Buscar

Realidade virtual mostra tecnologia agropecuária

sexta-feira, junho 14, 2019


Quem visitar o Pec Nordeste poderá conhecer, por meio de um túnel de realidade virtual, o funcionamento do Sistema de Integração Lavoura Pecuária Floresta (ILPF). No estande Rede ILPF em parceria com a Embrapa, os visitantes serão convidados a usar óculos de realidade virtual e conhecer a transformação de uma área degradada, com baixa capacidade de produção, em uma área produtiva e sustentável.

No túnel, o público percorrerá 16 estações, nas quais verá diferentes aspectos do Sistema ILPF como o comportamento de raízes, infiltração de água, ciclagem de nutrientes e ciclo de gases de efeito estufa. Um áudio, em português ou inglês, explica cada imagem.

O Pec Nordeste acontece no Centro de Eventos do Ceará, entre os próximos dias 13 e 15. O acesso ao espaço de exposições é aberto ao público. Um vídeo com experiência do túnel de realidade virtual pode ser visto no link https://www.youtube.com/watch?time_continue=10&v=7PWA43E9pGU

A ILPF é uma estratégia de produção que integra diferentes sistemas produtivos, agrícolas, pecuários e florestais dentro de uma mesma área. Pode ser feita em cultivo consorciado, em sucessão ou em rotação, de forma que haja benefício mútuo para todas as atividades. Busca otimizar o uso da terra, elevando os patamares de produtividade, diversificando a produção e gerando produtos de qualidade. Com isso reduz a pressão sobre a abertura de novas áreas.

O presidente do conselho gestor da rede ILPF, Renato de Aragão Ribeiro Rodrigues, pesquisador da Embrapa, explica que realidade virtual e aumentada vêm sendo utilizadas para mostrar o sistema em ações de transferência de tecnologia, capacitação, divulgação e sensibilização do público. “Através dessas tecnologias, conseguimos simular o que acontece no campo, mesmo estando dentro de um evento”, diz.

A experiência imersiva e de conhecimento funciona a partir da adaptação do aplicativo “Maquete Virtual de ILPF em Realidade Aumentada”, desenvolvido pelos jornalistas José Heitor Vasconcelos e Gabriel Rezende Faria, da Embrapa. Uma grande vantagem dessa ferramenta é a facilidade de ser replicada. Basta imprimir os 16 targets e montá-los num caminho sequencial. Também é necessário ter um smartphone com o aplicativo baixado, fone de ouvido e óculos de RV. Modelos simples, vendidos por R$ 25 na internet, já são suficiente. Aplicativo targets estão disponíveis para download gratuito no site www.ilpf.com.br.

Seminário – Durante o Pec Nordeste será realizado o Seminário Nordeste – Inovações na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta. O evento reunirá especialistas que abordarão as inovações voltadas aos sistemas ILPF com bons resultados para a região Nordeste. As inscrições podem ser feitas pelo link https://www.sympla.com.br/seminario-nordeste-inovacoes-na-integracao-lavoura-pecuaria-floresta__527539

O Seminário é uma iniciativa da Embrapa e da Rede ILPF, em parceria com a Federação da Agropecuária do Estado do Ceará.

A ILPF é uma estratégia de produção sustentável que tem sido adotada em todo o Brasil, principalmente nas regiões Centro-Oeste e Sul. Hoje, no Brasil, aproximadamente 1,6 a 2 milhões de hectares utilizam os diferentes formatos da estratégia ILPF e a estimativa é de que, para os próximos 20 anos, possa ser adotada em mais de 20 milhões de hectares.  O Nordeste conta com 1,3 milhão de hectares implantados. No Ceará, são pouco mais de 40 mil hectares.
Segundo Renato Rodrigues, a disseminação da ILPF no Nordeste ainda é um pouco tímida, embora haja um potencial muito grande. A Bahia é o estado que mais se vale esse sistema de produção em números absolutos, enquanto o Rio Grande do Norte já utiliza a tecnologia em 10% de sua área produtiva.

O pesquisador da Embrapa João Pratagil Pereira de Araújo, coordenador do Seminário Nordeste – Inovações na Integração Lavoura-Pecuária-Floresta, explica que o sistema melhora a renda no campo porque promove uma maior eficiência no uso de fertilizantes, menor demanda por agroquímicos, quebra no ciclo de pragas e doenças e de plantas daninhas. Segundo ele, além de efeitos positivos sobre a renda do produtor rural, somam-se benefícios mais amplos à sociedade, pelo aumento da oferta de alimentos, fibras e energia e favorecimento para a consolidação de um ambiente macroeconômico mais estável.  

Sobre a Rede ILPF – A Associação Rede ILPF é uma parceria público-privada formada pela Embrapa, a cooperativa Cocamar e as empresas Bradesco, Ceptis, John Deere, Premix, Soesp e Syngenta. Tem o objetivo de acelerar uma ampla adoção das tecnologias de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) por produtores rurais como parte de um esforço visando a intensificação sustentável da agricultura brasileira.

Fonte: Embrapa

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página