Buscar

Recife adere à Hora do Planeta com caminhada noturna sustentável

sexta-feira, março 29, 2019

Caminhada vai até o Cais do Sertão. Foto: Arquivo DP.
Caminhada vai até o Cais do Sertão. Foto: Arquivo DP.
O Recife terá uma Caminhada Noturna Sustentável, neste sábado (30), como participação na Hora do Planeta 2019. Dentro do Olha! Recife, o tour vai contar a evolução urbana do Recife nos aspectos de energia e transportes urbanos, em paralelo às emissões de gases de efeito estufa ao longo do período. A concentração da caminhada terá início na Praça do Arsenal, às 19h, e terminará no Cais do Sertão, às 21h30.

Em todo o percurso, terão projeções de imagens de como eram os locais no passado, com a Eletrobike do artista multimídia Mozart Santos. A bicicleta equipada com som irá iluminar as paredes, árvores, calçadas, com interatividade e animações que brincam com o público através de vídeos manipulados em tempo real. Além disso, para chamar atenção para o desperdício de recursos e estimular a sustentabilidade, serão apagadas as luzes da Praça do Arsenal e Cais do Sertão na medida que a caminhada passar.

O Olha! Recife é um projeto de sensibilização turística da Prefeitura do Recife. Para participar, os interessados devem se inscrever pelo site www.olharecife.com.br, a partir das 9h desta sexta-feira (29). Os tours são gratuitos, mas é solicitado que os participantes levem 1kg de alimento não perecível.

Hora do planeta

A Hora do Planeta (ou Earth Hour) é um movimento anti-aquecimento global da ONG WWF para mobilizar a sociedade em torno da luta contra o aquecimento global, realizada desde 2007. Em um período de 60 minutos (correspondente a 1 hora) do último sábado de março de cada ano, governos, empresas e a população de todo o mundo são convidados a apagar as luzes para demonstrar sua preocupação com o aquecimento global.

O recifense é convidado a também apagar as luzes de suas casas e de estabelecimentos comerciais, unindo-se ao internacional, neste sábado. Desde uma única cidade em 2007 - Sidney, na Austrália - a adesão ao movimento chegou em 2016 a mais de 9 mil cidades de 178 países. Normalmente, apagam-se as luzes de monumentos conhecidos internacionais como o Coliseu de Roma, a ponte Golden Gate em São Francisco, a Torre Eiffel em Paris e a Opera House, em Sydney, entre outros ícones mundiais.

Fonte: Diário de Pernambuco

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (3) Alimentos (219) animal nutition (1) Aspectos Gerais (175) Aviação (25) Aviation market (13) Biocombustíveis (169) Biodiesel (72) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (83) Biomass (7) Biomassa (49) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (20) Cerrado (2) Ciência e Tecnologia (174) Clima e ambiente (183) climate changed (21) Cogeração de energia (9) COP24 (76) COP25 (14) Cosméticos (19) Crédito de Carbono (26) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (60) Economia Verde (156) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (5) Energia (28) Energia Renovável (150) event (6) Eventos (72) Extrativismo (20) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (62) Food (40) food security (1) forest (1) Fuels (16) Global warming (78) Green Economy (112) health (21) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (18) Macaúba (497) Manejo e Conservação (39) Meio Ambiente (81) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3835) Mercado florestal (43) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (42) Óleos (210) other (1) Paris Agreement (58) Pecuária (60) Pegada de Carbono (41) pirólise (1) Plant Based (6) Política (52) Produtos (140) proteína vegetal (21) Recuperação de área Degradada (23) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (74) science and technology (25) Segurança Alimentar (34) Soil (7) Solos (8) Sustainability (36) Sustainable Energy (52) Sustentabilidade (290) Vídeo (193) World Economy (64)

Total de visualizações de página