Buscar

Piscicultura fica mais produtiva e pode ser alinhada com agricultura

quarta-feira, março 07, 2018

Um grupo de 76 produtores rurais, moradores em seis municípios de Mato Grosso do Sul, investiu na tecnificação da piscicultura e somou, no período de 2016/2017, uma comercialização de R$ 1,28 milhão com produção de tilápia e peixes nativos, como pacu, dourado e pintado

Resultado de imagem para piscicultura
O resultado foi obtido após a adesão ao programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, que oferece consultoria mensal gratuita durante 24 meses.
Os profissionais auxiliam no planejamento da atividade desde a escolha das espécies até o manejo correto, como alimentação e controle da qualidade da água.
Um dos técnicos do programa é o zootecnista Frederico Vasconcelos, que destaca o caso do produtor rural Dionísio dos Santos, de Jaraguari, que aderiu ao programa no fim de 2015, com apenas um tanque escavado. Hoje ele tem mais duas lâminas. Com três viveiros, ele planeja implantar um abatedouro para absorver, além da sua produção, a de propriedades vizinhas.
“Quando começamos o trabalho, a produção era rudimentar e focada na produção de tilápia. No entanto, o produtor não tinha o controle gerencial do custo do negócio. Entretanto, a força de vontade aliada ao conhecimento modificou a trajetória e construiu mais dois tanques escavados nos quais produzirá pacu e pintado, duas espécies que, assim como a tilápia, possuem ótima saída no mercado”, observa o profissional.
Vasconcelos explica que o produtor já solicitou o registro no Serviço de Inspeção Municipal (SIM), para atender às exigências para o abatedouro.
Fonte: Correio do Estado

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página