Buscar

Teor de óleo em frutos de diferentes espécies de macaubeira (Acrocomia spp.)

sexta-feira, junho 28, 2019

Resultado de imagem para macauba

Autores: Léo Duc Haa Carson Schwartshaupt Conceição; Nilton Tadeu Vilela Junqueira; Flávia Maria Da Silva Licurgo; Rosemar Antoniassi; Allan Eduardo Wilhelm; Marcelo Fideles Braga

A macaúba, também conhecida como bocaiúva, mocujá, mocajá, macaíba ou macaiúva, é uma palmeira rústica pertencente à família Arecaceae, antes denominada de Palmae,  sendo amplamente distribuída em áreas de vegetação aberta ou alteradas em todas as regiões do território nacional.

Atualmente, essa palmeira vem despertando interesse da comunidade científica brasileira e de empresários como fonte de matéria prima para produção de biocombustível e como alternativa ao óleo de soja e de dendê, devido ao seu alto potencial de produção de frutos.

Frutos maduros foram colhidos no chão, sob as copas de macaubeiras selecionadas como matrizes, pertencentes às espécies A. aculeata (Procedências de Ingaí, MG, Abaeté, MG e Lagoa Formosa, MG), A. totai (Procedências de Ponta Porã, MS e Teodoro Sampaio,  SP), A. intumescens (Procedência de Nossa Senhora do óh, PE) e Acrocomia sp. (Procedência de Alexânia, GO, do tipo doce).

O teor de óleo na polpa variou entre as espécies. As matrizes de A. aculeata apresentaram maior teor de óleo na polpa em base seca e os maiores teores em relação ao fruto inteiro (base úmida). 4885 A matriz de Lagoa Formosa, MG apresentou o maior rendimento em óleo (25,96% BU) em relação ao fruto inteiro e apresenta potencial de produtividade comparável a alguns cultivares de dendezeiro cultivados na Embrapa Cerrados.

A matriz de Ingaí, MG, provavelmente do tipo anão, produziu 21,35% BU de óleo em relação ao fruto inteiro, teor este, bem superior ao relatado na literatura para BU; Esse é o primeiro relato de macaubeira com mais de 25% de óleo em base úmida, no fruto inteiro, o que evidencia o elevado potencial dessa espécie para produção de óleo como alimento e para bioenergia.

Para acessar ao artigo completo, clique aqui.

Fonte: Embrapa

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (2) Alimentos (186) animal nutition (1) Aspectos Gerais (164) Aviação (22) Aviation market (11) Biocombustíveis (154) Biodiesel (52) Bioeconomia (14) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (68) Biomass (7) Biomassa (47) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (20) Biotecnologia (2) Brazil (17) Cerrado (1) Ciência e Tecnologia (157) Clima e ambiente (157) climate changed (6) Cogeração de energia (9) COP24 (73) COP25 (8) Cosméticos (18) Crédito de Carbono (25) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (59) Economia Verde (145) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (3) Energia (24) Energia Renovável (128) event (4) Eventos (63) Extrativismo (19) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (55) Food (38) food security (1) Fuels (16) Global warming (75) Green Economy (95) health (19) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (8) Macaúba (451) Manejo e Conservação (29) Meio Ambiente (67) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3797) Mercado florestal (40) Nutrição animal (14) nutrition (9) Oil (38) Óleos (200) other (1) Paris Agreement (45) Pecuária (50) Pegada de Carbono (37) pirólise (1) Plant Based (5) Política (41) Produtos (118) proteína vegetal (13) Recuperação de área Degradada (21) renewable energy (5) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (54) science and technology (21) Segurança Alimentar (31) Soil (7) Solos (8) Sustainability (26) Sustainable Energy (51) Sustentabilidade (255) Vídeo (193) World Economy (56)

Total de visualizações de página