) Fuels (27) Gamificação (1) Gás (3) Gás natural (1) Gasolina (3) Gastronomia (1) GEE (6) Glicerina (2) Global warming (115) Green Economy (127) health (23) Hidrogênio Verde (6) História (1) IBP (1) ILPF (5) Incentivos (4) India (1) indústria (1) Industry (1) Industry 4.0 (2) Ìnovaç (1) Inovação (201) Instituição (1) Insumos (6) Investimento (8) Investimentos (1) IPCC (15) IPFL (1) L72 (4) L73 (7) Legislação (13) Lignina (8) livestock (4) Low-Carbon (56) Lubrificantes e Óleos (20) Macaúba (598) Madeira (23) Mamona (1) Manejo (2) Manejo e Conservação (114) MAPA (35) Máquinas e equipamentos (1) Mata Atlântica (5) Matéria Prima (2) Matéria-Prima (4) Matéria-PrimaResíduos (1) matérias-primas (3) MCTI (1) Meio Ambiente (311) Melhoramento e Diversidade Genética (78) Mercado (4127) Mercado de Combustíveis (67) Mercado Financeiro (13) Mercado florestal (75) Mercado Internacional (48) Metas (5) Micotoxinas (1) Milho (19) Minas Gerias (1) MMA (1) MME (50) Mudanças Climáticas (52) mudas (3) Mundo (174) Nações Unidas (4) Negócios (13) nergia limpa (1) net-zero (43) Nutrição animal (18) nutrition (10) Oil (51) Oleaginosas (103) Oleochemicals (11) Óleos (253) Óleos Essenciais (8) Óleos Vegetais (24) OMC (2) ONGs (1) ONU (18) Oportunidade (7) Oportunidades (9) other (1) Palm (2) Palma (32) palmeiras (4) Paris Agreement (94) Pecuária (92) Pegada de Carbono (105) Personal Care (3) Pesquisa (84) Pessoas (2) Petrobras (9) Petróleo (34) PIB (6) pirólise (3) Plano Safra (1) Plant Based (28) Plant-Based (2) Política (87) Política Ambiental (3) Políticas (1) políticas públicas (2) Preços (71) Preservação Ambiental (55) Produção Agrícola (5) Produção Animal (9) Produção Integrada (2) Produção Sustentável (69) Produção vegetal (11) Produtividade (58) Produtos (150) Proteção Ambiental (16) proteína vegetal (28) Qualidade (3) Qualidade do Ar (4) químicos verdes (1) reciclagem (1) Recuperação Ambiental (7) Recuperação de área Degradada (48) Recuperação Econômica (3) Reflorestamento (34) regulamentação (3) Relatório (17) renewable energy (19) RenovaBio (75) Report (2) Research and Development (12) Resíduos (18) Sabão (1) SAF (7) Safra (3) Saúde e Bem-Estar (134) science and technology (48) Sebo (5) Segurança Alimentar (166) Segurança Energética (15) Selo Social (13) sementes (5) silvicultura (3) Sistema Agroflorestal (41) Sistemas Integrados (24) Sociobiodiersidade (8) Soil (9) Soja (88) Solos (57) Sustainability (59) Sustainable Energy (69) Sustentabilidade (671) Tecnologia (61) Tempo (2) Títulos verdes (3) Transportes (5) Turismo Sustentável (7) Unica (1) Vídeo (271) World (5) World Economy (79) Zero-Carbon (2)

Total de visualizações de página