Buscar

Agro é um dos poucos setores a criar empregos

segunda-feira, janeiro 29, 2018


Resultado de imagem para agro

Saldo positivo de 37.004 empregos criados no ano passado

A atividade agropecuária brasileira encerrou o ano de 2017 com um saldo positivo de 37.004 empregos criados, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho nesta sexta-feira (26.01). O resultado significa uma plena recuperação da geração de postos na comparação com o ano anterior, quando o saldo foi negativo em 14.193 postos.
O agronegócio foi um entre apenas três setores com números positivos para a criação de vagas no ano que passou no Brasil. O saldo é resultado da diferença entre as 993.820 contratações e 856.516 demissões que ocorreram no acumulado do ano de 2017. Os outros segmentos com desempenho positivo foram o setor de Comércio, com 40.087 novos empregos, e o de Serviços, com 36.945 novos postos criados.
Considerando apenas o mês de Dezembro do ano passado, a balança do setor agropecuário ficou negativa. Foram feitas 42.137 contratações e 86.476 demissões, o que significou o fechamento de nada menos que 44.339 vagas, representando um recuo de 2,76% na comparação com o mês imediatamente anterior. 
De acordo com os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados divulgados pelo Ministério do Trabalho, a atividade que mais pesou para que o resultado fosse negativo no último mês do ano passado foi o cultivo da cana-de-açúcar (com menos 9.032 empregos). O desempenho é explicado pelo fim da colheita, que ocorre no mês de Dezembro. Ainda tiveram influência negativa as atividades de apoio à agricultura (-4.954) e o cultivo de frutas de lavoura permanente (-4.882), com exceção da laranja e da uva.
Fonte: AgroLink

Veja também:

0 comentários

Agradecemos seu comentário! Volte sempre :)

Categorias

Total de visualizações de página