Buscar

Ibravag homenageia a primeira piloto agrícola do mundo

terça-feira, novembro 20, 2018

O Instituto Brasileiro da Aviação Agrícola (Ibravag) foi ao Uruguai conhecer de perto a história da primeira mulher piloto agrícola do mundo, Mirta Vanni Ravenna, hoje com 94 anos. Vivendo em Montevidéu, ela recebeu os representantes da entidade no final de outubro, na casa de sua filha, próximo ao Estádio Centenário, onde fez desfilar histórias e personagens de uma época de pioneiros, em uma conversa de cerca de duas horas com os visitantes brasileiros. A entrevista deve ser publicada em dezembro nos canais do Ibravag e do Sindag e Mirta recebeu ainda uma homenagem do setor aeroagrícola brasileiro, através de uma placa entregue na presença do presidente da Associação Nacional das Empresas Privadas Aeroagrícolas do Uruguai, Júlio Placeres.
     Até o ano passado, acreditava-se que a primeira mulher a pilotar em uma operação aeroagrícola no mundo (segundo a pouca literatura existente sobre o tema) tinha sido a brasileira Ada Rogato (1910-1986), em 1948, com combate à broca-do-café, em São Paulo. Mirta Vanni, que foi amiga de Ada, pilotou agrícola em 1947. Mais do que isso, assumiu o comando do Serviço Aéreo do Ministério da Agricultura uruguaio, treinou pilotos e percorreu o mundo buscando tecnologias para o setor em seu país. Além disso, foi responsável nos anos 70 pela compra pelo Uruguai de 10 aviões agrícola Ipanema, da Embraer – a primeira exportação do modelo feita pela empresa brasileira.


Fonte: Aviação Agricola


Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página