Buscar

Importância do Inbound Marketing no Agronegócio - como aumentar absurdamente suas vendas

segunda-feira, agosto 20, 2018



Você já ouviu falar sobre inbound marketing no agronegócio?
Essa nova forma de fazer marketing vem se mostrando a melhor opção para chegar até o cliente e aumentar as vendas. Tudo isso através da internet.
Inbound Marketing no Agronegócio: Aumente Absurdamente suas VendasSe você está inciando a leitura deste artigo hoje, é graças à facilidade proporcionada pela internet ao acesso de conteúdos.
E, assim como você, milhares de outras pessoas acessam a internet diariamente em busca de informação.
Entretanto, a internet oferece um grande diferencial em relação aos demais meios de comunicação: a interatividade.
Quando você assiste ao jornal na televisão, é obrigado a assistir a todas as matérias – até mesmo àquelas que não lhe interessam.
Já um ambiente digital permite que você interaja com quem está divulgando as informações acessadas.
Você pode procurar por conteúdos relevantes apenas nas suas áreas de interesse e se aprofundar nelas.
Com o passar do tempo as empresas começaram a notar que esse mundo todo de possibilidades.
Viram que ele poderia ser uma ótima oportunidade para se relacionar com o cliente e aumentar as vendasE foi assim que surgiu o Inbound Marketing.
Veremos neste artigo tudo o que você precisa saber para aplicar o Inbound Marketing no agronegócio e aumentar absurdamente as suas vendas.

O novo perfil do consumidor

Antes de entendermos como funciona o Inbound Marketing no agronegócio precisamos compreender as mudanças no perfil do consumidor.
Elas aconteceram principalmente por conta da introdução da internet no dia a dia.
Até alguns anos atrás as informações a respeito dos produtos e das empresas eram muito limitadas.
O consumidor era guiado pelo que via nas lojas, indicações de amigos e propagandas na televisão, rádio ou jornal. E fim de papo. 
Hoje, se você está procurando por um produto é possível se informar:
  1. sobre suas características;
  2. pesquisar sobre as funcionalidades;
  3. comparar preços;
  4. encontrar avaliações de outros clientes;
  5. se relacionar com as marcas e;
  6. somente depois disso, tomar uma decisão.
Essas novas possibilidades resultaram em uma mudança no perfil do consumidor.
Não basta mais apenas um produto de qualidade para satisfazê-lo.
Ele espera por uma experiência que inicia antes do momento da compra e continua após adquirir o produto.
Diversas pesquisas ajudam a ilustrar o surgimento desse novo perfil do consumidor:
  • Uma pesquisa da Accenture relevou que 94% dos consumidores utilizam pelo menos um canal digital para pesquisar sobre produtos e 64% deles querem mais interação digital com as empresas.
  • Segundo estatísticas do Ibope/Nielsen, 87% dos internautas utilizam a rede para pesquisar produtos e serviços, 90% dos consumidores ouvem sugestões de pessoas conhecidas e 70% deles confiam em opiniões expressas online.

Entenda o inbound marketing no agronegócio

Tendo em mente como a presença digital alterou os hábitos de consumo e as exigências do consumidor, fica mais fácil entender o que é o Inbound Marketing.
Trata-se de um estilo de marketing que utiliza técnicas direcionadas e relevantes para conquistar o interesse dos consumidores.
Ou seja, a mentalidade focada apenas na venda do produto deve dar lugar ao foco em mostrar valor ao cliente.
Em vez de estabelecer uma comunicação unilateral apenas para falar do seu produto e tentar uma venda imediata, você passa a mostrar que se importa com o consumidor e quer ajudá-lo – mesmo que isso não seja feito na forma de venda de um produto.
A forma mais eficiente de fazer isso é através do marketing de conteúdo, com a disponibilização de conteúdos relevantes em canais de informação e relacionamento – como mídias sociais, blogs, podcasts, e-books, infográficos, vídeos e e-mail marketing.
O objetivo disso será conquistar a confiança do público. E a lógica é bem simples.
Imagine uma empresa que ensina sobre a importância dos legumes em uma vida saudável e dá dicas culinárias com esses ingredientes.
As chances de que o público que acessa esse conteúdo opte por comprar os legumes dessa empresa são muito grandes, não é mesmo?
O cliente passa a ver a sua empresa como uma aliada com utilidade para ajudá-lo a solucionar os seus problemas, e não como uma organização interessada apenas no seu dinheiro.
Isso ajuda a construir uma boa reputação e adquirir audiência – resultando, em longo prazo, no aumento das vendas.

Quais são as suas vantagens?

A utilização do Inbound Marketing no agronegócio resulta em uma série de vantagens, como:

1. Atrai o público correto

As ações do Inbound Marketing permitem a segmentação do público.
Ou seja, você procura apenas por aquelas pessoas que realmente possam se interessar pelo seu produto e consomem o conteúdo que você está oferecendo.
Dessa forma, aumentam as chances de que os relacionamentos terminem em uma venda. 
Imagine só uma empresa que trabalha com a venda de carnes anunciando para um público vegetariano. Nada do que eles possam oferecer vai levar a lugar algum, não é?
O que realmente importa não é a quantidade de pessoas que você consegue atrair, e sim a qualidade.
E você só conseguirá atrair tráfego qualificado para o seu website publicando sobre assuntos que sejam do interesse do seu consumidor.

2. Gasta menos recursos para ser visto

As ações do Inboud Marketing no agronegócio possuem um valor de investimento muito pequeno quando comparado ao Outbound Marketing – aquele marketing “tradicional”, de interrupção, que estávamos acostumados antes da internet.
Uma propaganda na televisão, a colocação de um outdoor ou um anúncio no jornal costumam ser caros – e possuem uma efetividade questionável.
Enquanto isso, a construção e publicação de um conteúdo relevante na internet possui um ótimo custo x benefício – custando até 62% menos que o Outbound Marketing.

3. Cria relacionamentos

Depois de identificar o público que está realmente interessado na sua empresa, o Inbound Marketing dá a oportunidade de criar um relacionamento confiável com ele.
Através de contatos frequentes a sua marca se aproxima do cliente, entende as suas necessidades e passa a fazer parte do seu dia a dia. E isso tudo é muito benéfico para a sua marca.
Além de ser mais provável que esse consumidor venha a comprar o seu produto, é comum que ele compartilhe as experiências positivas em relação à sua empresa com seus amigos – tornando-se mais um divulgador da sua marca.

4. Te transforma em autoridade no assunto

Conforme você produz conteúdos relevantes e importantes para o público que acessa, você torna-se uma autoridade no nicho em que está inserido.
E isso é um ponto muito positivo no momento da decisão de compra de um cliente.
Além disso, ser uma autoridade no agronegócio transmitirá credibilidade aos novos clientes que encontrarem a sua empresa ao longo dos anos.
Afinal de contas, tudo o que você faz fica associado à sua marca.

5. É fácil medir o retorno do investimento (ROI)

Abordamos rapidamente sobre a efetividade questionável das ações do Outbound Marketing.
Isso acontece por dois motivos: é difícil atingir apenas o seu público-alvo e mais difícil ainda medir os resultados práticos dessas ações.
Já com o Inbound Marketing é mais fácil e preciso medir o retorno do investimento (ROI)Como é tudo feito em ambiente digital, tudo pode ser medido e controlado.
Ou seja, você sabe quantas pessoas acessaram o seu website por determinado link, quantas delas inscreveram-se na sua lista de e-mail e, ainda, quais dessas compraram o seu produto.

Aplicando o Inbound Marketing

Agora que você já entendeu a importância que o Inbound Marketing pode ter para o seu agronegócio, vamos entrar mais a fundo em como isso funciona na prática.
Para isso, vamos aprender como funciona a jornada de compra de um consumidor, quais são as etapas do Inbound Marketing no agronegócio e como o marketing de conteúdo contribui nessa estratégia.

Jornada de compra

Os clientes passam por diversos estágios desde o momento em que tomam conhecimento sobre a sua empresa até a decisão de realizar uma compra.
A evolução desses estágios é chamada de jornada de compra.
Essa jornada é composta de três estágios principais: Consciência, Consideração e Decisão. Vamos ver um pouco mais sobre cada uma delas?
  1. Consciência: O cliente descobre que possui um problema e inicia a sua busca para entendê-lo melhor. “Como funciona? O que é?”
  2. Consideração: O cliente já tomou consciência de qual é o seu problema e está em busca de uma solução. Ele faz isso se informando sobre produtos e oportunidades disponíveis. “Como resolver? Como implementar?”
  3. Decisão: O cliente está decidindo qual é a melhor solução para o seu problema através da comparação entre elas para, finalmente, chegar a uma decisão final. “Por que somos a melhor opção do mercado?”
Note que o Outbound Marketing preocupa-se apenas com o momento da decisão, enquanto o Inbound Marketing ajuda o cliente em todas as três etapas.
Você fisga o consumidor no momento em que ele está recém descobrindo o seu problema, educa-o sobre o tema e leva-o até a decisão pela compra.

Etapas do Inbound Marketing

Assim como o cliente passa por diversos estágios, o Inbound Marketing no agronegócio também possui algumas etapas de atuação.
O objetivo será atrair, converter, se relacionar e vender para o cliente – e, então, analisar os resultados.
Funil do Inbound Marketing no Agronegócio

1. Atrair

O seu agronegócio produz conteúdos informativos incríveis para o público.
Porém, esse conteúdo é publicado apenas no website da empresa, que possui pouquíssimos acessos. Não parece muito efetivo, certo?
O primeiro passo para que toda a estratégia funcione é atrair o público para que a sua empresa seja vista.
Isso pode ser feito através da publicação de conteúdos em um blog, otimizados com palavras-chave para ser facilmente encontrado pelo Google.
Além de investimento em publicidade paga – como o Google Adwords ou o Facebook Ads.

2. Converter

Depois de gerar tráfego, você precisa separar aquelas pessoas que são apenas visitantes daquelas que realmente estão interessadas no que você tem a oferecer, ou seja, leads.
Os leads são aquelas pessoas que você pode nutrir com conteúdos e investir em uma venda futura.
A principal diferença entre um visitante e um lead é que o lead declara que possui interesse em se relacionar com a sua marca, disponibilizando os seus dados pessoais.
Isso pode ser obtido oferecendo uma boa isca – como um e-book, um webinar ou um infográfico – levando o interessado a uma página que possui um formulário de conversão (ou landing page).
Ou seja, é uma troca de algum material rico por informação destes potenciais futuros clientes.

3. Relacionar

Você já sabe quem são as pessoas interessadas no seu produto, mas elas ainda não estão preparadas para tomar uma decisão de compra.
O seu dever é nutri-las com conteúdos de valor até que essa decisão seja tomada.
Você pode fazer isso:
  • publicando conteúdos no seu blog;
  • interagindo com o público nas mídias sociais;
  • enviando e-mails personalizados de acordo com a etapa em que cada um se encontra na jornada de compra.

4. Vender

Finalmente chegamos ao momento mais esperado: a venda.
Conforme você se relaciona com o cliente é possível traçar um perfil e, a partir disso, criar boas oportunidades que sejam de seu interesse.
Você já reparou que se pesquisar por livros sobre história em um e-commerce receberá diversos e-mails com promoções de livros dessa temática?
Essa é uma estratégia para levar um consumidor com interesses definidos a uma compra.

5. Analisar

Para que toda essa estratégia continue fluindo da forma correta, é necessário analisar o que está dando certo e o que pode ser melhorado.
Esse exercício precisa ser feito de forma constante e dando atenção a todas etapas do Inbound Marketing.

Marketing de conteúdo

Quando falamos sobre Inbound Marketing no agronegócio é necessário dar uma atenção especial ao marketing de conteúdo.
Afinal de contas, são os conteúdos que você produz que movimentam toda a estratégia.
Descobrir quais são as informações que o seu público deseja receber e quais são os formatos que mais o atrai é essencial para melhorar os resultados alcançados.
Como já vimos, o Inbound Marketing tem o objetivo de tornar a sua marca útil para o cliente.
Além disso, é através da disponibilização dos conteúdos que você conseguirá avançar nas etapas do inbound marketing no agronegócio.
Um artigo no blog leva a outro, que leva até uma página de conversão para fazer o download de um material.
E assim se inicia o relacionamento através do e-mail marketing ou das mídias sociais.
No fim das contas, você já fará parte da vida daquele cliente. E será apenas uma questão de tempo até que ele esteja preparado para fazer uma compra.
Você já conhecia o potencial do inbound marketing no agronegócio? Conte pra gente aqui embaixo nos comentários.
Fonte: AgroComunica

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página