Buscar

Logística de transportes no Brasil

terça-feira, junho 19, 2018


Resultado de imagem para transporte no brasil

O Brasil ainda possui um sistema de transporte em situação frágil e que precisa de urgentemente de investimentos. Os custos de produção hoje no Brasil estão entre os mais altos em comparação à outros países, para exemplificar,  um produto agrícola produzido no Brasil tem custo total 36% maior que o mesmo produto produzido nos Estados Unidos. O que faz esse custo ser maior é a falta de subsídios do governo, alta taxa de juros para financiamentos, impostos altíssimos (Carga tributária de aproximadamente 40% do PIB), prejudicando assim a concorrência dos produtos brasileiros no mercado internacional.
Atualmente maior parte do transporte de cargas no Brasil é feita pelo modal rodoviário, porém do total de rodovias apenas 12,3% são pavimentadas, prejudicando a qualidade da carga e aumentando o tempo em transito, resultando no aumento do custo do frete. É importante ressaltar que a frota de caminhões no Brasil é antiga, com idade média de 18 anos, causando maiores custos de manutenção e operação do veículo.
Em contrapartida, temos o modal ferroviário, em que 20,7% do transporte de cargas no Brasil é feita, é um modal que está crescendo pelo baixo custo de transporte e alta capacidade de volume, mas carece de investimentos. O Brasil possui hoje 29.112 km de linhas férreas, porem  concentrada principalmente na região sudeste e sul, prejudicando a acessibilidade de estados do nordeste, centro-oeste e norte que faz com que a possibilidade de crescimento de produção nesses estados seja limitada.
O modal hidroviário hoje no Brasil peca pela concentração de cargas em poucos portos e esses não possuindo a capacidade alta de movimentação de contêineres, em comparação a grandes portos no mundo, como exemplo o porto de Hong Kong na China movimenta cerca de 90% a mais de contêineres que o maior porto do Brasil, que é o de Santos.
O transporte de cargas via modal aeroviário e dutoviário no Brasil hoje ainda é baixo, ocupando os dois 4,6% dos transportes de cargas, valor baixo se compararmos com grandes nações desenvolvidas, pois somente os Estados Unidos possui mais de 800.000 km de dutos. O transporte intermodal visa à integração e a facilidade na troca de cargas entre modais, que possibilitam 10 combinações entre os modais, buscando aliar a diminuição do custo total e tempo de entrega.
Assim sendo, a necessidade de investimentos no transporte brasileiro é vista como essencial para crescimento da economia, e a greve dos caminhoneiros evidenciou  claramente que  devemos lutar por melhorias na nossa logística.
Fonte: AgroLink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página