Buscar

Etihad realiza primeiro voo do mundo com combustível feito a partir de plantas

sexta-feira, janeiro 25, 2019

A Etihad Airways é pioneira na pesquisa sobre bicombustíveis para a aviação na região e isso marca a primeira vez que um vôo foi operado com combustível derivado de plantas cultivadas em água salgada
A Etihad Airways é pioneira na pesquisa sobre bicombustíveis para a aviação na região e isso marca a primeira vez que um vôo foi operado com combustível derivado de plantas cultivadas em água salgada

O Consórcio de Pesquisa de Bioenergia Sustentável (SBRC), entidade sem fins lucrativos criada pelo Instituto Masdar, que faz parte da Universidade Khalifa de Ciência e Tecnologia, anunciou a realização do primeiro vôo comercial do mundo usando combustível sustentável, produzido localmente em um Boeing 787 da Etihad Airways.

O voo de Abu Dhabi para Amsterdã foi um marco importante no desenvolvimento de um combustível limpo e alternativo para aviação, afim de reduzir as emissões de carbono. A iniciativa também aborda a segurança alimentar nos Emirados Árabes Unidos através da criação de frutos do mar como elemento central no processo.

Os parceiros do SBRC têm trabalhado juntos para provar o conceito de uma cadeia de valor abrangente que é centrada no Sistema de Energia e Agricultura de Água Salgada (SEAS). Esta é uma plataforma industrial sinérgica que apóia o setor de aviação, a indústria de petróleo e gás, a produção de alimentos e a criação de uma nova alternativa agrícola nos Emirados Árabes Unidos.

“A liderança visionária dos Emirados Árabes está fortemente comprometida em posicionar o país como um centro global de inovação e sustentabilidade. Nesse contexto, as parcerias produtivas de parceria pública e interdisciplinar são cruciais para impulsionar os esforços de pesquisa e desenvolvimento e criar inovações que mudem a filosofia e permitam um futuro mais sustentável, disse Thani Bin Ahmed Al Zeyoudi, Ministro das Mudanças Climáticas e Meio Ambiente.

“A descarbonização profunda de indústrias intensivas em energia tem um efeito cascata na segurança alimentar e na ação climática. Combustíveis de aviação limpos e alternativos são uma solução inovadora e sustentável para reduzir significativamente as emissões nocivas de carbono. Os Emirados Árabes Unidos têm orgulho de ser pioneiros neste domínio”, completou o Ministro.

O combustível sustentável para o vôo foi derivado do petróleo nas plantas de Salicornia, que foram cultivadas na fazenda SEAS de dois hectares em Masdar City. O SEAS é o primeiro ecossistema do deserto do mundo projetado para produzir combustível e alimentos em água salgada. Peixes e camarões criados nas instalações fornecem nutrientes para as plantas, além de contribuir para a produção de alimentos do país.

A Etihad Airways é pioneira na pesquisa sobre bicombustíveis para a aviação na região e isso marca a primeira vez que um vôo foi operado com combustível derivado de plantas cultivadas em água salgada. Tony Douglas, diretor executivo do Grupo Etihad Aviation Group, disse: “Este é um momento significativo para o nosso país e suas principais indústrias. A Etihad está totalmente comprometida com este projeto, que demonstra uma prova de conceito bem-sucedida, local, viável, econômica e sustentável. A descarbonização é importante em toda a indústria da aviação e, juntamente com nossos parceiros, a Etihad se orgulha de estar na vanguarda dessa nova pesquisa.

Fonte: Travel Daily

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página