Buscar

Palmeiras nativas do Brasil - livro revela os potenciais dessas espécies

terça-feira, janeiro 30, 2018


Divulgação -

As palmeiras estão entre os grupos de plantas mais importantes para os humanos. Delas podem ser obtidos alimentos, material para construção civil, utensílios diversos, bijuterias de luxo, óleo para uso medicinal e energético, lubrificantes e muitos outros produtos industrializados. Além disso, elas têm lugar de destaque em projetos de paisagismo e na recuperação de ambientes degradados.
Mas há muito mais para se saber sobre as palmeiras. No livro Palmeiras nativas do Brasil, uma produção editorial da Embrapa Amazônia Ocidental (Manaus, AM) e Embrapa Informação Tecnológica (Brasília, DF), estão conhecimentos botânicos, genéticos, cultivo e processamento da produção de palmeiras nativas das diferentes regiões do país.  
No Brasil são relatadas mais de 250 espécies de palmeiras, mais da metade delas ocorre na Amazônia e o restante está distribuído por todas as regiões do país. Elas se adaptam a condições de clima semidesértico, temperado e principalmente ao clima equatorial quente e úmido, como em diferentes tipos de solos, que vão desde os pobres em nutrientes, ácidos até os encharcados.
Mercado promissor - Açaí, babaçu, macaúba, butiá, pupunha e inajá estão entre as doze espécies tratadas na publicação, as quais são exploradas com diferentes níveis tecnológicos, do extrativismo ao cultivo, aplicando-se práticas modernas de manejo. A escolha dessas espécies partiu da demanda de mercado e pelo potencial que elas apresentam como novas opções para os agricultores, valorizando a biodiversidade do país, com geração de emprego e renda, a partir de sistemas de produção sustentáveis.
A Embrapa vem trabalhando na pesquisa de palmeiras nativas há algumas décadas. Para Ricardo Lopes, um dos editores do livro e pesquisador da Embrapa Amazônia Ocidental, "o potencial de produção dessas espécies, sem abrir mão da sustentabilidade, só poderá ser alcançado com investimentos em pesquisa e desenvolvimento tecnológico".
Ricardo reforça que, "apesar de existir no Brasil mais de 250 espécies de palmeiras nativas, a pesquisa tem priorizado pouco mais de uma dezena. Com este livro queremos demonstrar a importância de estender essa fronteira para novas pesquisas desse importante grupo de plantas, gerando outras opções de exploração agrícola sustentável para o país".
Além de informações detalhadas sobre cultivos, produção de sementes e mudas, armazenamento, plantio, adubação, colheita e processamento, os treze capítulos do livro são amplamente ilustrados com tabelas, gráficos e fotografias, permitindo ao leitor uma melhor identificação das plantas, dos frutos, bem como de pragas e doenças.
Ao abordar os avanços proporcionados pela pesquisa da Embrapa e de outras instituições brasileiras, o livro é uma referência para pesquisadores, professores e estudantes, mas Palmeiras nativas do Brasil também é de interesse de outros públicos, como produtores, engenheiros florestais, paisagistas e admiradores dessas espécies, que no passado inspiraram poetas como Machado de Assis e Gonçalves Dias.
O livro Palmeiras Nativas do Brasil está disponível para venda na Livraria Embrapa (www.embrapa.br/livraria), por R$ 49,00, a preço promocional, com 30% de desconto. Mais informações podem ser obtidas também pelo telefone (61) 3448-4236 ou Fax (61) 3448-2494.
Maria Luiza Costa Brochado (763/82 DRT-DF)
Embrapa Informação Tecnológica

Telefone: (61) 3448 2479
Mais informações sobre o tema
Serviço de Atendimento ao Cidadão (SAC)
www.embrapa.br/fale-conosco/sac/

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Total de visualizações de página