Buscar

Extração, neutralização e caracterização dos óleos do fruto da Macaúba (Acrocomia Aculeata)

terça-feira, fevereiro 20, 2018

imagemTrabalho realizado em parceria: Universidade Federal de Minas Gerais, Departamento de Engenharia Química  e CTAA – Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

RESUMO

Neste trabalho são propostas metodologias de coleta, higienização, separação e armazenamento das partes do fruto da palmeira Macaúba, seguido da avaliação do processo de extração do óleo da polpa em prensa do tipo radial tubular, visando a obtenção de óleos com qualidade para uso alimentício.
Foi realizada a caracterização dos óleos da polpa e amêndoa, quanto aos parâmetros de qualidade, estrutura lipídica e características de fusão. Foram realizados ensaios de neutralização do óleo da polpa visando diminuir o índice de acidez. A metodologia de preparo e extração do óleo da polpa proposta mostrou-se eficiente resultando em menor percentual de óleo na torta, comparativamente aos obtidos pelo setor industrial: foram produzidos óleos com qualidade para fabricação de produtos alimentícios, com baixos índices de acidez, peróxidos, fosfolipídeos e teor de água. O índice de estabilidade oxidativa (OSI) e teor de carotenóides do óleo da polpa não foram elevados. O óleo da polpa foi predominantemente composto por ácido oleico e o da amêndoa por ácido láurico. Com as metodologias de neutralização aplicadas, a acidez do óleo da polpa caiu de 1,1% para 0,3%, sendo que o processo a 60ºC/15 minutos, com 30% em excesso de solução de soda resultou em um maior rendimento e valor de OSI no óleo. O emprego de tecnologias de modificação de lipídeos, tais como mistura, hidrogenação e fracionamento pode ampliar a aplicação industrial desses óleos.


Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página