Buscar

Por que a rastreabilidade é muito importante para o agronegócio

segunda-feira, novembro 05, 2018


Por que a Rastreabilidade é Muito Importante para o Agronegócio

Antes que um produto agrícola chegue à mesa, ele passa por um longo caminho. Basicamente, depois do plantio vem o escoamento da produção, o armazenamento e, por fim, a disponibilização para o consumidor.
Você já parou para pensar em como é feita a manutenção da qualidade do alimento que é consumido? Em qual região ele foi produzido? Qual a origem da matéria-prima utilizada?
Essas informações são obtidas por meio da rastreabilidade.
Como você deve imaginar, a qualidade do produto está intimamente ligada ao manejo adotado por cada produtor.
Mesmo que o processo de produção siga todas as normas esperadas, o monitoramento do restante da cadeira produtiva é imprescindível.
De tempos em tempos surgem crises envolvendo setores importantes do agronegócio. Dois bons exemplos são a disseminação da gripe aviária e a “vaca louca”.
A rastreabilidade é usada justamente para diminuir ou eliminar de vez o risco de novos eventos como esses.
Diante disso, quais seriam as características e vantagens da rastreabilidade? Continue a leitura para conhecer os detalhes desse sistema e entender a sua importância para o agronegócio.

O que é e para que serve a rastreabilidade?

Como a própria palavra sugere, a rastreabilidade consiste em um processo que abrange as etapas de fichamento, acompanhamento e controle.
Cada estágio que envolve a cadeia produtiva do alimento deve passar por esse rigoroso sistema de monitoramento — do campo até as gôndolas do supermercado.
Regulamentada pela norma ISO 8402, o objetivo da rastreabilidade no agronegócio é indicar a procedência de um produto agrícola.
Tudo isso acontece por meio dos registros contidos em cada embalagem e lote.
Dessa forma, o destino final — além dos pontos intermediários — da mercadoria também pode ser identificado.
Uma das vantagens da rastreabilidade reside no aumento da qualidade do gerenciamentosobre os meios de produção e distribuição de um produto.
Soma-se a isso o fato de o sistema ajudar na padronização dos processos considerados bem-sucedidos.
Quanto aos processos problemáticos, eles podem ser rapidamente detectados e revistos. Por tudo isso, o ganho de tempo e a economia ligados à rastreabilidade são bem significativos.

Como a rastreabilidade atesta a certificação de um produto?

Você deve saber que, em determinados tipos de indústrias, a comprovação da procedência da matéria-prima é um procedimento determinado por lei.
Existem ramos em que não há tal exigência. Mesmo assim, as empresas adotam medidas de rastreamento visando garantir a qualidade do que estão comercializando.
O cuidado se intensifica mais ainda quando o destino do produto é alguma região do exterior. Afinal, o grau de exigência de muitos mercados externos é extremamente alta.
A recusa de um produto por algum país devido à ausência de rastreabilidade pode ser desastrosa para o produtor.
Ao obter um selo de certificação, uma mercadoria carrega consigo a autenticidade quanto à sua origem. Mais do que isso, o certificado também demonstra a eficácia dos procedimentos técnicos de produção.
Consequentemente, a qualidade da mercadoria é igualmente assegurada. Todas essas avaliações são realizadas por uma auditoria.
Sem um bom sistema de rastreamento, o produtor pode perder pontos importantes perante os clientes mais exigentes.

Para que serve a rastreabilidade genética de um produto?

Existem diferentes tipos de rastreabilidade. Uma delas é a genética, que visa apontar qual é a composição dos elementos que formam um produto.
Independentemente da origem (animal ou vegetal), os processos indicam quais são as características das sementes, por exemplo.
Um ponto relevante é a identificação de modificações genéticas.

Qual a importância da rastreabilidade de pestes?

Nesse caso, o objetivo consiste em apresentar um histórico relacionado à propagação das pestes e doenças que afligem plantações e animais.
A rede processos é fundamental para obter detalhes acerca dos riscos bióticos ligados à presença de uma série de patógenos, como bactérias e vírus.
Esses agentes nocivos podem contaminar toda uma produção e provocar graves enfermidades nos consumidores.

Qual a finalidade da rastreabilidade de medidas?

A rastreabilidade de medidas se refere à análise rigorosa dos procedimentos individuais.
Para tanto, os equipamentos usados precisam estar configurados segundo as normas estabelecidas por órgãos brasileiros e estrangeiros. Esse rigor garante a qualidade da rastreabilidade.
Esse tipo de rastreamento se concentra sobre a qualidade dos procedimentos adotados.
A qualidade do resultado depende da avaliação do ambiente da região de produção e outros fatores, como os geográficos e associados ao clima.
Todos esses elementos devem ser avaliados porque interferem diretamente na autenticidade dos dados alcançados.
Observe que um sistema completo de rastreabilidade pode abranger dois ou mais tipos. Assim, você, como produto, precisa definir previamente quais são as prioridades vinculadas ao seu produto e à sua cadeia produtiva.
E agora que você já conhece os principais detalhes de um sistema de rastreamento, gostaria de complementar algo sobre o assunto? Conte as suas experiências aqui embaixo nos comentários.
Fonte: AgroComunica

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página