Buscar

Orgânicos e convencionais têm o mesmo valor nutricional

quinta-feira, março 29, 2018

Pesquisa britânica publicada no American Journal of Clinical Nutrition

Uma pesquisa realizada por nutrólogos britânicos e publicada no American Journal of Clinical Nutrition concluiu que não existem evidências suficientes para afirmar que alimentos orgânicos são nutricionalmente superiores aos alimentos produzidos no sistema convencional. A afirmação é do engenheiro agrônomo e florestal, Valter Casarin, que é Coordenador Científico da Nutrientes para a Vida. 
Resultado de imagem para orgânicos x convencionais
O valor nutricional dos alimentos está relacionado diretamente com sua composição química e energética, que é medida através da quantidade de gordura, açúcar e vitaminas, entre outras. Segundo o especialista, conhecer a quantidade desses valores é importante para mantermos uma dieta balanceada e saudável, porém é difícil identificá-los nos alimentos orgânicas já que eles não são expostos em tabelas para o consumidor. 
“É comum ouvir as pessoas comentarem que o alimento orgânico é mais seguro, mais saudável e mais saboroso do que o produzido no sistema convencional, porém o estudo mostrou que não houve diferença entre os dois em grande parte das variáveis analisadas, como teor de vitamina C, magnésio, cálcio, potássio, zinco, cobre e sólidos solúveis totais”, afirma Casarin.
Isso acontece porque as plantas absorvem os nutrientes de formas específicas, sejam elas orgânicas ou minerais. O engenheiro explica que é fundamental avaliar o solo e ver se ele apresenta todos os nutrientes para garantir a boa produtividade das plantas, se não, é preciso fornecê-las através da adubação, calculando a quantidade correta dos nutrientes. 
O problema é que os fertilizantes orgânicos precisam de mais atenção já que a liberação de nutrientes ocorre de forma mais lenta e dessincronizada, o que geralmente não acontece nos produtos destinados ao cultivo tradicional. “Nesse caso, são reduzidos os fatores que podem afetar negativamente a produtividade, o que permite que as plantas se desenvolvam de forma mais eficiente e adequada", conclui.
Fonte: AgroLink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Acrocomia aculeata (2) Alimentos (217) animal nutition (1) Aspectos Gerais (172) Aviação (24) Aviation market (13) Biocombustíveis (166) Biodiesel (68) Bioeconomia (15) Bioeletricidade (2) Biofertilizantes (1) Biofuels (82) Biomass (7) Biomassa (49) Biopolímeros (3) Bioquerosene (18) Biotechnology (21) Biotecnologia (2) Brazil (19) Cerrado (1) Ciência e Tecnologia (172) Clima e ambiente (180) climate changed (20) Cogeração de energia (9) COP24 (75) COP25 (13) Cosméticos (19) Crédito de Carbono (25) Cultivo (96) eco-friendly (2) Economia Internacional (60) Economia Verde (154) Economy (25) Ecosystem (1) Efeito estufa (4) Energia (26) Energia Renovável (149) event (6) Eventos (70) Extrativismo (19) Farelos (27) farm (1) Fibras (8) Floresta plantada (62) Food (40) food security (1) Fuels (16) Global warming (77) Green Economy (111) health (21) Industry 4.0 (1) IPCC (13) livestock (4) Low-Carbon (39) Lubrificantes e Óleos (17) Macaúba (491) Manejo e Conservação (37) Meio Ambiente (78) Melhoramento e Diversidade Genética (52) Mercado (3830) Mercado florestal (42) Nutrição animal (15) nutrition (9) Oil (42) Óleos (209) other (1) Paris Agreement (56) Pecuária (59) Pegada de Carbono (40) pirólise (1) Plant Based (6) Política (49) Produtos (140) proteína vegetal (21) Recuperação de área Degradada (22) renewable energy (10) Research and Development (7) SAF (1) Saúde e Bem-Estar (72) science and technology (25) Segurança Alimentar (34) Soil (7) Solos (8) Sustainability (34) Sustainable Energy (52) Sustentabilidade (284) Vídeo (193) World Economy (62)

Total de visualizações de página